Parque Estadual Carlos Botelho e Parque Onça Parda.

TREKKING

IMG_4792.JPG
Como Chegar

Os dois parques podem ser acessados a partir de São Miguel Arcanjo/SP, pela rodovia/SP 139 (Neguinho Fogaça), km.78,5, Bairro do Abaitinga. A cidade pertence à região metropolitana de Sorocaba.

 Passeio em Grupo – Investimento – $
Nosso grupo “Os do Caminho” saiu de Campinas/SP, no dia 20/11 retornando no dia 22/11/2015, 26 participantes, com 2 pernoites em hotel, 3 almoços nos parques. Para transporte foi contratado um micro ônibus.

Micro ônibus (ida/volta e transporte para os parques)      R$2.000,00
Pousada ( 2 pernoites c/ café da manhã valor em grupo) R$3.250,00
Seguro Viagem (R$12,00 x 26 pax)                                           R$   312,00
Lanche de bordo                                                                             R$  478,00
Ingressos Parque Carlos Botelho                                              R$1.138,00
Ingressos Parque da Onça Parda                                               R$1.040,00
Almoços 3 dias                                                                                R$2.236,00
Refeições extras do motorista                                                   R$     42,00
                                                           TOTAL  R$10.496,00
                                         Valor por pessoa  R$     403,70  

 Onde Ficar
A cidade de São Miguel Arcanjo oferece opções de hospedagem em hotéis de pequeno porte, pousadas e hospedaria familiar.
Pousada Villa da Mata
                               Avenida Nestor Fogaça, 328 – Centro
www.pousadavilladamata.com.br – fone(15)32793959

Ambiente limpo, quarto com ventilador de teto, tv, armário, wi-fi, falta frigo bar, mas na recepção você pode pedir bebida, fiquei no quarto nº.1. Café da manhã também atende de forma satisfatória com 3 tipos de frutas, suco, café, leite, pães e bolos. Não tem restaurante, mas como a pousada fica no centro da cidade não é difícil acessar local para comer, jantamos em uma pizzaria e fomos caminhando até lá. Staff simpático e solicito. Estacionamento em frente à pousada. Classifiquei como muito bom levando em conta a estrutura da cidade. \

 Onde Comer
A cidade oferece poucos restaurantes, jantamos no primeiro dia em uma pizzaria e no segundo dia fizemos uma compra com queijos e vinhos e ficamos na própria Pousada Villa da Mata. Para almoçar demos preferência para os restaurantes dentro dos parques.

 Pizza Bonna Pizza.
Rua Governador Pedro de Toledo, 318 – fone (15)3279.3522
Restaurante bem localizado, ambiente grande, atende grupos. O cardápio é amplo e as pizzas são bem recheadas. Apesar de estarmos em um grupo de 26 pessoas fomos atendidos rapidamente. O local tem um custo bem acessível, aceitam cartões.
ATRATIVOS
 Parque Estadual Carlos Botelho
IMG_4862.JPG
#Trilhas à partir da Sede:
– Represa e Fornos;
– Rio Taquaral;
– Canela;
– Bromélias;
– Braço do Rio Taquaral;
– Portal.
# Núcleo Sete Barras
– Figueira;
– Pico;
– Cachoeira do Rio Branco;
– Cachoeira do Travessão.
#Estrada do Parque
– Bica Rio Taquaral;
– Cachoeira Ribeirão das Pedras;
– Cachoeira Água da Vaca;
– Bica Pedro Tanaka;
– Quiosques;
– Mirante da Boa vista.
Trilha do Portal
Particular, visitação sob reserva, com ou sem almoço
Parque da Onça Parda
Particular, visitação sob reserva, com ou sem almoço
Parque do Zizo
Visitação sob reserva, o contato não é muito fácil – 32km. da cidade.
Parque Taquaral
Dias e Horários de Funcionamento do Parque Carlos Botelho
De segunda-feira a domingo das 8h às 17h. Confirme através do contato: pe.carlosbotelho@fflorestal.sp.gov.br
O que levar para o trekking
IMG_4713.JPGMochila de ataque;
Água;
Lanche de trilha (fruta, barra de cereal);
Bota de caminhada preferencialmente;
Stick (não indispensável, mas útil em algumas situações);
Calçado para água (para quem for fazer o Parque da Onça Parda);
Filtro solar;
Repelente;
Boné;
Toalha e roupa de banho, algumas trilhas oferecem possibilidade de banho;
Corta vento para usar pela manhã;
Dicas
O solo é permanentemente úmido, independente do período de chuva, prepare-se para trechos escorregadios.
Verifique a previsão do tempo, uma leve garoa não impede percorrer a trilha, mas previna-se com capa de chuva ou um corta vento.
Particularmente senti o uso do stick fundamental em algumas trilhas, principalmente nos locais com muita lama.
As trilhas não são longas, no entanto, devido aos desníveis e umidade do solo o percurso pode ficar um pouco mais demorado.
Bancos: Brasil, Bradesco e Santander, leve dinheiro em espécie, alguns locais não aceitam cartões.
 Parque Estadual Carlos Botelhoimg_4913-denise-55

Declarado Patrimônio Natural de Humanidade pela UNESCO devido sua importância sócio ambiental, cultural e histórica. Foi criado em 1982, abrangendo uma área de 37.664 hectares. É um dos mais importantes refúgios de vida selvagem da região sudeste do Estado de SP, fazendo parte do contínuo ecológico de Paranapiacaba, composto pelos Parques Estaduais Carlos Botelho, Intervales, Petar e Estação Ecológica de Xitué e apesar de estar próximo a parques conhecidos, o Parque Carlos Botelho ainda é um destino pouco visitado. Abrange os municípios de São Miguel Arcanjo, Capão Bonito, Sete Barras e Tapiraí. Possui trechos de mata primária da Mata Atlântica e áreas de mata secundária em estágio de recuperação. Abriga primatas como os muriquis ou mono carvoeiros, orquídeas, bromélias e muitos pássaros.
Durante nosso percurso nas trilhas não vimos nenhuma espécie de animal e pássaros somente no Parque da Onça Parda.

 1º. Dia 
Saímos de Campinas às 7h.40 e chegamos na Pousada às 10h.40, fizemos check in e partimos para nossa primeira trilha: Trilha do Portal.
 Trilha Portal da Reserva

img_4694

Nível de dificuldade – médio.
Percurso – 11km.
Tempo aproximado – 3h. a 3h.30’
Monitor – sim
Propriedade particular, necessário reserva antecipada para a trilha e almoço (se for o caso). Contato com o proprietário: (15) 9772.1493 ou (11)9949.0031.IMG_4690.JPG

Com inicio na Pousada Portal da Reserva, a trilha passa por um pequeno trecho de eucaliptos e depois vem a área de Zona Primitiva este trecho foi aberto há pouco tempo, antes tinham acesso apenas fiscais e pesquisadores.  O percurso é feito em corredor com 4,60m.
Não avistamos animais somente ouvimos pássaros, achei interessante as armadilhas para onça.

Programe-se para almoçar na sede do Portal da Reserva, a comida é excelente: saladas com produtos da horta, arroz, feijão, farofa, frango ensopado, carne de panela, abacaxi, queijo e goiabada.


Terminamos o almoço às 11h.50 e após descanso saímos às 13h.50’ para fazer a trilha, terminamos ás 17h.10.
Como terminamos a Trilha Portal da Reserva dentro do Parque Estadual Carlos Botelho aproveitamos para fazer mais uma trilha curta.

Trilha das Bromélias

Nível de dificuldade – baixo.
Percurso – 387m. (acesso a portadores de necessidades especiais)
Tempo aproximado – 30’
Monitor – não é necessário.

Circuito contemplativo, infelizmente quando estivemos aqui já havia passado a florada das bromélias, mas não deixa de ser interessante, o espaço é bem cuidado.

2º. Dia 
 No segundo dia partimos direto para o PNCB, fomos recebidos pelos monitores e em seguida nos dirigimos à sala de projeção para assistirmos uma palestra sobre o parque.  Na sequência orientados por um monitor demos início aos passeios do dia.
Trilha da Canelaimg_4744
Nível de dificuldade – baixo.
Percurso – 2 km.
Tempo aproximado – 1h.20’
Monitor – sim

Trecho muito bonito. Tem início perto da Trilha da Represa, vegetação secundária, apresenta estágio avançado de regeneração após incêndio na década de 50, o atrativo do percurso são as 37 espécimes de canela ali existentes, além de árvores catalogadas de grande porte, cipós, bromélias e cogumelos. Não tivemos a sorte de ver os muriquis.
.
Trilha da Represa + Fornos
Nível de dificuldade – médio
Percurso – 4 km.
Tempo aproximado – 3h.

Monitor – sim

IMG_4777.JPG

Fornos – O trecho não é longo, mas possui muito aclive e declive com piso úmido e escorregadio. Tem início perto do Centro de Visitantes, o percurso passa por nascentes que formam o Rio Taquaral, a principal atração são os fornos que deram origem ao nome da trilha, foram usados na década de 40 para queima de madeira quando ali era ainda uma fazenda particular, dos fornos originais apenas o primeiro ainda mantém as características para ser melhor observado. Mata secundária em estado avançado de regeneração.

A represa não está disponível para banhos. Não vimos animais ou pássaros, apenas pegadas de anta.

 Almoçamos no restaurante na entrada do Parque, após breve descanso rumamos para mais uma trilha.

Trilha do Rio Taquaral
Nível de dificuldade – médio
Percurso – 2,5 km.
Tempo aproximado – 1h.30 (+ tempo para banho)

Monitor – sim

Com vegetação secundária bem conservada a trilha apresenta subidas e descidas até chegar ao rio Taquaral, onde há
espaço para piquenique e banho, o acesso é feito por escadas.
Atravessando a rodovia, ao lado oposto está a Bica do Rio Taquaral, também pode ser utilizada para banho.

A rodovia SP/139 tem um trecho que corta o PECB, estava desativada e durante a nossa visita ela foi reinaugurada (infelizmente), com piso de bloquetee já percebemos os efeitos negativos desta prática com morte de animais, como a cobra da foto. Nossa guia informou que foram feitas pontes aéreas para os primatas transitarem, mas estão observando que os muriquis só atravessam pela estrada e assim como a cobra eles outros animais irão morrer ali, além do dano ambiental que os poluentes dos carros irão fazer na Mata Atlântica.

Trecho com mata bastante preservada, entre 700 e 900m. de caminhada há uma forte descida.

 


3º. Dia 

Parque da Onça Parda

O POP é uma propriedade particular inserida na barra do Parque Estadual Carlos Botelho. O Parque oferece passeios e alimentação para um dia ou faz pacotes com camping. Possui banheiro ecológico (sanitário compostável), cozinha completa, iluminação a led, vestiário feminino e masculino, chuveiros, área para camping. Oferece trilhas guiadas e auto monitoradas, bóia cross, bikes, piscina infantil, slack line, banhos de rio e cachoeira. O staff é extremamente atencioso, prestativo, responsável com os hóspedes.

Como chegar.
Partindo de São Miguel Arcanjo, tomar a SP-139, sentido Parque Estadual Carlos Botelho, após ultrapassar o Portal do Parque, seguir em linha reta pelo trecho conhecido como Serra da Macaca, são 4km. até o POP. Após percorrer 2km, passar sobre a ponte do Rio Taquaral, dobrar a primeira entrada à direita, deste ponto até o POP são apenas 2km. Após a porteira de ferro (não dobrar á direita), siga em frente e a entrada do POP estará a 1,5km., com identificação.

 Pacotes
Camping – R$45
Camping Adventure – R$80,00
Day Use – R$20
Day Use Adventure – R$45,00
Para valores atualizados, feriados e grupos consulte e-mail: parquedaonçaparda@gmail.com ou fone(11)993365000

 
Atrativos

– Bica da Onça;
Muito perto da sede, um lugar agradável para uma ducha fria;
– Recanto dos Pássaros;
– Trilha dos Monos;
– Trilha da Onça;
– Trilha e Cachoeira do Ribeirão Bonito.

Sem dúvida a trilha de maior dificuldade dentro do POP, tem início dentro da mata já com piso encharcado, em determinado trecho é necessário entrar no rio e caminhar por cerca de 50m., a água é fria e o fundo com pedras irregulares, ali todo cuidado é pouco, o guia aconselha entrar na água com a bota de caminhada, particularmente gostaria de ter levado um calçado de mergulho para este fim, o inconveniente é que aparecem outros trechos de água para serem atravessados e talvez o calçado de mergulho embora seja prático para a água pode ser um estorvo por precisar ser trocado a cada travessia do ribeirão. Neste caminho aconselha-se levar o mínimo possível de equipamento, evite peso na mochila de ataque. Após a caminhada dentro do rio, mais uns cem metros de estrada e nova incursão na mata, com muito sobe e desce, foi colocado corrimão de cordas entre as árvores para dar um pouco mais de suporte.

Após outra travessia no Ribeirão Bonito, mais um trecho bem difícil e aparecem enormes pedras, por estarem sempre úmidas são extremamente escorregadias, é necessário atravessar mais uma vez o ribeirão, subir nas pedras engatinhando para não cair e assim chegar até a cachoeira, não tem local  seco para sentar, quem quiser tomar uma banho deve aproveitar a oportunidade, mas a água é muito fria.
Outras trilhas do Parque Nacional Carlos Botelho
 Trilha do Braço do Rio Taquaral 
Nível de dificuldade – alto
Esta trilha tem seu valor centrado na qualidade dos ambientes típicos de mata ciliar de encostas e alta umidade. Na maioria do seu percurso caminha-se as margens do rio Taquaral, passando por vários morros e mirantes. É indicado apenas para grupos com no máximo cinco pessoas, sendo que estas devem estar em boas condições físicas. Conta com uma vegetação primária e secundária com alto grau de regeneração e de conservação, protegendo nascentes cristalinas que alimentam o rio Taquaral. Apresenta locais propícios para banho. Necessário agendamento com no mínimo 05 dias de antecedência. Sendo que a trilha poderá ser cancelada pelo Setor de Informações e Agendamento, caso ocorra chuva nos dias anteriores e / ou se os visitantes chegarem após o horário estipulado pelo setor de visitação pública.
Percurso – 10km.
Tempo aproximado – 6h. (início no máximo 9h.)
Trilha da Figueira Ficus Enormis (Figueira Branca)
Nível de dificuldade – fácil
Seu diâmetro inferior é de aproximadamente 5m. e o tronco tem uns 2m. de diâmetro por 4 mt. de altura. A copa se eleva a 50m. de altura.
SÃO MIGUEL ARCANJO – CAPITAL DA UVA ITÁLIA
A cidade de São Miguel Arcanjo é conhecida como a Capital de Uva Itália, ali também são cultivadas outras variedades de uvas utilizadas para fazer vinho tipo artesanal. Entre as principais vinícolas que vendem e permitem visita estão:
Vinícola Monte Alto
Uvas: Bordô, Máximo (Seibel + Syrah), Niágara
Vinho, suco, geléia, compota, licor e mel.
Turismo rural no sistema “colhe e pague” de Janeiro a Março, com reservas.
(15)997117299 ou (15)997179251 – facebook: vinicolamontealto
Sítio Monte Alto, rodovia Neguinho Fogaça SP139 km.82,0. Bo. Abaitinga
Lugar interessante para quem aprecia o vinho colonial, seus vinhos tintos suave e tintos seco foram premiados em Festa do Vinho em São Miguel Arcanjo. Pessoas muito simpáticas no atendimento bastante familiar.
Vinícola Torre Alta
Uvas: Niágara, Isabel, Merlot, Blend, Bordô, Itália, Máximo, Cabernet Sauvignon.
Vinho, suco, geléia, compota, licor
Sítio Santa Rita de Cássia – (11)99715.5946 – adegatorrealta@yahoo.com.br
Rodovia Neguinho Fogaça, km. 96,7 – SP 139 – Bairro Turvo
Os proprietários são descendentes de italianos, produzem uma boa variedade de vinhos artesanais, que são vendidos com degustação em sua propriedade. Em 2007 seu vinho rosé suave foi premiado no 1º. Simpósio de Revitalização dos Vinhos Paulistas. Vale a visita para quem aprecia vinhos artesanais.
Vinícola Bonjour
Rodovia Neguinho Fogaça – km.81,9 – SP 139 – Bairro Abaitinga
fone: 15 – 99814-9576  –  pousadaevinicolabonjour@gmail.com
No local funciona a vinícola, pousada e camping. Elaboram seus vinhos com uva bordô. Assim como as demais vinícolas além do vinho artesanal vendem suco, geléia, compota, licor e mel.
 Paróquia Santuário São Miguel Arcanjo

R. Monsenhor Henrique Volta, 571.

 

ÁLBUM DE FOTOS

Parque da Onça Parda -POP
img_4798

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s