Jalapão com João Pedro

                                     O JALAPÃO É BRUTO? SÓ PARA OS FRACOS!

IMG_250x.JPG

63.jpgComo chegar a PalmasO Aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues (PMW), em Palmas recebe voos diretos das cidades de São Paulo, Brasília e Goiânia. Quem chega de outras regiões terá que fazer ao menos uma conexão para chegar à capital do Tocantins.

Como chegar ao Jalapão Não há aeroportos para voos comerciais no Jalapão e a única maneira de chegar à região é por via terrestre. O asfalto vai de Palmas até Ponte Alta do Tocantins, de onde o trajeto segue em estrada arenosa, veículo com tração nas quatro rodas se torna obrigatório. Para visitar as atrações você pode ir por conta própria e alugar um carro 4×4, ainda ir por conta própria e contratar um guia e carro 4×4 ou através de agência de turismo.

Agência de turismo – fomos com a Korubo e indico essa agência para quem vai com crianças e/ou queira um pouco mais de conforto e comodidade. A desvantagem é que você não faz todo o circuito, como por exemplo entre os vários fervedouro, então você só vai conhecer o Fervedouro Soninho que tem a vantagem de ser particular e você não vai precisar enfrentar fila para entrar e o Fervedouro do Ceiça.

Quando ir – a estação seca vai de maio a setembro e a estação chuvosa de outubro a abril.

Clima – a variação de temperatura durante o ano é pequena, sendo a máxima entre 30°C e 38°C e mínima entre 15°C e 20°C. O calor é constante na região e mesmo durante o período de chuva o sol não deixa de aparecer.

Vacinas – para qualquer lugar das regiões Norte e Centro-Oeste recomenda-se a vacina contra febre amarela, com antecedência de 10 dias antes da viagem.

AGÊNCIA OU POR CONTA PRÓPRIA?
Diário de Bordo
– como fomos em 2 adultos e 1 criança de 10 anos achamos mais assertivo fazer com a Korubo. Em outra ocasião fiz com guias locais, segue as duas experiências.

KORUBO Safari Camp
A Kokubo funciona como uma espécie de safári, o acampamento fixo fica próximo à cidade de Mateiros e é o único sistema de hospedagem desse tipo no Jalapão: contato com a natureza, experiência de acampar com infraestrutura completa. As tendas fixas são montadas sobre plataformas de madeira, com cama, sanitário e pia dentro da barraca. Os chuveiros com água quente são compartilhados (masculino e feminino), construídos em alvenaria na área externa que conta também com alguns sanitários. As barracas foram instaladas sob as árvores, mas durante o dia o calor é intenso, mas eles construíram um redàrio à beira do Rio Novo. O refeitório é amplo com mesas coletivas. A aparência “rústica” é bem confortável. O tour é mais limitado se comparado às agências que às vezes hospedam cada dia em uma cidade diferente para abranger mais lugares. jocely           jocely          jocely          jocely          jocely

Pacotes Koubo – 6 dias e 5 noites ou 6 dias e 7 noites. Nos dias de acampamento está incluso: café da manhã, almoço, jantar, lanches de trilha, sucos e água filtrada/tratada própria da região e não inclui bebidas alcóolicas, refrigerantes e água mineral (copo/garrafa). Nosso pacote de 6dias x 7noites: R$2.680,00 por pessoa x 3 = R$8.040,00. (Inclui 2 pernoites no Hotel Girassol Plaza em Palmas e 5 noites no acampamento Korubo).
Acomodação – tendas para 2 pessoas ou familiares para até 4 pessoas, neste caso informe com antecedência.
Fumantes – não é permitido fumar no veículo, nem dentro das tendas por motivo de segurança.
Energia – não há energia elétrica, as tendas são providas de lâmpadas de led abastecida a energia solar.
Celular – não há sinal, em alguns pontos eventualmente pode haver um fraco sinal da Oi ou Vivo, Tim não tem sinal. Na passagem por Mateiros é possível algum sinal.
Telefone via satélite – o Globalstar só é acionado em casos de emergência. Deixe com seus familiares o telefone da Korubo para o caso de alguma emergência: Korubo (11-4063-1502).
Baterias de câmeras – para carregar a bateria o uso é limitado ao horário de funcionamento do gerador. Fica como sugestão levar bateria extra.

1º dia (Sexta)
Roteiro
Chegada em Palmas, traslado aeroporto para o Hotel Pousada dos Girassóis (28 km em asfalto), para pernoite.

2º dia (Sábado)
Roteiro
Café da Manhã – Hotel Pousada dos Girassóis a van leva os passageiros até o limite da estrada asfaltada.
Taquaruçu – passagem pelo distrito de Taquaruçu
Ponte Alta do Tocantins – Portal de entrada do Jalapão. O nome remete a uma árvore caída à margem do rio, usada como ponte para pedestres.
Distância – 152 km de Palmas.
Almoço incluído no pacote (aqui termina o asfalto, começa 120km. de terra).
Último local para comprar filtro solar e repelente. 63-002.jpg
Diário de Bordo – em Ponte Alta o almoço é em uma casa simples, boa comida caseira, suco e um atendimento familiar. Aqui trocamos de veículos, passamos do micro ônibus para o Korubão que é um veículo adaptado para enfrentar estrada arenosa, na parte superior fica um alçapão com pequenos bancos para quem quiser ir observando a paisagem.

Cânion Sussuapara(distância de Ponte Alta do Tocantins 35km.), parada com 400m.(ida e volta) de trilha de acesso em descida e subida, terreno firme de cascalho, terra e trecho de água sobre pedras.
Escondida entre paredões de pedra e vegetação a água brota durante todo o ano a 12m. de altura no fundo do cânion caindo em pequena cascata.63-003.jpg
Diário de Bordo – vá de maiô, leve toalha, roupa seca e um calçado fechado para passar sobre os pedregulhos que estão dentro d’água.
São vistas: Serra da Muriçoca vista da serra cruzando as nascentes do Rio Vermelho margeando a parte oeste da Estação Ecológica da Serra Geral do Tocantins. Serra da Jalapinha vista da Serra do Espírito Santo e mais longe no horizonte a Serra Geral da Bahia.

Safari Camp Korubo – (acesso120 km em estrada de terra), localizado às margens do rio Novo, onde o guia e colaboradores irão se apresentar e dar dicas sobre o dia a dia e drink de boas-vindas, apresentação das tendas.
Diário de Bordo o pessoal que recebe e atende é suficiente e os guias bem atenciosos, principalmente com as crianças. No jantar foi servido 3 tipos de pasta, com e sem carne, variedade de salada. Os sucos são servidos gratuitamente durante as refeições, sempre dois tipos. Para finalizar chá.

 3º dia (Domingo)
Roteiro
Mirante do Safari Camp (opcional) – informar ao guia essa opção para acordar mais cedo e ir até o mirante assistir o nascer o sol atrás da Serra do Espírito Santo avistando as serras ao redor do acampamento e as falésias que formam as Dunas do Jalapão. Quem preferir pode dormir um pouco mais e esperar o retorno.
Diário de bordo – para esta opção não há acompanhamento de guia, mas eles fornecem toda a informação de como chegar ao local, que é bem perto do acampamento.
Café da manhã – farto e variado

Canoagemnível de dificuldade: fácil contemplativo. Descida pelo Rio Novo, um dos últimos rios de água potável no mundo, fundo de areia branca, praias para nadar, 4 corredeiras. Praia exclusiva do Safari Camp Korubo. Fornecido: canoa, remo, capacete, colete e acompanhamento de guias monitorando todo o trajeto, no final a volta é feita caminhando por uma trilha.63-004.jpg

Almoço – no Safari Camp.

Dunasnível de dificuldade: fácil. (18km até o início da trilha nas dunas).
Durante o trajeto são feitas  paradas para fotos.
IMG_240t.JPG
IMG_211d.JPGComo chegar – o Korubão faz um trajeto em estrada bem arenosa até o estacionamento, depois é subir 600m. pela lateral para não danificar a duna principal e lá em cima não é permitido caminhar muito perto da margem também para preservar, mas o local é grande e é possível caminhar entre dunas. Os pontos de água e as flores “chuveirinho do cerrado”, que são típicas dessas dunas não estão presentes todo o ano, somente no período que precede as chuvas.IMG_334As Dunas são formadas por areias de quartzo de coloração dourada e cercadas por imensos chapadões e veredas. As falésias mudam de cor de acordo com a minosidade proporcionando um belíssimo pôr-do-sol. O conjunto das Dunas formou-se pela erosão das rochas de arenito que formam a Serra do Espírito Santo, o vento deposita a areia sempre no mesmo local, formando as dunas, única formação no cerrado brasileiro.IMG_250j
Diário de Bordo – é comum ter fiscais no alto das dunas, eles orientam os turistas a não descer pelo paredão onde o acesso não é permitido. Sempre pergunte ao seu guia o que pode ser feito neste local.
63-005.jpg
Importante – além de boné, água e filtro solar, leve repelente
, principalmente se for esperar o entardecer, quando o sol começa a se esconder aparecem nuvens de muriçocas que conseguem picar até sobre a roupa. PREVINA-SE, principalmente se estiver com crianças.

Jantar e pernoite – Safari Camp Korubo

4º dia (Segunda)
Roteiro

Café da manhã

Fervedouro Soninho (exclusivo Korubo) (acesso 75km. de estrada de terra). Trata-se de nascentes de rios em que a água brota com tanta energia que é impossível afundar. O Fervedouro tem cerca de 30m. de profundidade e a corrente de convecção traz consigo partículas de areia criando um fundo falso.63-006.jpg

Banho nas águas do Rio Sonojunto ao fervedouro, um dos principais afluentes do rio Tocantins, onde a água gelada contrasta com a água quentinha do fervedouro.

Vale do rio Preto – contemplativo, entre as Serras do Meio e do Espírito Santo. Do lado esquerdo está o Parque Estadual do Jalapão e do outro a parte leste da Estação Ecológica da Serra Geral, o conjunto forma o maior mosaico de áreas protegidas do cerrado brasileiro.

Fervedouro do Ceiça – Glorinha (pequeno fervedouro com capacidade limitada). Neste fervedouro o tempo máximo é de 15 minutos para cada grupo de 7 pessoas de cada vez. Dependendo da demanda haverá fila, não tem banheiro.IMG_580a.JPG

Almoço – posto avançado da Korubo próximo ao fervedouro do Soninho.

Cachoeira do Formiga – (acesso 15 km em estrada de terra)
Como chegar – acesso fácil, sem trilhas.
Queda com piscina natural de águas cristalinas de cor verde esmeralda e temperatura agradável, no espaço é possível nadar, ficar embaixo da ducha, subir nas pedras ou ficar dentro d’água observando a flora repleta de samambaias e palmeiras, a água transparente permite ver o fundo de areia calcária.
This photo is taken by AllWinner's v3-sdvPara quem sabe nadar e mergulhar é bem interessante se sentar ao alto da queda d’água e depois mergulhar para ver a grande pedra que dá tons azuis a um dos trechos da cachoeira. A piscina natural é formada pelo escoamento lateral da água. A área é particular então, mesmo os clientes da Korubo não terão privacidade neste passeio.63-007
IMG_651bDiário de Bordo o local é lindo, mas a estrutura é péssima. Por se tratar de propriedade particular o responsável (i) não se preocupa com limpeza do entorno sujo e feio, lanchonete sem o mínimo de higiene. No quesito segurança chega a ser pior, as escadas de acesso estão podres, degraus despregados, falta de corrimão e no deck pregos aparentes e tábuas soltas. Observei idosos e pessoas com crianças pequenas tendo dificuldade em entrar e sair da água, alguns até desistiram diante da falta de segurança. Lamentável!

Mateiros – (acesso 25 km em estrada de terra).
Localização310 km de Palmas
Origem do nome – A cidade recebeu este nome em função da grande quantidade de veados mateiros encontrados na região.

Jantar e pernoite – no Safari Camp Korubo.

5º dia (Terça)
RoteiroIMG_792.jpg

Mirante da Serra do Espírito Santo(acesso por 24km. em estrada de terra). Nível de dificuldade: médio, mas de grande desgaste físico, recomendado somente para pessoas que estejam com boa saúde e que façam atividades físicas. 63-008.jpgCaminhada total de 8 km com subida íngreme de 800m no início da trilha e o restante em terreno plano e firme. A partir do estacionamento dos carros a trilha demora cerca de 50’ até o topo do primeiro mirante e 30’ até o segundo mirante cerca de 3km., de onde se avista as dunas do Jalapão. Há vários bancos para descanso, mas os joelhos são muito acionados.IMG_784.jpg
Vista panorâmica de toda a região do Jalapão.

Almoço – Safari Camp camp

Flutuação – redário ou caminhada nas proximidades. Neste dia a proposta dos guias foi de flutuação com coletes pelo Rio Novo em frente ao acampamento. Deleite para crianças e adultos sempre monitorados por guia.63-009.jpg

Jantar e pernoite – Safári Camp Korubo.

Diário de Bordo – nesta noite toda a bagagem deve estar pronta, no dia seguinte antes de ir para o café da manhã, ela deve estar colocada pelo lado de fora das barracas, a bagagem é recolhida pelos funcionários que deixam tudo pronto para a volta para Palmas ao final do dia. Portanto deixe seus pertences pessoais e uma muda de roupa seca em uma mochila para levar para o passeio do dia seguinte.

6º dia (Quarta)
Roteiro
Café da manhã

Cachoeira da Velha – (acesso70 km em estrada de terra), a maior do Parque Estadual do Jalapão recebe água do Rio Novo, um dos maiores rios de água potável do mundo. A cachoeira possui 100m de largura e aproximadamente 20m. de queda. A plataforma que circunda o atrativo leva o turista bem perto da queda d´água, mas não se consegue ver toda a cachoeira que é formada por dois semicírculos, um de costas para o outro. O principal ponto de acesso fica no deck, mas quem quiser descer mais um pouco entre a pequena trilha e pedras poderá ver outros ângulos.IMG_910k.JPG
Lenda: Dizem que o nome da cachoeira foi dado porque ali vivia uma mulher que gostava muito de suas águas, tanto que após sua morte dizem que seu espírito vaga por ali.
Diário de Bordo – com câmera provida de zoom poderá fazer uma ótima foto da árvore que cresce entre as duas cachoeiras. Proibido banho.

Prainha da Cachoeirapraia de águas rasas do Rio Novo que desce pela Cachoeira da Velha, o mergulho aqui é irressistível, mas mantenha-se perto da margem, o rio tem correnteza subaquática . A praia tem uma boa extensão com areia clara e limpa e um bom arvoredo, mas não espere privacidade, as agências de turismo levam seus turistas até ela e montam piqueniques no alta da escadaria enquanto eles tomam banho.IMG_984b.JPG
Diário de bordo – leve máscara de mergulho, há vários peixinhos miúdos para serem observados. Com este passeio fica encerrado o Jalapão, os turistas levam roupa seca para trocar de roupa e retornar a Palmas.

Lanche – ApóIMG_984i.JPGs o banho, já no Korubão seguimos para um lanche em um local bem interessante, a antiga casa que pertenceu a Pablo Escobar hoje ocupada por um funcionário municipal e o local onde ficavam seus seguranças que está abandonado e bastante deteriorado, mas o pátio com mesas longas serve para que os turistas tomem lanche.

Retorno a Palmas – Pernoite Pousada dos Girassóis em Palmas.
Pernoite em Palmas.

7º dia (Quinta)
Roteiro

Café da manhã no hotel – Transfer para o aeroporto.
O QUE LEVAR
O melhor é levar roupas leves de secagem rápida, tenha sempre na mochila menor uma troca de roupa e toalha de banho.
Mochila ou mala pequena;
mochila de ataque ou bolsa impermeável;
Câmera fotográfica e subaquática, com baterias/carregador extras;
Máscara para água;
Protetor Solar para o corpo e labial;
Sabonete, shampoo, etc.
Repelente e pomada para picada de insetos;
Lanterna;
Medicamento de uso pessoal;
Roupas de banho (2)
Toalha de banho (1)
Toalha para as cachoeiras (1)
Tênis para trilha;
Sapatilha para água;
Chinelo;
Camisetas preferencialmente com proteção contra raios UV
Casaco leve tipo fleece (a noite a temperatura cai um pouco);
Boné, chapéu e óculos de sol;
Casaco impermeável (se sua viagem for em tempo chuvoso)

 

JALAPÃO POR CONTA PRÓPRIA, SEM AGÊNCIA.

As principais cidades de entrada ao Jalapão são: Ponte Alta do Tocantins, Mateiros e São Félix do Tocantins, a região tem pouca infraestrutura, procure fazer reserva de carro e hospedagem antecipadamente, os locais são simples e limpos, a comida é boa. Para esse tipo de opção vá com mais tempo, como a hospedagem é fora do Parque vai demorar mais para chegar até as atrações. O roteiro por conta própria obedece a um formato circular, começa e termina em Palmas. Todas as estradas são de terra ou areia. Você pode ir até uma dessas localidades e alugar um 4×4 para se aventurar nas estradas de areia fofa, mas sinceramente não é a melhor opção já que o acesso é mal sinalizado o GPS não funciona e se precisar de socorro o celular não tem sinal. O mais indicado é contratar o 4×4 e um guia para dirigir eles têm muita experiência.

Guia – recomendo o guia WELDES – fone (63)9233.4779 – responsável, atencioso, consegue montar pacotes de acordo com o seu tempo pelas principais atrações do jalapão.

Diário de bordo – como algumas atrações são comuns para a Korubo e para este “Roteiro por conta própria” elas não serão repetidas, apenas identificadas: “vide descrição no Safari Camp Korubo”

Ponte Alto do Tocantins – vide descrição no Safari Camp Korubo

Cânion Sussuapara – vide descrição no Safari Camp Korubo

Pedra Furada (35 km de Ponte Alta do Tocantins).
Para quem gosta de boas fotos este é o local ideal, são imensos blocos de arenito esculpidos pelo vento há milhões de anos, os buracos servem de molduras para as fotos.
Como chegar – combine com seu guia, os carros chegam próximo a entrada da propriedade particular, o acesso é gratuito e permitido pelos proprietários da área. Uma rápida trilha de cerca de 5’ e já se está frente a maior fenda. Para uma visão melhor do pôr-do-sol é necessário caminhar mais 10’ e chegar até as menores fendas.
Diário de Bordo – terreno instável, vá de tênis, sapatilha ou papete.

 Mateiros – vide descrição no Safari Camp Korubo.

Serra do Espírito Santo

Como chegar – mesma estrada de acesso às dunas, siga adiante e atenção às placas à margem esquerda da TO-255.
Vista panorâmica de toda a região do Jalapão. Combine com o guia já no dia anterior para sair bastante cedo, geralmente às 4h. da manhã. Verifique antes se este passeio está incluído no seu pacote, o passeio custa em média R$100,00 por pessoa.
Diário de Bordo – tênis ou papete, lanche, água e talvez uma lanterna.
Vide descrição no Safari Camp Korubo.

Povoado Mumbuca – comunidade remanescente de quilombo onde se originou a produção das peças com o capim dourado.

Dunas – vide descrição no Safari Camp Korubo.

Fervedouro Bela Vista
Localização – próximo a cidade de São Félix, por isso nem sempre entra no roteiro turístico.
Considerado o mais bonito do Jalapão, a área é de 15m. de diâmetro, a entrada é feita por uma plataforma de madeira que ajuda a preservar a transparência da água. É o espaço mais bem estruturado do Jalapão com restaurante para almoço e jantar.
Capacidade – 10 pessoas por vez.
Preço – visita R$15,00, almoço à vontade por R$35,00.

Fervedouro do Alecrim
Localização – próximo a cidade de São Félix, por isso nem sempre entra no roteiro turístico.
Talvez tão bonito como o Fervedouro Bela Vista que tem águas azuis este tem águas verdes. Aqui a nascente principal fica dentro do fervedouro e com maior pressão a flutuação é maior. Não há infraestrutura, leve lanche e água.
Capacidade – 6 pessoas por vez
Preço – visita R$10,00.

Fervedouro do Ceiça
vide descrição no Safari Camp Korubo
Preço – visita R$20,00.
Diário de Bordo – Não use protetor solar, você poderá ser barrado.

Fervedouro do Buriti
A trilha que leva ao fervedouro é curta, 5’ de caminhada a partir do estacionamento.
Grau de flutuação leve a “piscina” tem uma cor que varia entre o verde e azul é cercado de buritis e bananeiras, acesso por uma escada de madeira. Este fervedouro geralmente é visitado na hora do almoço por ter restaurante com comida caseira.
Capacidade – 10 pessoas de cada vez, os visitantes podem permanecer apenas dez minutos.
Preço – visita R$15,00.
Diário de Bordo – leve câmera subaquática.

Fervedouro do Buritizinho
O fervedouro tem o formato de uma gota, a água é de azul intenso, a flutuação não é tão forte porque aqui a profundidade é uma das mais acentuadas de todos os fervedouros, alguns trechos não dá pé. Apresenta um atrativo a mais, o trecho do Rio Formiga onde é possível tomar banho e praticar boia cross. Restaurante com comida caseira R$35,00
Capacidade – 6 pessoas de cada vez.
Preço – visita R$15,00.
Preço boia cross – R$10,00 para usar à vontade.
Diário de Bordo – leve câmera subaquática.

Fervedouro do Encontro
O carro para bem perto do local.
A nascente desse fervedouro tem alta pressão e é muito difícil afundar mesmo, local ideal para quem quer sentir a flutuação, o movimento da areia é tão intenso que chega a entrar pela roupa de banho. Como a “piscina” é pequena poderá haver espera para a troca de grupos.
Os rios Sono e Formiga estão apenas 2’ de caminhada entre um e outro, vale dar um mergulho para retirar a areia da roupa de banho.
Capacidade – 4 pessoas de cada vez
Preço – visita R$15,00.
Diário de Bordo – leve câmera subaquática.

Fervedouro da Korubo (vide descrição no Safari Camp Korubo).

Fervedouro do Sono
Acesso por uma plataforma de madeira evita o pisotear na vegetação.
Tem um formato quadrado com várias nascentes que você poderá escolher pra flutuar, a água é um pouco mais fria do que os demais fervedouros. Uma ótima parada entre as visitas ao Fervedouro do Ceiça e Canhoeira do Formiga, possui restaurante R$35,00 e redário para descanso depois do almoço.
Capacidade – 6 pessoas de cada vez
Preço – visita R$15,00.
Diário de Bordo – leve câmera para posicionar uma foto entre a água e o buriti estrategicamente plantado à sua margem.

Cachoeira do Formiga vide descrição no Safari Camp Korubo.
Propriedade particular com local para camping, geralmente muito cheio em alta temporada.
Preço – visita R$20,00
Peço camping – R$30,00 por pessoa
Diário de Bordo – leve óculos e câmera para mergulho e aproveite para tomar uma cerveja no Bar da Zéfa, na entrada da cachoeira.

Cachoeira da Velha – (vide descrição no Safari Camp Korubo).
Preço – gratuito

Rafting na Cachoeira da Velha
Às margens do Rio Novo os visitantes recebem todas as instruções de comando, segurança, colete salva vidas e capacete, depois seguem de bote para o outro lado da margem e percorrem uma trilha a pé, novamente em bote começa o rafting aos pés da queda d’água em uma posição que não é vista por quem está na plataforma de observação do outro lado.

Cachoeira das Araras
Localização – saída de São Félix do Tocantins a caminho de Palmas.
Local para excelente parada, a queda d´água não é muito forte core por um paredão de pedra repleto de verde e dá até para passar atrás dela e depois aproveitar um banho dentro do poço ou apenas ficar sentado nos troncos de árvores que estão dentro da piscina natural.
O local tem restaurante R$35,00, mas é necessário fazer reserva.

Cachoeira Rio Soninho Grande e Pequena
Praticamente sem trilha, o carro para no local.
A cachoeira de 30m. de altura deixa dúvidas sobre exatamente por onde escorre a água do Soninho Grande, o volume grande de água entra e sai por fendas entre as pedras.
Diário de Bordo – Cachoeira do Rio Soninho, local não é próprio para banho.

Cachoeira do Soninho Pequena
Para quem ficou decepcionado por não conseguir aproveitar um banho é só seguir a trilha e um pouco mais acima está a Cachoeira do Soninho Pequena onde há um grande platô de pedra em local raso, a seguir uma suave queda d’água forma verdadeiras banheiras de hidromassagem. Se tiver tempo caminhe um pouco mais pela trilha lateral e desça o rio boiando e observando a natureza. O Fervedouro Soninho é exclusivo da Safari Camp Korubo.

Prainha do Rio Novo
vide descrição no Safari Camp Korubo

ONDE FICAR (turistas independentes e agências)

Pousadas em Ponte Alta do Tocantins

Pousada Águas do Jalapão
Pousada Planalto

Pousada Beira Rio

Pousadas em Mateiros

Pousada Beira da Mata
Pousada Santa Helena

Pousada Panela de Ferro

Pousada Buritis do Jalapão

Pousada Vereda Tropical

Pousada Jalapão

Pousadas em São Félix do Tocantins

Cachoeiras do Jalapão

Jalapão Eco


Áreas para camping

Fervedouro Bela Vista

Cachoeira do Formiga

Camping do Vicente

Pousada Beira da Mata

 

 

Palmas / TO

IMG_7966

Vai visitar o Jalapão? Então veja como vale a pena passar pelo menos 2 dias na capital do Tocantins e conhecer os atrativos culturais e naturais de Palmas.
Como chegar
O Aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues (PMW), em Palmas recebe voos diretos das cidades de São Paulo, Brasília e Goiânia. Quem chega de outras regiões terá que fazer ao menos uma conexão para chegar à capital do Tocantins.
População – 291.885 (2018).
Quando ir – a estação seca que vai de maio a setembro e a estação chuvosa de outubro a abril.
Guia – recomendo o guia WELDES – fone (63)9233.4779 – responsável, atencioso, conhecedor da cidade, carro próprio e consegue percorrer em apenas um dia as  principais atrações de Palmas.
Clima – a variação de temperatura durante o ano é pequena, sendo a máxima entre 30°C e 38°C e mínima entre 15°C e 20°C. O calor é constante na região e mesmo durante o período de chuvas, o sol não deixa de aparecer.
Vacinas – para qualquer lugar das regiões Norte e Centro-Oeste recomenda-se a vacina contra febre amarela, com antecedência de 10 dias antes da viagem.

O QUE VER EM PALMAS
Praça dos Girassóis – Cartão Postal de Palmas.IMG_7900e.jpg
Localização – área central da cidade.
Com 571m2. é a maior praça da América Latina e a segunda maior do mundo (a primeira é a Praça Merdeka em Jacarta, na Indonésia). Começou a ser construída em 18 de outubro de 1999 e foi inaugurada em 07 de setembro de 2000, nela trabalharam 800 operários. No complexo estão as sedes dos três poderes públicos estaduais:
Palácio Araguaia (Poder Executivo), também é o marco de onde foram projetadas ruas e avenidas da Capital.
Palácio João D’Abreu – Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins (Poder Legislativo).
Palácio Rio Tocantins – Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (Poder Judiciário). Além dos palácios estão ali as Secretarias de Governo que estão distribuídas nas alas leste e oeste da praça. No passeio pela praça podem ser observados dezenas de monumentos: Centro Geodésico do Brasil (Rosa dos Ventos), Brasão de Armas do Estado do Tocantins, Memorial Coluna Prestes, Monumento aos Dezoito do Forte de Copacabana, Monumento de Súplica dos Pioneiros, Cruzeiro, Cascata, Mapa do Tocantins, Monumento à Bíblia, Relógio do Sol.
Não deixe de observar os desenhos do piso, são figuras que representam as diversas etnias indígenas do Tocantins representada pelos povos Apinajé, Krahô, Xerente, Karajá, Javaé e Xambioá, que foram os primeiros habitantes da região.

Palácio Araguaia, sede do governo estadual
64. PALMAS,TO#07-001.jpg
Localização – Praça dos Girassóis
Com arquitetura moderna ocupando uma área de 14mil m2. levou 13 meses para ficar pronto. A fachada marrom com arcos é uma referência a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, construída em Natividade pelos escravos no período colonial. Observe as “Frisas”, na parede externa superior, em placas elas formam o Monumento Artístico. No interior do Palácio estão os monumentos do Painel de Lutas e o Painel das Conquistas que descrevem a história do Tocantins, antes mesmo da divisão. Internamente estão expostos vitrais com temas religiosos representando a visita dos três Reis Magos ao Menino Jesus e o batismo no Rio Jordão. O granito usado no piso foi extraído das jazidas do Tocantins.
Visitas – turistas e moradores que queiram fazer uma visita guiada no Palácio Araguaia devem fazer agendamento pelo telefone: 3212.4045, em horário comercial.

Centro Geodésico do Brasil (Rosa dos Ventos)
Localização – hall da entrada norte do Palácio Araguaia, Praça dos Girassóis.
Marca o centro exato do país também, onde se encontram norte-sul, leste-oeste. Para dar maior visibilidade e entendimento, ao redor do centro foi criada a Rosa dos Ventos em tamanho maior.

Brasão de Armas do Estado do Tocantins
Localização – ala sul do Palácio Araguaia, piso da praça.
As duas faixas azuis representam os rios Tocantins e Araguaia, a faixa branca com o sol nascendo ao centro significa o nascimento de um futuro melhor e a faixa amarela as riquezas minerais do Tocantins, os ramos ao lado do brasão são as riquezas naturais do Estado, a frase sobre o brasão está escrita em tupi guarani “co ivy ore retama” significa “esta terra é nossa”.

Memorial Coluna Prestes
Localização – ala sudoeste da Praça dos Girassóis.IMG_7903.JPG
Demorou 1 ano para fica pronto, foi inaugurado em 05 de outubro de 2001, com 570m2., toda em concreto tem a assinatura de Niemeyer . Uma homenagem a Coluna Prestes que passou pelo Tocantins entre 1920 e 1930. O sangue derramado são representados pelo piso vermelho da rampa que dá acesso e a um pedestal de concreto onde está a escultura em bronze do Cavaleiro da Luz representa Luiz Carlos Prestes que se anexa à rampa circundado por um espelho d’água, a rampa tem o formato de uma foice simboliza o ideal defendido por pelo grupo guerrilheiro (a Coluna Prestes foi um movimento político, liderado por militares, contrário ao governo da República Velha e às elites agrárias). O Memorial abriga um acervo de 81 peças originais em exposição que conta a história da Coluna Prestes e seus integrantes, através de fotografias, documentos e objetos pessoais. Abriga também um Teatro de Bolso com capacidade para 87 lugares.
Visitas – acesso livre.

Monumento os Dezoito do Forte de Copacabana
image001Localização – em frente ao Memorial Coluna Prestes, Praça dos Girassóis.
Homenagem aos 17 militares e 1 civil que participaram da ação do Movimento Tenentista, que aconteceu no Rio de Janeiro, em 1922, no monumento aparecem 19 pessoas porque foi incluído o fotografo que registrou o fato. Na tentativa de derrubar o governo aristocrata, civis e militares planejaram um grande ato no Rio de Janeiro, então capital do país. Eles se rebelaram contra a oligarquia no país mantida pela República Velha. A escultura que carrega a bandeira é uma homenagem ao líder do levante tenente Siqueira Campos, com sua frase à frente do monumento “À Pátria, tudo se deve dar, nada se deve pedir, nem mesmo compreensão”. A calçada que abriga o monumento tem seu piso em forma de ondas que imitam a calçada da Avenida Atlântica no Rio de Janeiro, para melhor compor a cena foi feito um espelho d’água com fundo azul.

Monumento de Súplica dos Pioneiros.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Localização – em frente ao cruzeiro, Praça dos Girassóis.
São 7 esculturas em bronze (pai, mãe, filhos e um carneiro), a escultura maior mede 2,36cm. e a menor 71cm. A montagem que reverencia os pioneiros está voltada para o leste, em posição de agradecimento pela oportunidade de recomeçar a vida em novas terras, . o carneiro foi escolhido para expressar o sentimento religioso dos pioneiros.

Cruzeiro
IMG_7889.JPGLocalização – em frente ao Monumento de Súplica dos Pioneiros, Praça dos Girassóis.
Esculpida em pau-brasil pelo artesão Arnildo Antunes e instalada em 18 de maio de 1989, foi o primeiro monumento histórico erguido em Palmas e escolhido como lugar para a missa em ação de graças pelo Lançamento da Pedra Fundamental de Palmas, em 20 de maio de 1989. Por seu valor cultural foi tombado por decreto municipal em 2000.

Cascata
Localização – ala sul da Praça dos Girassóis.
A cascata ocupa uma área de 1200 m² , representa os rios e cachoeiras do Tocantins a formação das pedras que abrigam a cascata reproduzem a formação da Serra do Carmo e o visitante pode caminhar sobre as pedras, são três reservatórios com diferentes volume de água, à noite é um bonito espetáculo.

Mapa do Tocantins
Localização – ala norte da Praça dos Girassóis.
O calçamento em pedra portuguesa contornado pelos jardins tem o formato do Tocantins em terra é pouco perceptível, só pode ser observado com detalhes vista do alto. O Centro Geodésico – Rosa dos Ventos – está no centro do mapa.

IMG_7911Monumento a Bíblia
Localização – Em frente ao Palácio.
Instalado m 10 de dezembro de 2000, foi feito todo em granito preto, tem a escultura em forma de um homem elevando ao céu a Bíblia, com a escritura: “Deus enviou seu filho não para condenar, mas para salvar o mundo” (João 3:17).

IMG_7919Relógio do Sol
Localização – ala norte da praça, próximo ao pórtico leste do Palácio Araguaia, Praça dos Girassóis.
Uma obra bastante interessante projetada pelo arquiteto Silênio Martins Camargo com consultoria do físico do Observatório Nacional Marcomede Rangel Nunes. Com 6m. de altura e 60m. de diâmetro é o maior relógio horizontal de sol do Brasil, o mostrador no solo foi construído com pedras portuguesas, as linhas em cor preta indicam horas e meses. O ponteiro fixo tem 14m. de comprimento e o tubo (gnomo) que sinaliza a sombra das horas , está voltado para o sul. Durante a noite o relógio continua sendo uma interessante fonte de observação, pela haste do ponteiro podemos ver a constelação do Cruzeiro do Sul em um movimento que o ponteiro leva 1h. para girar em torno de seu próprio eixo.

O QUE VER FORA DA PRAÇA DOS GIRASSÓIS

Parque Cesamar e Casa Suçuapara64. PALMAS,TO#071-001.jpg
Localização – Área Verde 308 Sul, Av. NS 4, s/n – Plano Diretor Sul,
Horário – das 5h. às 22h.
Ingresso – gratuito.
Possui pista para caminhadas, trilha com 2 mil metros de mata típica do Cerrado, pista de skate, aparelhos de ginástica, equipamentos para a prática esportiva e espaços de diversão para crianças e adultos, bar, restaurante e um pequena represa onde as pessoas podem se refrescar. Também acontecem shows no local.
Casa Suçuapara ou Casa da Cultura – foi sede da primeira Prefeitura e Câmara Municipal de Palmas. Hoje, abriga o acervo histórico de Palmas como fotografias, documentos e mapas que retratam vários momentos históricos da capital. A Casa é sede da Associação dos Amigos do Patrimônio Cultural de Palmas (AAPCP) e a Academia Palmense de Letras (APL).

Parque dos Povos Indígenas64. PALMAS,TO#072-001.jpg
Localização – Avenida LO-04 com a NS-04, na quadra ACNE 11
Maior parque urbano do Brasil com extensão de 17km., visitação a partir da Praça da Árvore.

Fundação Cultural de Palmas.
64. PALMAS,TO#073-001.jpg
Localização – Av. Teotônio Segurado s/n.
Local de eventos, exposições, feiras, biblioteca, pequena área de rapel, amplo estacionamento. Abriga o Teatro Fernanda Montenegro com instalações modernas, climatizado, porte médio.

Praça Krano.
Localização – Praça dos Girassóis.
Réplica mostra a aldeia montada de forma circular com as casas ocupando igual distância uma das outras, na Praça Krano os índios tomavam a decisão da vida de seu povo.

Palacinho ou Museu Histórico do Tocantins
Localização – Quadra 112 Norte Avenida Ns 10 Lt 09. Entrada de Palmas pela Avenida JK.
Funciona na antiga sede do Poder Executivo do Governo do Tocantins, construído em madeira de jatobá foi o primeiro edifício construído em Palmas, está na parte mais alta da cidade, nele estão objetos característicos do estado: arquivos sobreo a implantação do estado do Tocantins e capital, elementos artísticos e arqueológicos, étnicos, tradicionais, naturais, fotos e um veículo usado pelo primeiro governador.

Ponte Fernando Henrique Cardoso
IMG_7941

A Ponte da Amizade e da Integração ou Ponte Fernando Henrique Cardoso, liga a cidade de Palmas ao distrito de Luzimangue, no município de Porto Nacional. A obra, constituída por 3 pontes e 4 aterros, faz a travessia sobre o Rio Tocantins, mais precisamente sobre o lago formado pela UHE Lajeado, o conjunto 8km. de extensão, foi construída no formato causeway, perde apenas para a ponte Hélio Serejo, localizada entre Bataguassu – MS e Presidente Epitácio – SP).

Feira do 304 SulP4010545.JPG
Localização – Avenida LO-5, 2 | Plano Diretor Sul. 
Como ir – carro, uber, táxi ou ônibus que sai da Praça dos Girassóis, Galeria Palma ponto 0024, Estação Krahô, às 11h30 e 12h.30. 13h.30, desça no ponto n.0193 e caminhe cerca de 7’ até a feira.
Quando ir – A Feira acontece nas terças e sextas-feiras, à partir das 17h.
Ainda tradicional, mas perdeu um pouco da característica turística, está instalada em dois pisos, local coberto com barracas de comida regional preparada na hora na vista do freguês, além de queijos, frutas, verduras, manteiga, paçoca, artesanato de capim dourado.
Diário de Bordo – O local tem estacionamento, mas está sempre muito lotado, o melhor é tomar um táxi ou Uber.

PRAIAS
Não estranhe o uso de redes em toda extensão das praias, é um sistema de proteção para evitar o ataque de piranhas. Usamos várias praias e não nos sentimos ameaçados, tudo muito tranquilo. Aproveite!

Praia da Graciosa.
64. PALMAS,TO#077-001

Localização – Av. NS-15 – Parque.
Como chegar – Carro, táxi ou Uber, transporte público use a linha 10, o valor da passagem é R$ 3.
Praia famosa entre turistas, mas pouco frequentada pelos locais para banhos (eles preferem a praia do Caju ou do Prata). Faz parte do represamento do Rio Tocantins pela Usina Hidrelétrica de Lajeado, seus 520 m. de praia bem arborizada, conta com bares e restaurantes à beira da lagoa. O local é bem indicado para uma caminhada no fim do dia ou acesso aos restaurantes que tem como especialidade peixes da região. Da margem se visualiza a Ponte da Amizade com seus 8km. de extensão. Um largo ancoradouro dá acesso ao aluguel de caiaque ou travessia até a Ilha do Canela.
Diário de bordo – todas as praias que estão fora da cidade podem ser acessadas com transporte público, desde que, você tenha tempo suficiente para isso. Na maioria das vezes é necessário trocar de ônibus e no final ainda fazer um bom trecho caminhando. Os motoristas de táxi e Uber relutam muito e quando vão cobram taxa extra, dizem que não vale a pena transportar passageiros molhados e com areia, além disso precisam transitar com o carro por um trecho de estrada de terra.

Five Senses64. PALMAS,TO#074-001
Praia particular do Five Senses Resort às margens do Tocantins, atravessando a Ponte Fernando Henrique Cardoso.

Praia do Cajuimage001-001
Como chegar – carro ou estando na Praça dos Girassóis tomar o transporte público n. 010 que sai da Galeria Bela Palmas (11h, 12h.15), Estação Javaé, lá trocar de para o ônibus 241 Estação Xambioá sentido Sul-Norte, no final é necessário caminhar ainda 40’. Portanto, não vale a pena tentar o transporte público. Local bastante procurado pelos tocantinenses, talvez por ficar um pouco longe da cidade e com isso a procura é menor.
Ponto positivo – águas calmas, rede de proteção contra ataque de piranhas, mesas e cadeiras dentro d’água ajudam a refrescar o calor de Palmas, os preços um pouco abusivos, mas quem quiser fazer piquenique também é uma opção. Os quiosques foram reformados e está com boa infraestrutura.
Ponto Negativo – esparsos uso de drogas, no final do dia fica na orla latinhas, copos e papel além daqueles que bebem além da conta e tornam-se inconvenientes.
Diário de Bordo – recomendo ir de carro, se optar por ir com Uber ou táxi faça a negociação antes, Uber quando chamado por aplicativo cobra taxa extra.

Praia do PrataP4010520.JPG
Como chegar – carro, táxi ou Uber, o transporte público não chega até o local.
Praia tranquila, os locais recomendam muito, na margem e dentro d´água foram colocadas barracas de sapê e cadeiras, não se preocupe com as piranhas, há rede de proteção para mantê-las longe das cadeiras. Atendimento bom e a pedida recomendável é o peixe frito.

Praia das Arnos
64. PALMAS,TO#076-001

Como chegar – carro, táxi, Uber,  o transporte público não chega até o local.
Praia popular, também com barracas e restaurantes é pouco frequentada por turistas. Recentemente passou por uma reforma e melhorou a infra estrutura. Boa para ir com a família durante o dia, mas nos finais de semana a noite não recomendo, muita gente, fica tudo muito confuso.

Praia dos Buritis
Como chegar – carro, táxi, Uber, o transporte público não chega até o local.
Acesso é bem distante, atualmente com melhorias na praia onde foram instalados bancos para descanso. O píer que entra na água é bem interessante e o pôr do sol com buritis dentro d´água é ideal para ótimas fotos. Os banheiros não estão em boas condições de uso.

Ilha do Canela
image001-002
Como chegar – O embarque é no Píer 1, da Praia da Graciosa.
Quanto custa – R$25,00 ida e volta por pessoa e pode ser pago também com cartão de crédito.
A Ilha do Canela é uma ilha artificial que se formou após o fechamento da barragem no Rio Tocantins, são apenas 3km. da margem do píer até a ilha. Os barcos a motor que partem do píer demoram cerca de 10’ até esse oásis de 45mil metros quadrados. Lá você encontra barracas com comida e bebida, sanitários, a água morna do lago é ótima para um banho e o entorno é todo cercado por redes para evitar a entrada de piranhas e arraias.

ONDE FICAR

Hotel Girassol Plaza.64. PALMAS,TO#078-001
Localização – Qd. 101 Norte Rua Ns a.
O único hotel 4 estrelas do Tocantins. Chuveiro, camas e travesseiros bons, atendimento idem. Frigobar, TV tela plana, piscina e restaurante com café da manhã variado.
O restaurante não acompanha as estrelas do Hotel, prato kid’s fraco e empratamento ruim, demora infinita no atendimento, cheguei a suspender um pedido após ver que todos as pessoas que estavam na minha mesa já haviam terminado e o meu prato mesmo com insistência não havia chegado, acabei tomando uma sopa.

ONDE COMER
Como ficamos apenas 2 dias em Palmas, usamos o Restaurante Marola, algumas lanchonetes para lanches e as demais refeições fizemos no Hotel Girassol Plaza.

Marola Bar e Restaurante64. PALMAS,TO#075-001.jpg
Localização – Orla 14, Al 08, Praia da Graciosa
Visual perfeito em um restaurante flutuante, atendimento cordial. Não é barato, mas vale pelo local, cerveja gelada e pratos fartos. Lotado nos finais de semana.
Especialidade – o carro chefe são os peixes, mas há outras opções bem interessantes: Galinhada, Peixada, Carne de Sol na Chapa, Filé na Chapa, Galinha Caipira e Tira Gosto
Algumas vezes música ao vivo à partir da 21:00 hrs.
Preços – nosso pedido para 2 adultos e 1 criança: entrada costela de tambaqui R$44,00, filé de peixe a dore R$125,00 + 2 cervejas + 2 refrigerantes + 1 sorvete = R$217,80
Diário de Bordobem bolada a disponibilidade de chapéus de pirata e quepes de marinheiro que ficam à disposição para fotos ao lado do timão com fundo para o Reservatório (lago) do Rio Tocantins

ATRATIVOS NO ENTORNO DE PALMAS  (até 90km.)

Taquaruçuimage001-003
Distância – 32 km do centro de Palmas, 60km. de Porto Nacional.
População – 4 739 habitantes.
Atrativos – Cachoeira do Roncador (70m. de altura), Cachoeira Escorrega Macaco (10m. de altura), Cachoeira do Evilson, Cachoeira do Vale do Vai Quem Quer, Cachoeira de Taquaruçu, Cachoeira do Sambaiba, Cachoeira Raizana,  Cachoeira Pequena, Cachoeira Rappel, Cachoeira Caverna, Corredeira Rio São João e o  Balneário Natureza.
Aqui os moradores são hospitaleiros, nunca tem pressa, tudo é tranquilidade, se tiver tempo suba até a Pedra do Pedro Paulo, foi um seminarista que estando em férias na cidade, todos os dias subia a serra para toar saxofone lá no topo, as canções eram ouvidas em todo o vale.

Porto Nacional – Patrimônio Histórico Cultural, tombado em 2008.image001-004
Distância – 52 km de Palmas.
População – 52.700 habitantes.
Atrativos – alberga 208 construções, destaque para a Catedral Nossa Senhora das Mercês, o Seminário São José, a Prefeitura Velha, o Colégio Sagrado Coração de Jesus, o Prédio do Abrigo João XXIII.
Festa – 24 de setembro dia da Padroeira da cidade, Nossa Senhora das Mercês.

Lajeado
Distância – 54 km de Palmas.
Atrações – na estrada: Morro do Leão, Morro do Segredo, Mirante da Serra do Lajeado, visita a sede da Usina Hidrelétrica Luís Eduardo Magalhães. Na cidade o Balneário Ilha Verde com lago para banho, quedas d’água, mata ciliar, cachoeira, balneário, artesanato, bares e restaurantes.

Paraiso do Tocantins
Distância – 60km. de Palmas às margens da Rodovia BR-14, hoje Belém-Brasília ou BR-153.
Atrativos – Serra do Estrondo com vegetação típica do cerrado, tem como atrativos o mirante, a capela e um cruzeiro.
Festa – Romaria da Serra do Estrondo, realizada na celebração da Paixão de Cristo.

Monte do Carmo
Distância – 89 km de Palmas.
Atrações – Igreja de Nossa Senhora do Carmo de 180, uma construção datada de 1801, de arquitetura simples, no centro da cidade. Igreja de São Gonçalo que fica no pé da serra do Carmo, era a igreja dos negros escravos, as ruinas resistem ao longo do tempo. Cidade com arquitetura do séc. XIX, ruas estreitas, casas simples.
Festas – Festa do Divino Espírito Santo; da padroeira, Nossa Senhora do Carmo; de Nossa Senhora do Rosário e de São Sebastião, sendo talvez a principal a que acontece no Domingo de Páscoa – a Folia do Divino (Festa do Imperador) – na qual  os foliões deixam Monte do Carmo e percorrem as cidades vizinhas, no chamado Giro das Folias. São 30 dias de visitas às fazendas para abençoar as famílias e recolher donativos para a festa. Depois eles retornam, e acontece o grande encontro das folias em homenagem ao Divino Espírito Santo, à Nossa Senhora do Carmo e do Rosário.

TOCANTINS

O Tocantins é o mais novo estado do Brasil, na bandeira e selo nacional é representado pela estrela Adhara.
Localizado na Região Norte – Planalto Central Brasileiro, tem a maior parte do solo em terreno plano com esparsos morros e serras.
Área – 277.600 km².
População – 1,550 milhões (2017).
Capital – Palmas.
Municípios – 139 cidades.
Origem do nome – “Tocantins” é derivado da língua Tupi e significa “bico do tucano”.
Clima – principalmente tropical seco. Composto por diversos biomas, destacam-se: cerrado, floresta tropical e floresta equatorial.
Estado – na constituição de 1988 desmembrou-se do Estado de Goiás e em 1989 foi oficialmente instalado na unidade.
História – foi ocupado por europeus por mais de 300 anos que aqui se instalaram a procura de ouro no final do séc. VXII, quando se defrontaram com os índios que aqui viviam e deixaram rastros de suas manifestações culturais, religiosas e tradições. Passado o ciclo do garimpo começou a criação do gado e produção agrícola e mais recentemente o turismo.
Turismo – o Estado é banhado principalmente pelos rios Araguaia e Tocantins, possui três importantes polos turísticos: Ilha do Bananal, a maior ilha fluvial do mundo; Jalapão conhecido

Foz Iguaçu e Iguazu c/ criança

FOZ DO IGUAÇU (PR)

 

Como chegarIMG-100
Avião – São Paulo/Guarulhos pela Gol, Latam ou Avianca 1h.45’ de voo; São Paulo Congonhas pela Gol ou Latam 1h.45’; Campinas Viracopos pela Azul 1h,25’; Rio de Janeiro Galeão pela Gol, Latam, Avianca 1h,45’; Curitiba pela Azul 1h.10’, Porto Alegre pela Azul 1h.20.
Distâncias de Foz do Iguaçu – 1.100 km de São Paulo, 1.500 km do Rio de Janeiro, 760 km de Curitiba, 930 km de Florianópolis, 900 km de Porto Alegre e 1.300 km de Buenos Aires.
Diário de Bordo – Nesta viagem 2 adultos foram em carro, 1 adulto e 1 criança de avião, assim tivemos a possibilidade de fazer vários passeios com carro sem ter horário fixo com agências de turismo. Ficamos no Hotel Villa Canoas, área central da cidade e com estacionamento. Como alguns passeios têm limite de idade e grau de dificuldade, dividi o post em duas partes: a primeira foi feita com João Pedro (10 anos) e a segunda parte sem ele.

Algumas distâncias urbanas 
Aeroporto x Cataratas Itaipu = 15km.
Centro x Mesquita Muçulmana = 2km.
Centro x Templo Budista = 8km.
Centro x Marco das Três Fronteiras = 10km.
Centro x Centro de Visitantes Cataratas do Iguaçu = 25km.
Centro x Cataratas Iguazu Argentina = 30km.
Centro x Itaipu Binacional = 9,5km.Terminal de transportes urbanos – TTU
Linha – 120 – Cataratas brasileiras, Parque das Aves, Vale dos Dinossauros, Maravilhas do Mundo, Ice Bar, Aquamania. Leva de 35’ a 40’.
Linhas – 101, 102 e 104 – Itaipu Binacional. Leva cerca de 1h.
Linha – 103 Porto Belo – Templo Budista. Leva cerca de 45’
Linha – 103 Jardim das Flores – Marco das 3 Fronteiras.
Linha – 40 e 115 da Rodoviária até o TTU, centro de Foz de Iguaçu
Linhas – 10, 35, 103, 107, 360 e 380 – Ponte da Amizade.1ª. parte (com criança)IMG_3533

PARQUE CATARATAS DO IGUAÇU
Patrimônio Natural da Humanidade e uma das Novas Sete Maravilhas da Natureza.
Localização – Parque Nacional do Iguaçu, PR.
Como chegar – de carro pela BR 469, Km.18, ou no ônibus 120 que sai do Terminal Central Urbano TTU, na Av. Juscelino Kubitscheck, 1385 e vai direto para as Cataratas – R$3,55 – percurso de 35’ a 40’, muito prático para quem está hospedado no centro.
Horário – das 9h, às 17h.
Tempo do passeio – 2h a 4h.
Acessibilidade – limitada.
Taxas – adultos R$41,00 (ingresso 28, transporte 11, fundo Iguaçu 2,). Crianças R$11,00 (somente transporte).
Passaporte 3 maravilhas – adultos R$93,45, crianças até 11 anos e idosos R$40,95.
Inclui: entrada nas Cataratas do Iguaçu, Visita Panorâmica em Itaipu, Entrada Marco das 3 Fronteiras, gratuidade no Eco Museu Itaipu, 50% de descontos no estacionamento dos atrativos, 10% de descontos nos restaurantes, serviços de fotografia e lojas de souvenires dentro dos atrativos.
Chegando ao Parque se dirija a bilheteria do Centro de Visitantes para comprar seu ticket de ingresso ou trocar seu voucher comprado via internet.
IMG_3549Embarque no ônibus panorâmico que leva até o início da trilha para as cataratas, durante o percurso há vários pontos de observação e no final esta a passarela que leva até o ponto máximo de visualização. O conjunto é composto por 275 quedas.  Na saída da trilha há um memorial a Santos Dumont, o restaurante Porto Canoas e uma lanchonete.
Diário de Bordo – água, calçado confortável, protetor solar e boné. Evite chinelo e lanche. Devido à presença de inúmeros quatis fica muito complicado tentar comer alguma coisa por ali, eles atacam vorazmente, da mesma forma, se você estiver com algum lanche na mochila eles vão sentir o cheiro e atacar, chegam a abrir bolsas para retirar comida.

FÓZ, Iguaçu, domingo-001
MACUCO SAFARI
Localização – Av. das Cataratas, Km 25.
Taxa – adultos R$238,10; crianças e idosos R$119,05, crianças até 6 anos não pagam.
O visitante percorre 2km. dentro da mata em transporte elétrico até o deck, o guia vai explicando detalhes da floresta. Há uma parada para aqueles que queiram fazer a trilha de 600m. caminhando até o local de embarque. No deck são fornecidos os equipamentos de segurança e começa a navegação em bote inflável.
Macuco Safari Seco – ele não atravessa queda d’água, sobe uma parte do leito do rio.
Macuco Safari Molhado – o visitante sai totalmente molhado, algumas pessoas curtem o passeio sem capa, preferem a emoção de passar sob a queda d’água vestidos e deixam roupas e sapatos em um locker pago, no piso inferior do deck. Este é mais interessante do que o seco.FOZ,go
Diário de bordo – evite sentar atrás do piloto, você não consegue enxergar a aproximação da queda d’água, o melhor é sentar na parte da frente do barco. Caso só tenha atrás do piloto, ceda o lugar para outras pessoas e aguarde na fila a próxima saída.

MACUCO SELVA
Taxa – adultos R$119,00; crianças e idosos R$59,50, crianças até 6 anos não pagam.
Percurso de 3km. em jipe elétrico, em seguida começa a caminhada de aproximadamente 600m. em trilha suspensa, no caminho observação do Salto Macuco, cachoeira com 20m. de altura. O passeio termina em uma estrutura com lanchonete, loja e banheiros, além de uma vista do Rio Iguaçu. Para essa caminhada é recomendável o uso de sapatos confortáveis, roupas leves, repelentes e o uso de protetor solar.MARCO DAS TRÊS FRONTEIRASimage001
Localização – Av. Gen. Meira, s/n – Jardim Eldorado
Obelisco que marca a divisa entre Brasil, Paraguai e Argentina.
Taxa – R$22,00, de 6 a 11 aos e idoso R$11,00, abaixo 5 anos grátis.
Horário – das 14h. às 23h., a bilheteria fecha às 22h.
Restaurante Cabeza de Vaca – das 16h. às 23h.
Inaugurado em 1903, abandonado por muito tempo e atualmente revitalizado marca o local onde se encontram as três nações: Argentina, Brasil e Paraguai e os Rios Iguaçu e Paraná. Antes do passeio há uma projeção de 12’ sobre o Cabeza de Vaca, primeiro homem branco que em 1542 viu as Cataratas do Iguaçu pela primeira vez. Os marcos se repetem em Ciudad Del Este e Porto Iguazu, com as cores das bandeiras de cada país.

PARQUE CATARATAS DO IGUAZU

IMG_137
Localização – Ruta 101, Km. 142, N-3370 Puerto Iguazú, Misiónes.
Como chegar em carro – 16km. da Avenida das Cataratas e Av. João Paulo II. Se optar por ir de carro terá de providenciar a Carta Verde que é feita na sua cidade por uma corretora de seguros, ou em Foz do Iguaçu. Uma C.V. de 3 dias, por exemplo, vai custar R$60,00 (preço março/2019), funciona como o nosso seguro contra terceiros em caso de acidentes nos países do MERCOSUL, não ter esse documento pode gerar multa. O acesso a Argentina, através do Parque Nacional Iguazú é feito por fronteira seca, ingressando pela Aduana é essencial os documentos pessoais (identidade, carteira de habilitação ou passaporte). Menores mesmo acompanhados por apenas um dos pais necessitam autorização, nem sempre eles pedem todos esses documentos, mas convém se precaver.
Se estiver em ônibus ele vai parar em frente ao portão de entrada, se estiver de carro pare no estacionamento (pago) e se dirija a bilheteriaIMG_101
Estacionamento carro – ao lado do Parque, pagamento junto com o ingresso, R$14,00.
Como chegar Ônibus – eles saem da Rua Mem de Sá, lateral ao TTU, são 4 viações (Crucero Del Norte, Celeste, 3 Fronteras e Itaipu), que fazem o trajeto. Tem somente um abrigo identificado com as bandeiras do Brasil e Argentina, partem do Brasil das 7h.30 até 19h.15 e voltam de Puerto Iguazu para o Brasil das 7h.30 às 20h.15. Como eles vão pegando passageiros ao longo do caminho você pode embarcar na Av. Jorge Schimmelpfeng ou Avenida das Cataratas. O trajeto inclui parada na imigração Argentina (ida e volta), quando é necessário descer na Aduana para se identificar e tomar o ônibus do outro lado da fronteira, lembrando que nem sempre será o mesmo ônibus, portanto, não deixe nada na poltrona.
Tarifa de ônibus – Brasil x Puerto Iguazu R$10,00 ida e volta e de Puerto Iguazu até as Cataratas, R$20,00 ida e volta.
Ingressos do Parque – adquirido na bilheteria do parque com pesos argentinos ou cartão de crédito, não são aceitos reais. Necessário apresentar documento de identidade ou passaporte.
Taxa de ingresso ao Parque – adulto R$56,00, crianças de 06 a 12 anos R$14,00 pesos e menores de 05 não pagam entrada.
Incluso no bilhete – Centro de Interpretação da Natureza, Circuito do Trem Ecológico da Selva, Trilha Verde, Passeio Superior, Passeio Inferior, Garganta do Diabo, Trilha Macuco e Salto Arrechea.FÓZ IGUAZU,sexta
Horário – na bilheteria das 8h. às 16h.30, podendo ficar no parque até as 18h.93a
Dentro do parque após circular e se ambientar procure a estação na área de serviços de onde sai o trem.
Trem – São 3.700km., o trem de locomotiva elétrica move-se a uma velocidade inferior a 20 km/h para evitar interferir com a fauna e o meio ambiente. O comboio parte da estação a cada 30’, leva em média 150 pessoas e geralmente tem fila. O último trem sai às 16h.93a493a593a6A estação intermediária é a que dá acesso as Cataratas (na estação final não se conhece as trilhas), a partir dela tem início as caminhadas pela trilha superior ou inferior até a Garganta do Diabo.
Passeio inferior – 350m. grau de dificuldade fácil, vista das quedas d’água de frente e laterais, saltos Alvear Nuñez, Chico e Dos Hermanas. Banheiros, praça de alimentação, bar Duas Irmãs na entrada do passeio.
Passeio superior – 750m. grau de dificuldade fácil, feito através de passarelas planas com vista panorâmica do Rio Iguazu, vários pontos de parada para visualização dos saltos: Bosetti, Adão e Eva, Barnabé Mendes, M-Biguá, Duas Irmãs e San Martín. Percorre os saltos e volta na estação para novamente tomar o trem e seguir em direção a Garganta do Diabo.93a393a193a2

Mirador da Garganta do Diabo

IMG_125 Permite chegar muito perto da queda com mais de 80m, ao se aproximar o barulho faz perceber a proximidade. Uma visão diferente daquela vista do lado brasileiro, a plataforma chega muito perto de onde a água despenca com uma força incrível, nem é possível ver até onde ela vai, a água cai com tanta força que provoca uma elevação de vapor que age como uma fumaça, é fantástica esta observação da força da natureza. A passarela vai estar cheia, cada “fotógrafo” querendo registrar o melhor ângulo e vários selfies.FÓZ IGUAZU,sexta
As Cataratas do Iguazu têm uma largura de 2,7 km, altura variando entre 60m. e 82m., sua média de fluxo de água de 1.800 m ³/s. Resultado de uma erupção vulcânica, dois terços das Cataratas estão do lado Argentino. Suas imagens fizeram parte de alguns filmes: “A Missão”,” Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal “,” Mr. Magoo e ” Miami Vice “.
Diário de Bordo – Leve filtro solar, boné, tênis (não vá de chinelo), câmera fotográfica. Se levar lanche deixe para comer durante o trajeto no trem, assim não será incomodado pelos quatis. Nas lanchonetes o preço é abusivo, R$12,00 um refrigerante e R$8,00 garrafa pequena de água. Não é necessário capa de chuva leve. Fizemos as duas trilhas e Garganta do Diabo em 5h.30.
Infelizmente os fotógrafos profissionais estão alocados no melhor ângulo para fazer fotos e vender aos turistas.
Importante – não alimente os animais silvestres que vivem no entorno como quatis e lagartos, são potencialmente agressivos.

Trilha verde – Sendero Verde – dentro do parque a trilha atravessa um banhado em meio à floresta subtropical e permite o acesso até a estação das cataratas e o começo da caminhada pela trilha superior ou inferior. Área habitada por macacos, aves e animais silvestres.

Trilha Macuco e Salto Arrechea – dentro do parque, trilha selvagem auto-guiada com 7km. (ida e volta), termina em uma piscina natural logo abaixo do salto. O trajeto atravessa território de macacos, que podem ser vistos aos grupos nas copas das árvores. Acesso das 8h. às 15h., dependendo do clima e aprovação do parque.

DUTY FREE ARGENTINOimage001-001.jpg
Como chegar – as agências de turismo fazem pacote saindo às 18h.30 e retornar às 21h.
Com carro próprio Ruta Nacional 12 km. Puerto Iguazú, Misiónes, fronteira Argentina.
Ônibus: veja o trajeto para as Cataratas de Iguazu e desça após passar pela imigração e vá a pé, fica ao lado da Aduana.
Lojas com marcas como Nike, Givenchy, Mac, Yves Saint Laurent e Dior. O local não é muito grande, mas é bastante confortável e bem montado. Aceita real, dólar ou peso argentino, o melhor é comprar em peso argentino desde que leve a moeda já trocada em alguma casa de câmbio no Brasil, geralmente a cotação é melhor.
Diário de Bordo – para comprar no Paraguai e Argentina indico instalar o aplicativo “currency”, de uso fácil e rápido. Cada pessoa tem direito a uma cota individual alfandegária de U$300, assim disso a taxa é de 50% do valor do produto adquirido.

ITAIPU BINACIONALIMG_7755
Usina Hidrelétrica de Itaipu é binacional localizada no Rio Paraná, na fronteira entre o Brasil e o Paraguai. A barragem foi construída pelos dois países entre 1975 e 1982.
Na maioria dos passeios é proibido bolsas e mochilas grandes e as bolsas pequenas serão revistadas. Alguns passeios com vagas limitadas precisam ser agendados.

ITAIPU PANORÂMICAjocely     jocely     jocely     jocely     jocely     jocely
Horário – todos os dias das 9h. às 17h.
Duração do passeio – 2h.
Taxa – adulto R$42,00, idosos e crianças acima de 6 anos R$21,00.
A visita panorâmica é feita em ônibus aberto que mostra o vertedouro, topo da barragem em vários ângulos, no percurso o visitante pode ter ao vivo a observação de parte da barragem que tem 7.919m. de extensão por 196m. de altura máxima.

ITAIPU ECOMUSEU
Horário – terça a domingo das 10h. às 19h.
Duração do passeio – 1h.
Taxa – entrada livre.
O museu foi criado com a intenção de mostrar o período pré-histórico em Foz do Iguaçu até a construção da usina em Itaipu com uma de 76m2.

ITAIPU ILUMINADAIMG_3598
Horário – sexta e sábado às 20h.30
Duração do passeio – 1h.30’
Taxa – adulto R$45,00, idosos e crianças acima de 6 anos R$22,50.
O espetáculo acontece no Mirante Central, de onde se tem uma visão de toda a barragem, uma trilha sonora acompanha a iluminação que vai acontecendo aos poucos até completar com os 747 refletores e 112 luminárias que dão uma ideia da extensão de quase 8km. da barragem.
Diário de bordo – Passeio com vagas limitadas.

ITAIPU KATTAMARAN DIAkatamaran dia
Horário – todos os dias
Duração da navegação – 1h., tempo total 1h.45’
Taxa – adulto R$60,00, idosos e crianças acima de 6 anos R$30,00.
Navegação pelo lago de Itaipu, para contemplação do reservatório. Kattamaran com boa estrutura de atendimento ao usuário.
Diário de Bordo – Passeio com vagas limitadas.

ITAIPU KATTAMARAN POR-DO-SOLIMG_7803-001
Horário – todos os dias.
Duração do passeio – 1h.30’
Taxa – adulto R$45,00, idosos e crianças acima de 6 anos R$22,50.
Navegação pelo lago de Itaipu a bordo do kattamaran com 35m. de comprimento e capacidade para 200 passageiros. Um excelente pôr do sol vai acompanhar a navegação. Servido suco natural de boas-vindas e lanchonete aberta durante todo o período de navegação.
Diário de bordo – Passeio com vagas limitadas. Se estiver com criança peça para fazer foto na cabine de comando, elas adoram colocar o quepe do capitão para a foto.

ITAIPU KIDSimage001
Horário – sexta a domingo
Duração do passeio – 3h.
Taxa –R$80,00.
Somente para crianças de 6 a 13 anos que serão supervisionadas pelos monitores, não entram acompanhantes. Passeio com vagas limitadas.
Uma mini-cidade em escala infantil chamada Ecovila, onde são realizadas atividades recreativas, gincana, carrinhos robóticos operados pelo celular, acionamento por ar comprimido de foguetes do Pólo Astronômico.

ITAIPU POLO ASTRONÔMICO CASIMIRO MONTENEGRO FILHO – NOITE
Horário – terça a domingo
Duração do passeio – 2h.30’
Taxa – adulto R$30,00, idosos e crianças acima de 6 anos R$15,00.
Planetário, observatório e plataforma de observação a olho nu, réplica em miniatura de sondas e naves espaciais, protótipos de planetas e simuladores do sistema solar.
Diário de bordo – Passeio com vagas limitadas.

ITAIPU POLO ASTRONÔMICO CASIMIRO MONTENEGRO FILHO – DIAimage001-002
Horário – terça a domingo
Duração do passeio – 2h.30’
Taxa – adulto R$30,00, idosos e crianças acima de 6 anos R$15,00.
Planetário, observatório e plataforma de observação, réplica em miniatura de sondas e naves espaciais, protótipos de planetas e simuladores do sistema solar.
Diário de bordo  – Passeio com vagas limitadas.
ITAIPU REFÚGIO BIOLÓGICO BELA VISTA
Horário – terça a domingo – das 8h.30 às 15h.30, de hora em hora.
Duração do passeio – 2h.30’.
Taxa – adulto R$30,00, idosos e crianças acima de 6 anos R$15,00.
Orientação – O acesso ao passeio é através do Centro de Recepção de Visitantes da Itaipu.
São 2km. de caminhada leve em meio a floresta nativa até o local que abriga 50 espécies de animais, entre eles jaguatirica, quati, jacaré, urubu-rei e serpentes e 960 espécies de plantas, todos esses elementos estão protegidos pelo Refúgio.

VALE DOS DINOSSAUROSimage001-003
Localização – Av. das Cataratas, n.8.100, km.14, Remanso Grande
Horário – diariamente das 8h. às 18h.
Tempo de visita – 45’.
Dinossauros animatrônicos que se movem e fazem sons ao longo de uma área que reproduz uma paisagem de milhões de anos atrás. O maior protótipo é o Tiranossauro Rex, que mede 20 m. de comprimento por 14m. de altura.

image001-004MUSEU DE CERA DREAMLAND
Localização – km. 14, Av. das Cataratas, 8100 – Vila Yolanda.
Horário – diariamente das 8h. às 22h.
São 80 personalidades em tamanho real. Entre elas: Elvis Presley, Tom Cruise, Amy Winehouse, Mister Bean, Frank Sinatra, Will Smith, Michael Jackson, Santos Dumont, Albert Einstein, Papa Francisco, Papa João Paulo II, além de várias outras. As réplicas deixam a desejar, talvez tenha um relativo interesse para as crianças, já que elas não conhecem todos os personagens. Os ingressos geralmente são comprados do sistema “combo” com outras atrações já que o museu não é interessante.

PARQUE DAS AVESIMG_1287
Localização – Av. das Cataratas, 12450 – Vila Yolanda
Como chegar – carro sentido cataratas, estacionamento (R$20,00).
Ônibus – linha 120 Parque Nacional, vai para as cataratas, mas faz parada em frente ao Parque das Aves.
Horário – todos os dias das 8h.30 às 17h.
Taxa – R$45,00, maior idade e acima de 9 anos R$22,00, grátis para crianças abaixo de 8 anos.
Reúne mais de 1.400 aves de 150 espécies que nasceram no parque ou foram resgatadas de traficantes ou maus tratos. Corrupião (você pode alimentá-los no Backstage Experience), Árvore da Vida, Sala dos Filhotes, Ilha dos Papagaios, Flamingos, Viveiro Floresta, Mutum, Jacutinga (ameaçada de extinção), Mutum de Alagoas (extinto na natureza desde a década de 70), Aves de Rios e Mangues, Sucuris, Lago dos Jacarés, Jiboia, Harpia, Urubu Rei, Periquitário, Tucanos (interior de um ninho através de uma câmera), Arara Azul, Periquito-Cara-Suja, Viveiro das Araras, Borboletário, Corujas, Túnel do Tempo, Encontro das Araras.
Restaurante dos Flamingos – local para um descanso, bebidas e lanches.

MESQUITA MUÇULMANA OMAR IBN AL-KHATABIMG_3623
Localização – Rua Meca, 599 – Jardim Central
Horário – Segunda a sexta, das 9h. às 11h.30 e das 14h. às 17h.30 / Sábado, das 9h. às 11h.30.
Após 2 anos de construção foi inaugurada em 1983, o nome é uma homenagem ao homem mais íntegro e predestinado da história muçulmana. A arquitetura foi inspirada no segundo maior centro sagrado do islamismo, a Mesquita de Al Akssa, em Jerusalém. 93a8.jpg A área construída é de 600m2., sendo que a área ocupada pela sala oval é de 400m2., está orientada em direção a Cidade Santa de Meca, indicação esta de acordo com o Mihrab na parede posterior da Mesquita. Possui 2 minaretes com 15m. de altura que são avistados ao longe. O salão é todo atapetado na cor azul, nas paredes quadros com versículos do Corão (livro sagrado dos muçulmanos). Não é permitido atravessar o salão, há entrada é limitada por um cercado baixo.
Diário de Bordo – retire os sapatos ao entrar, não é permitido entrar de bermuda, saia curta ou roupa decotada, na entrada eles fornecem lenços para cobrir a cabeça.

TEMPLO BUDISTA CHEN TIENIMG_3577.JPG
Localização – R. Dr. Josivalter Vila Nova, 99 – Jardim Califórnia.
Como chegar – ônibus linha 102 em direção a Itaipu, saltar na estrada principal e vir andando (peça ao motorista para parar perto do templo). Na volta tem um ônibus que vai até o Terminal Rodoviário da cidade.
Horário – terça a domingo, das 9h.30 às 16h.30. Culto aos domingos das 9h. às 11h.30.
Tempo de visita – 1h.30’
Taxa – gratuito.
Loja – souvenires, água, símbolos budistas, imagens, velas e cartões para deixar mensagem no templo e incenso que pode ser queimado no incensário do templo.
Templo Budista de Foz do Iguaçu foi construído em 1996 por comunidades chinesas da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina. O templo de dois andares Santuário Ksitigarbha tem na porta a palavra ORBI, que significa Ordem Budista, as 18 estátuas de Arahants que estão na área interna foram trazidas da China, são consideradas guardiãs do templo. Na parte superior do templo existem cinco estátuas de Buda que representam principalmente a alegria, a sorte e a saúde e da sacada podem ser avistados o Rio Paraná, Ponte da Amizade, Ciudad Del Este, Ilha Acaray e parte da cidade de Foz do Iguaçu. Em frente ao templo estão os Amitabha, 108 estátuas de cerca de 2,5m. de altura que foram confeccionadas no próprio local e alinhadas em direção ao por-do-sol, representam a reencarnação de Buda na terra, uma das mãos representa boas vindas e a outra energia positiva. 93a9.jpgA réplica em concreto do Buda sentado de 7m. de altura é Mi La Pu-San, representa a doutrina budista e dá as boas-vindas logo na entrada. O jardim é muito bem cuidado e ideal para quem tem tempo para meditar, no centro está o Buda Amithaba, Buda Celestial com 10m. de altura, por razões religiosas o acesso a ele não é permitido, mas pare em frente a ele e entoe o mantra NAMO AMITUOFO, ajuda a eliminar seus sofrimentos, aflições e atrair riqueza, longevidade, saúde e harmonia.
Na lateral externa do templo está o Buda Shakyamuni — Sidarta Gautama, deitado indica seu estado de Nirvana. Espalhados pelo jardim estão 4 seres iluminados (boddhisatvas), representando as principais qualidades de um Buda: Samantabhadra representa a grande virtude (amor) e está sentado sobre um elefante; Manjushri sentado sobre um leão representa a grande sabedoria; Ksitigarbha do grande voto para salvar todos os seres; Avalokiteshvara mais conhecida por seu nome chinês Kwan Yin, representa a grande compaixão.
Para espantar os maus espíritos estão de olhos abertos os Leões de Buda (Rui Shi, em chinês) ou Leões Fo (Foo).
Diário de Bordo – não é permitido tocar nas estátuas, subir nas plataformas nem fotografar o interior do templo. Mantenha silêncio em respeito à religião.

ONDE FICAR

Hotel Villa Canoas
Localização – Avenida República Argentina, 926 – Centro
O custo benefício do Villa Canoas não tem como contestar, está perto do terminal de ônibus urbano e internacional, mercado, restaurante, lanchonete, farmácia, Av. Brasil., garagem fechada um pouco difícil manobrar carro grande, agência de turismo, café da manhã incluído farto e variado, apartamento luxo e standard – ficamos no standard – cama e banho a contento. 93a11Não tem elevador, o wi-fi é razoável, nem sempre tem alguém na recepção, principalmente nas primeiras horas da manhã.
Diário de bordo – Não fique no térreo, é passagem para o café da manhã.

Hotel Manacá69
Localização – Martins Pena, 269 – Centro
Deixa a desejar quanto ao custo/benefício, dependendo do horário atendimento com pessoal de pouco preparo para a função. Café da manhã bom servido das 6h. às 10h., wifi, estacionamento no pátio, playground, carrinho para levar bagagem sem funcionário para conduzir até o quarto. São 176 apartamentos com várias opções de preços, todos com cama box, ar condicionado, frigobar, mobiliário decadente, roupa de cama limpa mas puida, travesseiros baixos, está perto do terminal de ônibus TTU e do super mercado Muffato que serve refeições, Churrascaria Gaúcho, agência de turismo e câmbio.
Diário de Bordo – verifique se a porta do frigobar está fechando, em nosso quarto estava avariada e não gelava, avisamos a administração e nenhuma providência foi tomada, então evite o aprtamento 307. A porta do elevador não estava fechando bem e muitas vezes ficava travado no 2º. Andar.

LOCAIS INTERESSANTES PARA COMER EM FOZ DO IGUAÇU

Churrascaria Gaúcho $$93a12.jpg
Localização – Avenida República Argentina, 632, Centro.
São 12 tipos de carnes e sempre tem alguma carne exótica (o faisão temperado com alecrim é excelente). Buffet livre com 22 pratos frios e 24 pratos quentes. O bar é bem completo, cadeira para bebê, acesso para cadeirantes, aceitam cartões. Atendimento um pouco lento por parte dos garçons que servem as bebidas, mas a carne vem com um bom serviço. Final de semana e alta temporada geralmente têm fila de espera.
São 3 unidades: “Vila Portes”, Avenida Carlos Gomes, 769, Vila Portes que atende de segunda a domingo das 11h. às 16h. “República”, Avenida República Argentina, 632, Centro que atende de segunda a domingo das 11h.30 às 23h. “Marechal”, Rua Marechal Deodoro, 644, Centro que atende de segunda a sábado das 11h. às 22h. e domingo até 15h.30.

Almanara Doceria Arabe $
Localização – Rua Meca, 568 – em frente à Mesquita.
Horário – segunda a sexta das 8h. às 18h.30 e fechado sábado e domingo (confirmar).
Doces árabes deliciosos, aproveite para levar para casa o biscoito amanteigado e bolo de semolina.
Diário de Bordo – Visite a doceria antes ou depois da visita à mesquita.

Castelo Libanês $$
Localização – Rua Vinícius de Morais, 520  – três quadras da Mesquita
Horário – terça a domingo abre ás 12h. e fecha entre 16h.30 até 18h., depende do fluxo de clientela.
Amplo cardápio com pratos libaneses compostos de entrada, prato principal e combos. Durante a semana A La Carte, pratos individuais. Experimente o prato mix com 2 espetinhos de kafka.

Express PizzariaIMG_20190328_202546565
Localização – Avenida Brasil,152
Pizza em vários sabores, massa fina e crocante, carta de vinho modesta, cerveja gelada, local agradável com ar condicionado ou mesa na calçada. Atendimento bom.

Seu Bar
Localização – Avenida Brasil, 132
Local para comida caseira barata a kg. ou Self Service, não tem muita variedade. Há um cardápio com lanches e bebidas. Ambiente com ar condicionado ou mesas na calçada, o atendimento é bastante gentil.

Super Mercado Muffatto $
Localização – Rua Martins Pena, 1565.
Self-Service com almoço básico, tudo muito fresco, tempero leve. Lugar ideal para comprar água e petiscos para os passeios e se você estiver com criança pode pedir no quiosque do McDonald’s. Além disso tem estacionamento, casa de câmbio e caixa eletrônico.

Brasa Burguer Shopping Catuaí Palladium $
Localização – Avenida das Cataratas, área de alimentação do shopping.
Fast food, hambúrguer tradicional ou opção de carne de cordeiro acompanhado de molho chimichurri. Prato executivo vem carne acompanhada de arroz, farofa, feijão, salada e fritas. Atendimento demorado.
Diário de bordo – Uma parada para quem está voltando das cataratas com crianças.

Pop Art + Black Cat Café $
Localização – Rua Edmundo de Barros, 257
Opção para vegetarianos e veganos e mesmo que você não seja adepto vai gostar muito das opções encontradas aqui e o local é bastante agradável.

2ª. PARTE
CATARATAS DO IGUAÇU – ADULTO

MACUCO SAFARI + CACHOEIRISMOimage001
Taxa – Adultos R$357,10; idosos R$178,55.
O visitante irá percorrer uma trilha de 2km conduzido por um transporte elétrico em meio à mata. A descida é feita pelo Salto Macuco em rapel de 20 m., seguida de uma trilha de 600 m. até chegar a um deck de madeira onde possui loja de souvenir, banheiro, vestiário. O deck dá acesso para o passeio de barco.

MACUCO SAFÁRI + RAFTING
Taxa – R$357,10.
O passeio começa com o Macuco Tradicional e depois de parada para banho no Salto Três Mosqueteiros é feito o novo embarque no cais do rafting que começa com uma descida em bote inflável pelas corredeiras do Rio Iguaçu, sempre monitorado por um condutor de atividade de aventura que fornece toda orientação sobre segurança. Depois do rafting o barco desliza sobre as águas calmas do Rio Iguaçu. A idade mínima para realização do rafting é 14 anos.

PARQUE CATARATAS DO IGUAZUIMG_3704.JPG
Isla San Martin – o acesso é feito no embarcadouro do Passeio Inferior. Desaconselhável para crianças e idosos, depende das condições climáticas e não tem sanitário ou local para compra de água ou alimento.
Duração – 2 h. Se as condições estiverem favoráveis a primeira saída é às 9h.30 e a última às 15h.30. Retorno da ilha às 16h.30.

ITAIPU ILUMINADA COM JANTAR
Complemento opcional da Itaipu iluminada, termina no Restaurante Barrageiros com músicas tradicionais e interação dos barrageiros contando “causos” da época da construção. O jantar inclui buffet de entradas, saladas, guarnições, pratos quentes e sobremesas. As bebidas estão inclusas no serviço.
Orientação – passeio com vagas limitadas.
Horário – sexta e sábado às 20h.30.
Duração do passeio – 3h.15’
Taxa – adulto R$139,00, idoso R$116,50

ITAIPU ESPECIAL
Passeio pelo interior da usina, observação do rotor de uma das unidades geradoras que pesa 1milhão e 700mil kg. (equivalente a 1.000 carros de grande porte), sala de comando central onde trabalham brasileiros e paraguaios.
Orientação – documento original e com foto, roupas com comprimento abaixo dos joelhos, calçado fechado e sem salto, proibido uso de mochilas e bolsas. Passeio com vagas limitadas, permitido fotografar. Somente permitido acima de 14 anos de idade.
Horário – todos os dias
Tempo de visitação – 2h.30’
Taxa – entre R$82,00 a R$128,00 por pessoa, dependendo do período.

 

Bonito/MS, com João Pedro

Vamos fazer algumas considerações inicias deixando mais adiante as informações detalhadas sobre os passeios (alguns podem estar em mais de uma categoria), onde ficar e comer para o final. Os preços atualizados você encontra no www.atrativosbonito.com.br/precos.
IMG_250PASSEIOS URBANOS – Projeto Jibóia, Aquário Municipal, Fábrica de Cachaça Taboa, Casa do Vidro.
FLUTUAÇÃO – Aquário Natural Baía Bonita, Barra do Sucuri, Nascente do Sucuri, Lagoa Misteriosa, Nascente Azul, Parque Ecológico Rio Formoso, Recanto Ecológico Rio da Prata, Praia da Figueira, Abismo Anhumas.
CACHOEIRAS – Estância Mimosa, Rio do Peixe, Ceita Corê, Parque das Cachoeiras, Boca da Onça, Cachoeiras Serra da Bodoquena.
GRUTAS – Lago Azul, São Miguel, São Mateus, Abismo Anhumas.
BALNEÁRIO – Praia da Figueira, Nascente Azul, Rio Formoso, do Sol, Ilha Bonita, Ilha do Padre ou Porto da Ilha
AVENTURA – Bóia Cross, Quadriciclo, Arvorismo, Lobo Guara Bike Adventure, Cavalgada e Rapel
MERGULHO – Lagoa Misteriosa, Rio Formoso, Abismo Anhumas, Rio da Prata, Praia da Figueira, Lagoa da Capela.
CONTEMPLAÇÃO
– Aquário, Taboa Fábrica de Encantos, Projeto Jibóia, Buraco das Araras, Nascente Rio Sucuri.
PANTANAL – Day use na Fazenda San Francisco
BONITO/MSIMG_028
Localização – Região Centro-Oeste no estado de Mato Grosso do Sul, sobre o Planalto da Bodoquena (popularmente Serra da Bodoquena), e a depressão do Miranda.
Área – 4.934 km²
Altitude – 315m.
Clima – tropical, temperatura variando entre 25º. a 30ºC. No verão e 15º. a 20ºC no inverno, verão chuvoso com inverno seco.
Fundação – 2 de Outubro de 1948.
População – 20.825 habitantes
Atividades econômicas – turismo, pecuária, agricultura e mineração.
Distância de Campo Grande – 290km.
Origem – viviam aqui formas primitivas de vida que habitavam o mar, alguns desses seres eram algas que se transformaram em sedimentos calcários, eles se depositaram no fundo do mar formando as pedras cinzas das cavernas da região.
Rios – água de gosto salobro, cristalina que nasce sem interferência de argila, isolada pelas pedras calcárias que agem como filtros.
Vegetação – cerrado típico do Brasil Central, mata ciliar protegendo os rios.
Fauna – característica da Serra da Bodoquena. São conhecidos na região 340 espécies de aves, 195 mamíferos e 50 peixes. O pássaro símbolo de Bonito é o Udu que vive nas matas ciliares da região.
Cavernas – úmidas, algumas com lagos, são escuras e acomodam seres, entre eles o morcego que tem papel fundamental na disseminação das sementes para dentro das cavernas favorecendo a cadeia alimentar. Apresentam espeoleotemas variados.
História – Inicialmente 56 léguas de campo denominado Fazenda Rincão Bonito pertencia a Euzébio que teve sua família dizimada pelos índios Kadiwéu e fugiu para São Paulo vendendo suas terras para Luis da Costa Leite Falcão em 1869 que por sua vez dividiu a área: Poção, Cachoeira, Anhumas e Lageado. Falcão é considerado o desbravador e fundador de Bonito, sendo o primeiro escrivão e tabelião da localidade.
Quando ir – Bonito pode ser visitado o ano todo, mas os melhores preços estão na baixa temporada, longe das férias. Em julho é frio, mas é o auge da visibilidade para a flutuação, não chove e água esta absolutamente transparente. Para as férias de dezembro/janeiro a água não deve estar tão transparente e a possibilidade de chuva é maior, quando isso ocorre os passeios ficam suspensos, no entanto, bom quem gosta de cachoeiras, apreciar a vegetação e a possibilidade de ver animais é maior já que tem alimento de sobra.
Como chegar
São Paulo x Bonito = 1.176,5km. pela BR-267, aproximadamente 13h.30 de viagem.
Campo Grande x Bonito = 300km. BR-060
Aeroporto Bonito x Cidade = 14km.
IMG_7469.JPGAvião – vôo saindo pela LATAM e GOL (Congonhas ou Guarulhos, Goiânia e Brasília), ou até Campo Grande e depois um carro alugado até Bonito. A vantagem é que vôos para Campo Grande têm maior diversidade de horários, são mais baratos e você já fica com o carro para fazer os passeios em Bonito. A desvantagem é ter de enfrentar 300km. saindo de Campo Grande.
Avião – vôo pela AZUL decola de Campinas/Viracopos e pousa em Bonito, os preços não são muito baratos, mas é muito cômodo. Os vôos vão e voltam às quartas-feiras.
IMG_7476Para sair do aeroporto – A Hertz e Unidas tem guichê no aeroporto, mas o carro deve ser contratado com antecedência, van compartilhada sai mais barato, mas já deve estar contratada junto a sua agência de turismo e demora mais para chegar ao destino ou vá até a cidade de táxi mais caro e mais rápido.
Vans saindo de Campo Grande – entre em contato com a agência de turismo escolhida, geralmente eles já tem um esquema para apanhar o turista no aeroporto de Campo Grande.
Carro – saindo de sua cidade vá até Campo Grande pela BR-267 e depois Bonito. O trajeto mais curto é por Sidrolândia, Nioaque, Guia Lopes da Laguna até Bonito em pista simples com pouco movimento.
Ônibus – se chegar a Campo Grande de ônibus, tome outro para Bonito, vai levar cerca de 6h. com a empresa Cruzeiro do Sul.
O que fazer em Bonito
A maioria dos passeios são feitos com guias, pois estão em propriedades particulares com acesso controlado. Fazer turismo em Bonito não é barato e não adianta procurar melhores preços, não tem concorrência, tudo é tabelado. Consulte:  (www.atrativosbonito.com.br/precos). Para os balneários não é preciso contratação de agência, dá para ir por conta própria, mas nem por isso é mais barato. É quase impossível fazer todos os passeios em uma só temporada, procure mesclar flutuação, fazenda, gruta e assim conhecer um pouco das opções que a cidade oferece.

Projeto Jibóia (passeio urbano)
IMG_066K.JPG
Localização – trajeto pavimentado, cerca de 1km. da Praça da Liberdade (Praça Piraputanga)
Idade – passeio para todas as idades, abaixo de 16 anos devem estar acompanhadas.
Horário – 19h.
Tempo de visita – 2hs. em média.
Levar – câmera fotográfica e dinheiro (camiseta, água).
A atração é uma palestra interessante sobre esses répteis, mas pode ser um pouco cansativa para os pequenos. Durante a palestra há uma desmistificação da serpente, esclarece e faz perder o medo, depois uma sessão de fotos com a jiboia no pescoço.
Dica – se quiser sentar na frente e ser um dos primeiros a ser fotografado, chegue com antecedência, entregue o seu voucher e receba uma senha numerada.

Aquário de Bonito (passeio urbano)

Localização – Rua Vinte e Quatro de Fevereiro, 2083, perto da Agência Sucuri.
Idade – sem restrição.
Horário – aberto todos os dias, fecha às 22h.
Tempo da visita – 1h. a 1h.1/2.
Levar
– máquina fotográfica.
Inclui – interação com as arraias e piraputangas.
Passeio com acompanhamento de guia. Aquários com os peixes que são encontrados em Bonito: dourados, pacus, pintados, peixe-cobra, peixe-cachorro, peixe albino e principalmente as piraputangas.
Dica – nas terças, quintas e sábados às 20h. é possível acompanhar a alimentação dos peixes.

Fábrica de Cachaça Taboa–Ateliê Taboa Fábrica de Encantos (passeio urbano).

Localização – região urbana, a 700m. do Bar Taboa.
Idade – acima de 5 anos.
Horário – a partir das 16h., não abre aos sábados e domingos.
Tempo de visita – 1h.
Levar – câmera fotográfica e dinheiro (camiseta, água, cachaça como souvenir).
Reserva – compre voucher nas agências de turismo ou diretamente no local.
A cachaça Taboa mistura mel, guaraná em pó, canela e ervas naturais ou ainda com acréscimo de guavira ou café, a receita é guardada a sete chaves pela proprietária. Ao final há degustação com mais de 20 sabores e chás feitos com ervas do jardim também com visitação. Durante a visita são dadas informações sobre cultura local e produção da bebida.

Aproveite para comprar a cachaça, nem todas elas estão disponíveis na cidade e fique à vontade na área de degustação.Para dar oportunidade ao desenvolvimento profissional a empresa trabalha com jovens que fabricam objetos e animais de barro que são vendidos na cidade.

Casa do vidro (passeio urbano).
image001
Localização – Rua Afonso Pena, 587 – Centro.
Idade – sem restrição.
Horário – a partir das 8h. de segunda a sexta-feira.
Tempo de visita – 50’.
Dica – se estiver com crianças fique atento, tem vidros por todos os lados e não estão muito organizados.

Aquário Natural – Baía Bonita (flutuação).This photo is taken by AllWinner's v3-sdv
Localização – Rodovia Bonito – Guia Lopes da Laguna, Km 7, s/n .
Rio – Baía Bonita
Distância – 7km. sendo 5km. sem pavimentação
Idade
– não há limite, crianças menores que não conseguem flutuar vão no barco de apoio acompanhadas de um adulto.
Horário – manhã ou tarde.
Tempo da visita – 2h.30
Levar
– roupa de banho, toalha, máquina subaquática, dinheiro para consumo local. Repelente e protetor solar somente depois da flutuação.
Inclui – máscara, snorkel, roupa de neoprene e calçado.

Opção mais recomendada para uma primeira flutuação, fauna e flora colorida. São grupos de até 9 pessoas em cada horário. As roupas e pertences ficam em armário trancado e o grupo passa por uma ducha, depois caminha 15’ até a nascente. O percurso de flutuação é de 900m. sempre acompanhado de guia e barco de apoio a remo. Depois do passeio o grupo fica livre para trocar de roupa, almoço (opcional), banheiro, piscina, hidromassagem, área verde, “almofadário”.

Barra do Sucuri (flutuação).image001
Localização – Rodovia Bonito, Fazenda América.
Rio
– Sucuri.
Distância – 17km., sendo 7,8km em estrada não pavimentada
Idade
– crianças acima de 5 anos, as menores vão no barco de apoio.
Tempo da visita – aproximadamente 2hs.
Levar
– roupa de banho, toalha, máquina subaquática, dinheiro para consumo local. Repelente e protetor solar somente depois da flutuação.
Inclui – máscara, snorkel, colete, roupa e sapatilha de neoprene.
Percurso no curso do rio sem visita a nascente. As roupas e pertences ficam em armário e o grupo caminha por uma trilha de 200m., embarca em um barco a remo por 25’, então um a um vai descendo do barco e se apóia em um deque flutuante, depois é só deixar a correnteza levar rio abaixo, a visibilidade é excelente, há jardins submersos com grande diversidade de peixes. O retorno pode ser também na embarcação o passeio termina quando o Rio Sucuri se encontra com o Rio Formoso. Depois do passeio o grupo fica livre para trocar de roupa, almoço (opcional), banheiro com chuveiro elétrico, piscina, hidromassagem, área verde, redário. O rio Sucuri tem uma das águas mais claras do mundo.
Diferença entre Barra do Sucuri e Nascente do Sucuri – Os dois passeios são realizados no mesmo rio: na Nascente o passeio começa na nascente do rio e na Barra não vai até a nascente, o atrativo é o encontro do Rio Formoso com o Sucuri e não vai até a nascente do rio.

Nascente do Sucuri (flutuação).
This photo is taken by AllWinner's v3-sdv
Localização – Fazenda São Geraldo, RPPN São Geraldo (Reserva Particular do Patrimônio Natural).
Rio – Sucuri.
Distância – 18km., sendo 8km. sem pavimentação
Tempo de flutuação – 1h.40’, 1.800m.
Idade
– recomendado à partir dos 5 anos, menores podem ir no barco de apoio.
Levar – roupa de banho, toalha, máquina subaquática, dinheiro para consumo extra. Repelente e protetor solar somente depois da flutuação.
Inclui – máscara, snorkel, colete, roupa de neoprene e calçado.

As roupas e pertences ficam em armário e antes de iniciar a flutuação o guia dá um período de adaptação em piscina, depois o grupo embarca em camionete adaptada até o início da trilha que tem 400m., cerca de 30’ para ser percorrida em meio à mata ciliar, na nascente está o deck de acesso ao rio com correnteza leve e o acompanhamento de barco de apoio, ao final está o veículo para levar até o receptivo com chuveiro elétrico, piscina com cascata, redário, parquinho, pomar, loja de souvenir. O Rio Sucuri está entre as 10 águas mais cristalinas do mundo e a mais cristalina do Brasil.

Passeio complementar – passeio a cavalo e bike a partir de 8 anos

Lagoa Misteriosa (flutuação).
image001
Localização – Rodovia MS 178 Sentido Bonito a BR 267 Jardim/Porto Murtinho Zona Rural, Jardim – MS.
Rio – faz parte do Complexo Turístico Rio da Prata (início do passeio).
Distância – 54km.
Idade
– a partir dos 8 anos.
Tempo da visita – aproximadamente 1h.30, considere meio período.
Levar
– calçado fechado no tornozelo com solado anti derrapante para a trilha (obrigatório), roupa de banho, toalha, máquina subaquática. Repelente e protetor solar somente depois da flutuação.
Inclui – máscara, snorkel, colete salva vida para quem não vai fazer apnéia, não inclui roupas de neoprene porque a água está sempre em torno de 24º.C.
O grupo usa os banheiros para trocar de roupa e depois seguem o instrutor por uma trilha de 600m., parando no mirante para uma foto, começa uma descida de 180 degraus até o deck de acesso a flutuação circular, depois de flutuar há a opção de fazer apnéia, nesse passeio é permitido nadar e bater os pés. Mergulho com cilindro deve ser contratado previamente junto a agência de turismo e para iniciantes somente até 10m., mais profundidade só com certificação. O retorno é feito por uma trilha de 500m. diferente da ida. A profundidade conhecida até hoje é de 220m., visibilidade de 40m. No meio do lago estão duas boias suspensas por um cabo preso em rocha, serve para ajudar a descida e subida e ajuda muito como sustentação para fazer fotos.
Dica – este passeio só esta disponível de outubro a abril quando a água fica transparente, no restante do ano a água fica verde e turva devido a procriação de algas.

Nascente Azul (flutuação)
Localização – Rodovia Bonito Bodoquena Km 22.passeios em bonito msRio – Lago da Capela.
Distância – 33km. sendo 8km. sem pavimentação
Idade – crianças menores que não conseguem fazer o passeio, nesta modalidade não há o barco de apoio acompanhando.
Tempo da visita – 2h.
Levar
– roupa de banho, toalha, máquina subaquática, dinheiro para consumo local. Repelente e protetor solar somente depois da flutuação.
Inclui – roupa de neoprene, máscara, snorkel, e papete. Algumas agências incluem colete salva vidas.
Feito check in o grupo caminha por 20’ até onde está o equipamento e são dadas as orientações, depois são mais 10’ até o deck de adaptação e em seguida o grupo passa para o deck de acesso dando início a flutuação na nascente, para quem aprecia apnéia ela poderá ser feita na nascente e ao final um veículo leva todos de volta ao receptivo onde é permitido o uso da área de lazer com lago, piscina com água da nascente, tirolesa, redário. O banheiro tem chuveiro elétrico e o almoço é opcional.
Passeio complementar – mergulho com cilindro no Lago da Capela, Balneário Lago da Capela, Adventure que inclui tirolesa, quick jump e/ou pêndulo humano, serviço de fotografia digital.

Parque Ecológico Rio Formoso (flutuação).IMG_410C.jpg
Localização – Rodovia Bonito Guia Lopes da Laguna, km.7 .
Rio – Formoso.
Distância – 7km. , sendo 2km. sem pavimentação.
Idade
– acima de 7 anos.
Tempo da visita – 1h.30
Levar
– roupa de banho, toalha,chinelo, dinheiro para consumo local. Repelente e protetor solar somente depois da flutuação.
Inclui – roupa de neoprene bota, colete salva vida, máscara e snorkel. As roupas podem ser deixadas em armários com chave, o monitor leva o grupo até o local de início da flutuação informando algumas regras.
Neste trecho o Rio Formoso é mais largo, fundo e agitado. A flutuação é mais rápida por conta da correnteza e é possível praticar apnéia, mas por conta da correnteza a água não é tão transparente e tem poucos peixes. Para este passeio também é necessário adquirir o voucher em agência de turismo isso porque os grupos não podem passar de 8 pessoas por horário. Após o passeio o visitante poderá almoçar (opcional), usar lagoa com tirolesa, deck para banho, stand up e outros brinquedos, área com cadeiras, mesas e guarda sol.
Passeio complementar – tirolesa, deck para banho de sol, stand up, área com cadeiras e guarda sol, cavalgada, bóia cross. Mergulho com cilindro no Rio Formoso operado pela Bonito Scuba e passeio de bike Lobo Guará deverá ser contratado por empresa fora do Parque.

Recanto Ecológico Rio da Prata (flutuação).IMG_410.jpg
Localização – Sair de Bonito pela MS178/MS382 (vai passar na frente do Centro de Convenções), seguir pela MS 178 por 50 km até chegar à BR 267, virar a esquerda, sentido Jardim, por mais 2 km, entrar na placa para o Recanto Ecológico Rio da Prata, Fazenda Cachoeira do Prata.
Localização – Fazenda Cachoeira do Prata.
Rio – Córrego Olho D’água.
Distância – 54km. de Bonito sendo 15 km. sem pavimentação. Há outro trajeto totalmente pavimentado, mas são mais 50km.
Idade – entre 4 e 7 anos podem flutuar na área da nascente acompanhada por responsável e depois retornar a sede. Para cadeirantes é necessário um guia exclusivo.
Tempo da visita – meio período, aproximadamente 3h.30
Levar
– roupa de banho, toalha, máquina subaquática, dinheiro para consumo local. Repelente e protetor solar somente depois da flutuação.
Inclui – máscara, snorkel, roupa, bota de neoprene e colete salva vidas. As roupas e pertences ficam no carro e o guia oferece saquinhos plásticos para guardar este material que e será usados após a saída do rio. O percurso inicial de 2.200m. é feito por trilha que leva em média 50’, no trajeto são vistas árvores de grande porte e eventualmente algum animal. A trilha termina no deck de adaptação, o guia entra com o grupo até um limite com pedras onde ainda é permitido colocar os pés no chão, a partir daí é só flutuação até um deck submerso para a observação das insurgências (popularmente vulcão). São 1800m. até o encontro do Córrego Olho D’Água com o Rio da Prata, quem quiser pode continuar flutuando por mais 600m. ou entrar no barco para finalizar o passeio que leva até onde estão os pertences. O veículo leva o grupo ao local de partida. No receptivo: chuveiro elétrico, restaurante, redário, loja de souvenir.
Passeio complementar na fazenda – cavalgada a partir de 6 anos, observação de aves,
mergulho com cilindro no Rio da Prata (batismo), Mergulho com cilindro na Lagoa Misteriosa (batismo, básico ou avançado, de acordo com a credencial do visitante);

Rio da Prata (flutuação, mergulho)
Localização – MS 382/178, sentido aeroporto.
Distância – 54km.
Duração do passeio – meio período, mergulho 40’.
Idadea partir dos 10 anos, restrição para mulheres grávidas.
Categorias permitidas – 1) Batismo (sem credencial), com profundidade máxima de 8 metros; 2) Autônomo básico (Open Water Scuba Diver), com profundidade máxima de 18 metros; 3) Autônomo avançado (Advanced Open Water Scuba Diver), com profundidade máxima de 25 metros.
Levar – roupa de banho, tolha e dinheiro ou cartão para consumos extras.
Incluso – seguro contra acidentes, instrutor de mergulho e equipamentos de mergulho necessários.
Informação – O grupo embarca em barco com motor elétrico por 600m. para dar início ao mergulho que é feito em duplas, com duração média de 40’.

Eco Park Porto da IlhaIMG_783.JPG
Rio – Formoso
Distância – 13km.
Idade – consulte cada passeio
Tempo de Visita – depende das atividades escolhidas.
Inclui – dependendo da atividade capacete e colete.

O atrativo oferece uma grande variedade de passeios e atividades: Passeio de Bote, Passeio de Duck no Rio Formoso, Slackline, Boia Cross e Stand Up Paddle Surf. Depois das atividades de aventura, os visitantes podem relaxar na área de balneário e almoçar no restaurante do Porto da Ilha, com comida bem simples.

Dica – no passeio de bote se não quiser sair parcialmente molhado leve uma capa de chuva leve ou adquira lá. Se adquirir o cartão de fotos do passeio de bote, confirme se as fotos realmente estão no cartão.

Abismo Anhumas – (flutuação c/ rapel, mergulho).
Localização – Estrada para o Campo dos Índios, Fazenda Anhumas.
Rio – lago submerso.
Distância – 23,5km. sendo 20km. sem pavimentação
Idade
– acima de 10 anos.
Tempo de visita – 3h.
Rapel – 72m., equivalente a um prédio de 26 andares.
Preparação – café da manhã reforçado, leve água e lanche, use roupa confortável e quente, calça maleável, bota ou tênis, meias longas, agasalho porque lá dentro faz frio. Roupas longas e leves para evitar atrito das cordas com a pele, roupa de banho, toalha, repelente, protetor solar.
Fotos – a caverna é grande e escura, para usar tripé é necessário autorização prévia.
Inclui – equipamento para o rapel, para mergulho com cilindro é necessário alugar equipamento na cidade.
A caverna é do tamanho de um campo de futebol e no fundo um lago com água cristalina. A única possibilidade de acesso é o rapel seguido de flutuação e/ou mergulho.
O treinamento é obrigatório e deve ser feito na sede do passeio próximo a Praça da Liberdade e só após esta avaliação é marcado dia e horário de comparecimento. A descida é feita de dois em dois a fenda é estreita no início e vai se alargando mais ao fundo, são 72m. até o deck com espaço suficiente para a pessoa colocar a roupa de flutuação, primeiramente é feito um passeio em torno do lago que tem mais ou menos 18m. de profundidade e após a flutuação o passeio pelas partes secas da caverna é feito em bote, terminada esta etapa todos voltam ao deck para trocar de roupa e iniciar a subida também de dois em dois. Na saída a equipe de apoio ajuda a retirada do equipamento terminando assim o passeio. Não há local para compra de alimentação, banheiro químico.
O mergulho com cilindro é permitido somente para pessoas com certificado e no máximo 4 mergulhadores/dia.

Estância Mimosa Ecoturismo (cachoeira).image001
Localização – Rodovia MS-178, S/n – Zona Rural, Bonito.
Distância – 24 km. de Bonito.
Idade – a partir dos 3 anos.
Tempo da visita – meio período.
Levar
– roupa de banho, toalha, calçado fechado, máquina subaquática, dinheiro para consumo local. Repelente e protetor solar somente depois da flutuação.
Inclui – colete salva vidas, bóia salva vidas nos deques, materiais de primeiros socorros na trilha e na recepção, guia credenciado.
Não inclui – almoço no fogão à lenha, cavalgada (a partir de 6 anos), observação de aves.
O passeio é realizado em meio à mata ciliar por trilha interpretativa em uma RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural). Na recepção o visitante é apresentado a toda infra estrutura, seguindo em trilha com seus próprio veículo cerca de 2.800m (ida e volta), o trecho de barco a remo é de 500m. São 8 locais para banho em cachoeiras com piscinas naturais, algumas com pequenas grutas em uma delas há uma plataforma de 6m. para salto dentro do poço. Toda a trilha é percorrida sobre passarela suspensa, e há vários pontos com mirantes que dão vistas para a Serra da Bodoquena. Junto ao estacionamento estão vestiários e depois há a opção do almoço típico servido na antiga casa de madeira da fazenda com varanda, fogão a lenha (recomendado porque este local fica longe de Bonito), rede, bica d’água, lago com aves capivaras e jacarés, horta orgânica, horta de ervas medicinais, mini museu com objetos antigos da fazenda e se tiver disposição vá até o Morro da Santa.

Cachoeiras do Rio do Peixe (cachoeira).IMG_487.JPG
Localização – Fazenda Água Viva.
Rio – do Peixe.
Distância – 35 km. de Bonito.
Idade – sem restrição
Tempo da visita – dia todo
Levar
– roupa de banho, toalha, máquina subaquática, dinheiro para consumo extra (não aceita cartão de crédito). Repelente e protetor solar somente depois da flutuação.
Inclui – guia credenciado e almoço.
Não inclui – colete salva-vidas.

Pela manhã o grupo faz uma trilha de 1.000m. aproveitando piscinas naturais para banho, grutas submersas, cachoeira e um trampolim de 4m. sobre um poço. A volta é feita pelo mesmo caminho em trilha dentro da mata. O almoço regional é servido e depois de um descanso nas redes os visitantes percorrem mais 800m. para visitar outra cachoeira e fazer tirolesa. O dono da fazenda, Sr. Moacir costuma chamar as araras e macacos para que os visitantes possam interagir e fazer fotos.

image001Fazenda Ceita Corê (cachoeira).
Localização – Rod. Bonito Bodoquena, Km 30.
Rios – Chapena e Chapeninha.
Distância – 38,6 km. de Bonito, sendo 8 sem pavimentação
Idade – sem restrição
Tempo da visita – dia todo
Levar
– calçado fechado, roupa de banho, toalha, máquina fotográfica, dinheiro para consumo local. Repelente e protetor.
Inclui – guia, colete salva vidas, passeio de barco pelo lago, máscara e snorkel, almoço e lanche.
O visitante é recebido por um funcionário que apresenta a infraestrutura existente e o guia de turismo que o acompanhará durante as atividades, é servido um lanche e seguem em seus veículos por uma trilha de 1.800m. na mata ciliar do Rio Chapeninha. São 6 paradas para banho em piscinas naturais com tirolesa em uma delas e cachoeiras. Na volta a da fazenda oferece: piscina, redário, quadra de vôlei e salão de jogos e a tarde o guia reúne todos para conhecer a nascente do Rio Chapena dentro de uma caverna alagada de 158 metros de profundidade que joga suas águas no lago em frente à sede, é permitido mergulho superficial e flutuação com máscara e snorkel. Após esta atividade é servido um lanche. Ceita Corê, em Tupi Guarani significa “Terra de meus Filhos”.

Parque das Cachoeiras (cachoeira).
Rio – Mimoso
Distância – 17km. de Bonito
Idade – sem restrição
Levar – roupa de banho, toalha, calçado fechado, câmera fotográfica, dinheiro para consumo local. Repelente e protetor solar.
Inclui –  colete salva vidas, bóia salva vidas nos deques e guia credenciado.
Opcional – almoço no fogão à lenha.
Receptivo com orientação sobre o passeio, neste momento há opção de colete salva vidas. Uma camionete adaptada leva o grupo até o início da trilha de 800m. dentro da mata ciliar com paradas em 6 cachoeiras com piscinas naturais, uma delas com tirolesa. Na volta o almoço em fogão a lenha é servido na sede.

Boca da Onça Ecotur (cachoeira).BONITO (209) 2009  24-03-09 15-18-55.JPG
Localização – saída pela MS -778.
Rio – Salobra.
Distância – 61,7 km. de Bonito sendo 15km. sem pavimentação
Idade – a partir dos 7 anos, porém com bom desempenho em trilhas e escadarias
Tempo da visita – o dia todo
Levar
– roupa de banho, toalha, calçado fechado, câmera fotográfica, chapéu ou boné,  dinheiro para consumo local. Repelente e protetor solar.
Inclui – guia de turismo, bóia salva vidas nos deques, material de primeiros socorros, guarda volume e almoço incluído.
Opcional – Rapel com plataforma de 90m. com de descida no vale da Boca da Onça, sem apoio para os pés, parte de uma estrutura metálica de 34m, com avanço 15m. sobre o precipício.

Após recepção com café de boas vindas o grupo segue para o início da trilha em um veículo adaptado, são 4.000m de trilha em mata preservada, passando por 10 cachoeiras, a principal delas Cachoeira Boca da Onça tem 156m. de altura é a mais alta do Estado de Mato Grosso do Sul. Durante o percurso há parada para banho nas cachoeiras e piscinas naturais do Rio Salobra. Como o trajeto é longo, no meio do caminho há um quiosque com local de descanso, bar, sanitário e enfermaria. Parada interessante no Buraco do Macaco, onde o turista pode atravessar uma grande rocha para chegar até a cachoeira. Na volta a subida é por uma escadaria com 886 degraus, terminando no mirante do rapel com a vista da Serra da Bodoquena e cânyon do Rio Salobra. À volta até a sede da fazenda é no próprio carro, lá é servido o almoço regional em fogão a lenha, depois é só aproveitar a piscina, salão de jogos e redário.
Dica – a dificuldade fica por conta dos 886 degraus para voltar à sede.

Cachoeira Serra da Bodoquena (cachoeira).image001
Localização – Rodovia MS 178, Bodoquena.
Rio – Betione.
Distância – 75km. de Bonito.
Idade – sem restrição
Tempo da visita – meio período ou período inteiro
Levar
– roupa de banho, toalha, calçado fechado, câmera fotográfica, repelente, protetor solar, dinheiro ou cartão para consumos extras. Não é permitido o uso de chinelos ou calçados abertos para a trilha
Inclui –
almoço guia de turismo, bóia salva-vidas em cada deque.
Opcionais – locação de colete salva-vidas e papete (calçado para água) Não é permitido consumo de bebidas alcoólicas, fumar ou lanchar durante o passeio nem entrar na fazenda trazendo bebidas ou comidas. Na sede há espaço gramado, cadeira de descanso, balneário, tirolesa, bar, quadra de vôlei de areia, caiaque, bóia cross, passeio nas grutas.
Após chegar e receber os equipamentos os visitantes seguem por uma trilha de 2500m (mesma distância para volta), no trajeto estão 8 locais para banho em cachoeiras com piscinas naturais, algumas com pequenas grutas. O Rio Betione apresenta mata ciliar com árvores de grande porte, as cachoeiras são ricas em tufas calcárias e na última parada há uma área maior de banho com tirolesa e bote. Depois disso margeando o rio por 550m. está a última cachoeira com águas claras e rasas onde é feito o embarque para o passeio em bote, descendo o rio até o balneário. O grupo volta para a sede onde é servido o almoço e aproveitar as piscinas.

Gruta do Lago Azul (caverna)IMG_252.JPG
Localização – saída pela MS-382.
Distância – 21,7 km., sendo 12km. sem pavimentação.
Idade – a partir dos 5 anos, restrição a pessoas com problema de pressão, cardíacos e dificuldade ao caminhar.
Acesso a gruta – 200m. de escada.
Profundidade do lago – 87m. são conhecidos, mas não se sabe de onde vem a água.
Tempo da visita – meio período, aproximadamente 1h.20’.
Levar – tênis ou calçado fechado com solado de borracha, roupas leves, câmera fotográfica e/ou filmadora, repelente, protetor solar, blusa leve com manga comprida se for sensível a frio, dinheiro para consumo extra.
Inclui – capacete, touca higiênica.
Opcionais – lanchonete, locação de papete e sapatilhas para descida na cavidade.
A descida desde a entrada da gruta é íngreme em escada com corrimão feita em pedra calcária. São feitas 4 paradas de observação e informação sobre estalactites, estalagmites e demais formações. Não há acesso direto ao lago a última plataforma fica a 10m. de distância.
Foi tombada como Monumento Natural pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1978, é o principal cartão de visitas de Bonito, foi descoberta por um índio Terena em 1924. O local não pertence a particulares, é do governo federal por se tratar do subsolo, com interferência estadual e administração municipal. Seu teto é repleto de espeleotemas, aqui foram encontrados alguns ossos de animais extintos que habitavam a região há 12.000 anos, como o bicho-preguiça gigante e tigre dente-de-sabre. O lago abriga camarões albinos que só existem aqui e para ser preservá-los é evitado o contato com a água, as pessoas podem levar poluentes, repelente e filtro solar prejudicando o eco sistema.
A gruta possui dimensões que a tornam uma das maiores cavidades inundadas do planeta, a cor azulada é pela incidência do sol e presença de minerais no fundo do lago, quanto mais sol, mais intenso é o azul. Para se chegar ao lago é necessário descer 300 degraus (equivale a um prédio de 12 andares), o acesso nunca ultrapassa a 15 pessoas por grupo, que vão descendo alternadamente e há um limite de 305 pessoas/dia.

Dica – Faça reserva antecipadamente, o número de visitantes diários é controlado. Caso a visita seja  no período chuvoso considere levar uma capa de chuva leve, dentro da gruta pode haver gotejamento nesse período. Capacete com dificuldade de adaptação na cabeça, sem trava no queixo.

Gruta São Miguel (caverna)IMG_321.JPG
Localização –  Reserva Natural Parque Ecológico Vale Anhumas.
Distância – 18,2 km., sendo 10km. sem pavimentação
Idade – a partir dos 5 anos, restrição para pessoas com  dificuldade ao caminhar.
Acesso – ponte pênsil com 180m. e trilha.
Tempo da visita –1h.30’.
Levar – tênis ou calçado fechado com solado de borracha, roupas leves, câmera fotográfica e/ou filmadora, repelente, protetor solar, dinheiro para consumo extra.
Inclui – capacete e lanterna.

Início com vídeo de 8 minutos com explicações sobre a origem da gruta. Acesso de 200m. é feito por trilha e pontes suspensa, bem marcada, sem dificuldade. Dentro da gruta percurso entre estalactites, estalagmites e outras formações. O salão central é grande e alto com ampla variação de espeleotemas. Eventualmente o ninho da coruja do gênero Suindara pode estar habitado, mas os morcegos na saída da gruta com certeza estarão lá. Trajeto monitorado por guia. Passeio que pode ser conciliado com a Gruta do Lago Azul.
Dica – das 3 grutas visitadas,  aqui foram fornecidos os melhores capacetes com trava no queixo.

Gruta São Mateus e Museu Cultural Kadiwéu (caverna)IMG_209
Localização – Continuação da Avenida Brasil
Distância – 4 km., sendo 3km sem pavimentação
Idade – a partir de 5  anos, restrição para pessoas com  claustrofobia.
Acesso – 320m. dentro da mata
Tempo da visita –1h.30’.
Levar – tênis ou calçado fechado com solado de borracha, roupas leves, câmera fotográfica e/ou filmadora, repelente, protetor solar, dinheiro para consumo extra.
Inclui – capacete, lanterna e luvas.

O acesso é feito em meio à mata com árvores centenárias e escada suspensa. Grau de dificuldade médio para este passeio, em alguns trechos de passagem estreita entre os salões é necessário abaixar a cabeça. Alguns locais têm pouca luz, deve-se ter cuidado ao caminhar, a saída da gruta não é a mesma da entrada. No mesmo local há um pequeno museu com objetos antigos da região.

Buraco das Araras (contemplação).IMG_644.JPG
Localização – Jardim/MS
Distância
– 54km., sendo 3km. sem pavimentação.
Idade – sem restrição de idade.
Tempo da visita – 1h.
Opcional  – observação de aves.
Levar – obrigatório uso de tênis ou sapato fechado, água, repelente, protetor solar, boné se o dia estiver ensolarado, câmera fotográfica e binóculos.

A maior dolina da América Latina com 500m. de circunferência e 100m. de profundidade. A trilha de acesso é de 970m. dentro de uma Reserva Particular do Patrimônio Naural-RPPN. São 2 mirantes de observação onde se pode visualizar e ouvir o som de quase uma centena de araras vermelhas (ali vivem entre 40 a 50 casais), e outras espécies de pássaros vistos principalmente ao amanhece e entardecer. Entre janeiro e abril os filhotes aprendem a voar, mas não há um horário preciso para visualizá-los, no decorrer do dia os grupos de araras se revezam e podem ser visto em menor quantidade também. O contraste do arenito vermelho com a coloração forte das araras dá um belo efeito para fotos e aqui também se instalaram grupos de maritacas que fazem revoadas.
Dica – estivemos no mês de julho e a quantidade de araras era muito grande.

Balneário Praia da Figueiraimage001
Localização – Rod MS-178, Km 14
Rio – Formoso
Distância – 15km. sendo a maior parte sem pavimentação
Idade
– todas as idades.
Capacidade – 690 pessoas
Horário – abre às 8h. e fecha às 18h.
Tempo da visita – Day use
Levar – roupa de banho, toalha, protetor solar, repelente, dinheiro ou cartão para consumo.
Infraestrutura  – restaurante e bar, banheiros, guarda-vida
Opções – flutuação, cama elástica, caiaque, pedalinho, tirolesa, biribol, aluguel de colete salva vidas, snorkel e máscara.
Dica – evite finais de semana, como o balneário tem capacidade para 690 pessoas vai estar lotado e com fila para as atividades.

Balneário Nascente Azul
Rio – do Peixe
Distância – 31km.
Idade
– todas as idades, com restrição ao Aqualoko para crianças com mais de 120cm.
Tempo de deslocamento – 1h.
Horário – abre às 8h. e fecha às 17h.
Tempo da visita – Day use
Levar – roupa de banho, toalha, protetor solar, repelente, dinheiro ou cartão para consumo.
Infra estrutura – restaurante, lanchonete e banheiros,
Opções – Circuito Aqualoko com pontes suspensas, piscina ecológica, prainha, vôlei de areia e cascata para hidromassagem natural, carretilha molhada no lago, espaço para relaxar, observação da natureza e capela. Para o passeio de flutuação é necessário comprar ingresso em agência de turismo com antecedência.

Balneário Municipal
Localização – saída pela MS-382/178, primeira rotatória á esquerda.
Rio – Formoso.
Distância – 7km. sendo 1km. sem pavimentação.
Idade
– todas as idades
Horário – abre às 8h. às 15h.30.
Tempo da visita – Day use.
Levar
– roupa de banho, toalha, protetor solar, repelente, dinheiro ou cartão para consumo.
Infraestrutura – restaurante e lanchonete, banheiros, 4 guarda vidas.
Opções – piscina natural rasa, espaço para flutuar junto às piraputangas, curimbas e dourados, observação de araras vermelhas e macacos pregos. Quadra de vôlei, futebol de areia, aluguel de quiosque com churrasqueira, aluguel de coletes salva vidas e câmera subaquática.
Dica – é o balneário mais barato, por isso vai sempre estar muito cheio. Verifique junto à agência de turismo se já está concluída a reforma.

Baneário do Solimage001
Localização – saída pela Avenida Brasil
Rio – Formoso
Distância – 12km, sendo 2km. sem pavimentação.
Idade
– todas as idades.
Horário – abre às 8h. e fecha às 17h.
Tempo da visita – Day use
Levar – roupa de banho, toalha, protetor solar, repelente, dinheiro ou cartão para consumo.
Infraestrutura  – restaurante e lanchonete, banheiros, redário, churrasqueira coberta com mesas e cadeiras de uso livre. Guarda-vidas.
Opções – tirolesa, trampolim, xadrez gigante, tênis de mesa, vôlei no rio, futebol de areia, parque infantil, aluguel de colete, máscara e snorkel.
Local para passar o dia, flutuar entre os peixes da região e usufruir da pequena cachoeira, sem dúvida o balneário com mais atrações para o turista e por ali circulam araras e macacos pregos.

Baneário Ilha Bonita
Localização – Rodovia do Turismo, km 8 – Fazenda Ilha Bonita
Rio – Formoso
Distância – 12km.
Idade
– todas as idades, com restrição.
Horário – abre às 8h. e fecha às 17h.
Tempo da visita – Day use.
Levar
– roupa de banho, toalha, protetor solar, repelente, dinheiro ou cartão para consumo.
Infraestrutura  – restaurante, banheiros, redário, guarda vidas.
Opções – pontes de madeira, trilhas, 2 tirolesas, piscinas com profundidade média e funda, aluguel de colete salva-vidas e churrasqueira. Possui hospedagem
Dica – a atração é quando a sineta é tocada perto da ponte e os peixes se aproximam para serem alimentados pelos turistas.

Boia Cross Cabanas (aventura)

Localização – Rodovia Bonito Guia Lopes, s/n
Rio – Formoso
Distância – 6km.
Idade
– a partir dos 6 anos, restrição para gestantes e pessoas acima de 120kg ou que não saibam nadar.
Tempo do passeio – 1h.
Levar
– roupa de banho, toalha, protetor solar, repelente, calçado que ao molhar não caia do pé, câmera fotográfica subaquática, dinheiro ou cartão para consumo.
Infraestrutura – banheiros e lanchonete.
Inclui – seguro contra acidentes, equipamentos de primeiros socorros, colete salva vidas e capacete.
Opções – serviço de fotografia digital, no inverno aconselha-se a locação de roupa de neoprene.
Este passeio é uma descida de 1.200m. pelo Rio Formoso em bóias passando por 6 quedas d’água. O trajeto é feito com instrutor, mas pode acontecer da bóia virar em alguma corredeira o que torna o passeio divertido e o monitor ajuda voltar para a bóia.

Arvorismo Cabanas (aventura)

Localização – Rodovia Bonito Guia Lopes, s/n
Rio – Formoso
Distância – 6km.
Idade
– a partir dos 6 anos e adultos em boas condições físicas. Restrição para gestantes, recém operados, cardíacos e pessoas com mais de 120kg,
Tempo do passeio – 2hs.
Trecho a percorrer – 300m. de trilhas suspensas.
Levar
–tênis, camiseta de gola fechada e manga, bermuda ou calça que possa molhar, toalha, roupa seca, câmera fotográfica, repelente, elástico para prender o cabelo, dinheiro ou cartão para consumo.
Infraestrutura – banheiros e lanchonete.
Inclui – equipamentos de primeiros socorros.
Antes do início há um treinamento para familiarização com o equipamento. São 18 estações que passam por 300m. com altura variando entre 4 a 15 m. do solo, entre árvores preservadas. As dificuldades são gradativas: entre árvores, postes e duas tirolesas com 55m. e 60m. cada uma que cai no Rio Formoso. Este passeio também pode ser feito a noite, com o circuito levemente iluminado.

Arvorismo Ybira Pe (aventura).
Localização – Sitio Ybira Pe
Rio – Formoso.
Distância – 7km., sendo 5km. sem pavimentação
Idade
– a partir 1,20m. e adultos em boas condições físicas, com menos de 100kg.
Tempo do passeio – meio período.
Trecho a percorrer – m. de trilhas suspensas.
Levar
–tênis, camiseta de gola fechada e manga, bermuda ou calça que possa molhar, toalha, roupa seca, câmera fotográfica, repelente, elástico para prender o cabelo, dinheiro ou cartão para consumo.
Infraestrutura – banheiros e lanchonete.
Inclui – capacete, touca higiênica, equipamentos de segurança para o trajeto.
Antes do início há um treinamento para familiarização com o equipamento. Plataforma instaladas entre árvores preservadas de 10 a 20m. de altura, há uma tirolesa no meio do caminho e após o passeio o grupo pode ir até o deque do Rio Formoso para se refrescar na cachoeira.

Quadriciclo Trilha Boiadeira (aventura)
Localização – Estrada Boiadeira
Equipamento – quadriciclo Four Tracks 420 cilindradas.
Distância – 5km.
Idade
– a partir dos 16 anos para dirigir e de acima de 6 anos na garupa (neste caso não é cobrada).
Tempo do passeio – 50’.
Trecho a percorrer – 7km. (ida e volta)
Levar
– obrigatório calça comprida e tênis.
Infraestrutura – banheiros e lanchonete.
Inclui – capacete e touca higienizada.
Opções –  serviço de fotografia digital.
Passeio individual ou em dupla e acompanhados de monitor, a trilha passa por mata e obstáculos, com possibilidade de avistamento de aves e animais.

Lobo Guara Bike Adventure (aventura)
Localização – Rua Cel. Pílad Rébua, 2156.
Tempo do passeio – meio período.
Trecho a percorrer – 17km. (ida e volta)
Levar
– tênis (obrigatório), roupa de banho, toalha, câmera fotográfica, repelente, protetor solar, óculos de sol, água.
Infraestrutura – banheiros e lanchonete.
Inclui – material e segurança: capacete e luvas
Pedalada de aproximadamente 17km, percorrendo 6km. pela ciclovia asfaltada da Rodovia MS-382até chegar a trilha por dentro da mata em direção ao Parque Ecológico Rio Formoso, até este local de descanso são 40’ de pedalada, no Parque tem água, comida e banheiro O turista poderá se refrescar no Rio Formoso e plantar mudas nativas nas suas margens. Durante 2.200m. o percurso margeia o Rio Formoso. Percurso bastante íngreme com possibilidade de ter de empurrar a bicicleta, trajeto todo é acompanhado de monitor. O retorno é também pela rodovia.

Quadriciclo Rota Zagaia (aventura)
Localização – Zagaia Eco Resort Hotel
Equipamento – quadriciclo Four Tracks 420 cilindradas.
Distância – 3km.
Idade
– a partir dos 16 anos para dirigir e de acima de 6 anos na garupa (neste caso não é cobrada).
Tempo do passeio – 50’.
Trecho a percorrer – 3,5km. (ida e volta)
Levar
– obrigatório calça comprida ou bermuda, camiseta e tênis.
Infraestrutura – banheiros e lanchonete.
Inclui – capacete e touca higienizada.
Opções –  serviço de fotografia digital.
Passeio individual ou em dupla e acompanhados de monitor, a trilha passa por mata e obstáculos, com possibilidade de avistamento de aves e animais. Modalidade infanto juvenil com moto de 250 cilindradas.

image001Cavalgada Recanto do Peão (contemplação)
Localização – Rua Santana do Paraíso, 2010
Distância – 2km.
Idade
– adultos e crianças acima de 2 anos com responsável, restrição gestante e pessoas com mais de 120kg.
Percurso da cavalgada – 5km.
Horário – diurno ou noturno.
Tempo do passeio – 2h.30’ com 1h.30’ de cavalgada
Usar
– calça comprida e calçado fechado.
Inclui – proteção para a cabeça.
Observação – para o passeio noturno inclui uma roda de viola e tereré (bebida fria a base de erva mate) e jantar com arroz carreteiro.
Atividade voltada para o ecoturismo com observação de fauna, flora e história das tradicionais comitivas pantaneiras. Passeio semi urbano, em dia chuvoso o passeio acontece normalmente com o uso de capa boiadeira.

AGENCIA DE TURISMO
O que não falta em Bonito são agências de turismo, na rua principal elas competem espaço com restaurantes, bares e lojas. Estive em Bonito três vezes e todas elas fiz uso da Big Tur, foi indicada pelo Hotel Pousada Calliandra e após visitar outras agências acabei fechando todos os pacotes com eles. Como os preços são tabelados procure escolher aquela que melhor atende, mostra pontualidade e principalmente segurança durante os passeios.
Big Tur.
Localização – Rua 29 de maio, 730 – Centro, Bonito – MS, 79290-000
Contato – fone (067)3255.1753 – http://www.bigtour.com.br .
Dica – Se for optar por ir nas férias, procure programar bem no início, quando ainda alguns dias são considerados baixa temporada.
Se estiver com pessoas com mais de 60 anos não deixe de perguntar se há desconto.
Quando for contratar sua agência verifique o item “Inclui”, sempre é bom optar por aquelas que incluem um seguro contra acidentes. Compare os itens que cada uma oferece incluso no pacote.
Investimento – O cálculo abaixo foi para 7 dias, 3 pessoas (1 maior, 1 +60 anos e 1 criança de 9 anos), fizemos 11 passeios (os demais passeios foram descritos em virtude de eu já ter ido a Bonito outras vezes). Veja no final do relato alguns preços praticados na área de alimentação
AÉREO AZUL – R$1.597,73 *
LOCAÇÃO DE CARRO + COMBUSTÍVEL = R$886,50
PASSEIOS – R$3.516,60
HOSPEDAGEM – R$1.367,00
ALIMENTAÇÃO – R$1.384,62
TOTAL=R$8.752,45
*
 valor com parte em milhas + taxa de embarque, em alta temporada R$7.198,00
O
NDE FICAR
Os preços atualizados podem ser consultados nos sites: TRIVAGO, BOOKING, TRIPADVISOR, EXPEDIA, DECOLAR, AIR BNB, HOTEIS.COM e muitos outros, lembrando que os preços vão variar de acordo com a baixa e alta temporada. Abaixo temos algumas hospedagens dentre as mais de 100 existentes em bonito. Pela 3ª. vez me hospedei no Hotel Pousada Calliandra.
$$$$$ – acima de R$500,00/dia.
$$$$   – de R$300,00 a R$499,00/dia.
$$$     – de R$200,00 a R$299,00/dia.
$$       – de 100,00 a R$199,00
$        –  abaixo de R$99,00/dia

Hotel Pousada Calliandra $$ baixa temporada e $$$ alta temporada
Localização – Rua Vinte e Nove de Maio, 799 – Alvorada – centro
Contato – (67) 3255.1139, 3255. 2013 ou (67) 98432 1084 (Whatsapp).
Sitehttp://www.calliandra.com.br


Hospedagem simples e confortável no centro de Bonito próximo a Agência de Turismo BigTur (a qual recomendo). A noite dá para sair com segurança para passear, fazer compras ou jantar no centro. No café da manhã servem café, leite, suco, pão, frios, frutas. Estacionamento fechado. Os apartamentos são montados de acordo com sua necessidade e tem opção com ou sem varanda, banheiro privativo, ar condicionado, frigo bar, Tv22’, internet, telefone.

Zagaia Eco Resort Hotel $$$$$.
Hotel Cabanas $$$$
Hotel Pousada Águas de Bonito$$$$
Hotel Wetiga $$$$
Pousada Arte da Natureza$$$$
Hotel Marruá $$$
Hotel Pirá Miúna $$$
CLH Suites Bonito$$$
Bonito Eco Hotel$$
Pousada Chamamé $$
Che Lagarto Hostel Bonito$$
Pousada Girassol$$
Pousada Tapajós$$
Papaya Hostel$
Bonito HI Hostel$
Pousada São Jorge$
Camping Nomadas$

ONDE COMER (abaixo preços apenas como referência, depende da temporada).
Casa do João, Restaurante e Armazém $$$
Localização – Rua Nelson Felício dos Santos, 664 (atrás do Banco do Brasil na praça principal).
Traíra sem espinha, Pintado a urucum, Pirarara ao molho de alcaparras, Pirarucu com molho de gengibre, farofa de alho. Sobremesas com guavira e doce de leite, petit gateau de Nutella. Cerveja de mandioca. Jantar.
Juanita Restaurante – $$
Localização –  Rua Nossa Sra. da Penha, 854 (na rua do posto de saúde).
No almoço buffet de comida caseira  com saladas e pratos quentes em panelas de barro. A noite o serviço é a  la carte com Pacu na brasa sem espinhos com alcaparras, arroz, pirão e verduras cozidas ou Picanha na pedra acompanhada de mandioca, arroz, vinagrete e farofa ao alho. Jantar.
Sushi Bonito $$

Localização – R. Cel. Pílad Rébua – Centro
O sushi de jacaré é imperdível, niguiri de salmão flambado, bolinho de salmão. Pratos excelentes, atendimento impecável.
Zap Zen $$
Localização  – Rua Senador Filinto Muller , 573.
Pizzas individuais com massa branca ou integral feita na chapa: Pizza Anhumas com berinjela, pimentão e alho, Pizza Patagônia com abobrinha, queijo branco, azeitona verde e castanha, Pizza Himalaia com mussarela, gorgonzola, champignon, tomate seco, rúcula e orégano ou  pizza de calabresa ou frango. Wraps (sanduíches enrolados). Sucos e cervejas. Jantar
Tapera Restaurante $$


Localização – Rua Cel. Pilad Rebuá, 1961
Peixes de água doce e carnes, os pratos para 2 servem 3. O Pintado na telha e Mousse de Guavira são recomendados. Jantar.
O Casarão $$

Localização – Rua Cel. Pilad Rebuá,1835.
Serviço de buffet, rodízio de peixes ou a La carte. Pintado a urucum na telha: file de pintado à dorê com molho feito à base de leite de coco, creme de leite, urucum, tomate, cebola, pimentão e gratinado ao forno. Almoço.
Pantanal Grill $$

Localização – Rua Cel Pilad Rebuá, 1808
Jacaré, Queixada, Capivara, Pacu, Pintado e Dourado. Isca de pacu sem espinha, piraputanga ou de jacaré, Piraputanga ao molho rising (para quem gosta de alho)
Taboa Bar e Restaurante $$
Localização – Rua Cel. Pilad Rebuá, 1837
Caldinho pantaneiro de mandioca, Carne de jacaré, lanches, petiscos, cerveja gelada, drinks,  cachaça Taboa. Abre às 17h todos os dias.
Sale e Pepe $$
Localização – Rua 29 de Maio, 971
Comida asiática: sashimi de piranha, yakissoba, frango xadrez, tempura, sobá, piratutanga recheada com farofa de banana, espetinho de pintado, porções, entradas e cerveja. Abre no jantar.
Bonito Beer $$
Localização – R. Cel. Pílad Rébua, 2052.
Bar especializado em cervejas
Arco Iris – atendimento ruim

COMERA BARATO
Pizzaria Vênus $

LocalizaçãoR. Nelsom Felício, 741 – Centro em frente a praça central.
Pizzas ótimas, com custo benefício adequado. Bom atendimento, local tranqüilo com mesas na calçada.
Restaurante do Marco Velho $
Localização – Rua Luiz da Costa Leite, 2184
Buffet com serviço de carne passada na chapa na hora. Almoço
Cantinho do Peixe $
Localização Rua Coronel Pilad Rebuá, 1437.
Moqueca de Pintado à Corumbá, Pintado ao Urucum, Strogonoff de jacaré, peixes de água doce com molhos variados e gastronomia pantaneira. Abre no almoço e no jantar (fecha  quarta-feira).
Turquesa Árabe & Natural $
Localização – Rua 20 de Maio, 980
Comida árabe: esfiha, faláfel, kibe cru e assado tudo feito artesanalmente. Abre no almoço e no jantar.
Vício da Gula $

Localização – Coronel Pilad Rebuá, 1895, em frente ao bar Taboa.
Lanches, X-Jacaré, café, capuccino, quitutes, doces, sucos e Milk-shake de Guavira, suco de pitanga. Balcão de doces maravilhoso. Aberto de quarta a domingo, das 17h a 1h30.
Hamburgueria $
Localização – Senador Filinto Muler, 559 (ao lado dos Bombons Jaracatiá).
Lanches com hambúrguer caseiro, os melhores são de picanha e ponta de costela, acompanha molhos caseiros de maionese, alho, azeitona, pimentão e batata frita. Abre no jantar.
Pastel Bonito $
LocalizaçãoRua Cel. Pílad Rébua, 1975, Alvorada, Centro
Pastéis com sabores regionais: Jacaré, Pintado, Carne Seca. Caldo de Piranha. Sobremesas: Nutella , Banana.
Framboesa $
Localização – Rua Cel. Pílad Rébua, 1972.
Sorvetes, açaí,  crepes, batata assada e sucos.
Delícias do Cerrado $
Localização – Rua Cel. Pílad Rébua, 1828 – Alvorada, Centro.
Sorvetes e picolés de limão, maracujá, morango, tamarindo, mamão, milho verde, mangaba, groselha, mutamba, ameixa, banana, caju, jabuticaba, gengibre, pequi, cagaita, taperebá e melancia. Sucos. Sorvete assado.
Tentação sorvetes $
Localização – R. Cel. Pílad Rébua, 1866.
Sorvetes com os sabores do cerrado e o sorvete assado: uma cama de frutas, duas bolas de sorvete e cobertura de marshmallow gratinada. Para algo mais rápido tem picolé ou por kg.
Será o Benedito $$$
Localização – R. Luís da Costa Leite, 2100, Bairro Alvorada
Pub, com balada.

ALGUNS PREÇOS EM BONITO
RESTAURANTE DA ILHA (passeio)
Refrigerante R$6,00
Capa de chuva R$10,00
Pen drive com fotos R$70,00
Suco Del Vale R$6,50
Ração para os peixes R$2,00

TABOA BAR
Vinho quente R$8,00
Chocotaboa R$13,00
Porção batata frita R$6,00
Porção de bolinho de cabotiá com carne R$40,00
Refrigerante R$6,00
Suco de limão R$8,00

SUSHI BONITO
Cerveja Budweiser R$8,00
Caldo de peixe R$21,99
Sushi de Jacaré R$39,99
Hot Roll R$27,99
Temakis R$21,99
Suco de limão R$6,99

VÍCIO DA GULA
Rodízio com 3 tipos de caldos R$20,00 p/ pessoa.

 

 

Corumbá/MS-Pantanal (pesca)

Dividi o post em 2 partes com percurso total de 2.892km.
1ª. Pantanal e Corumbá
2ª. Pesca esportiva no Pantanal.IMG_0051rc

PANTANAL

O Pantanal é a maior planície de água doce alagada do mundo, quando inundada no período das chuvas abrange uma área aproximada de 210 mil km² sendo que 140 mil km² em território brasileiro. As chuvas determinam o que fazer e observar da vida pantaneira: o Tuiuiú com altura até 1,60m., ave símbolo do Pantanal, também a Arara Azul e a Colhereiro que podem chegar a 1m. As grandes Emas podem aparecer de forma tranqüila ou em disparada e outras aves podem ser observadas “mergulhando” para caçar, como os Biguás e os Gaviões. Alguns felinos como a onça pintada também podem aparecer timidamente. Na água estão peixes, anfíbios e alguns mamíferos.
Quando ir
Maio a Setembro – período sem chuvas, período bom para quem for percorrer a Estrada Parque Pantanal.
Julho a Novembro – aos poucos as águas começam a baixar e já perto de Novembro acontece o período de reprodução das aves, propício para birdwatching (observação de pássaros).
Janeiro a Março – muito calor e a chuva intensa unem rios, lagos e banhados em uma única planície de água.
Março (final) a Maio – bom para quem quer pescar Pacu.
Agosto a Outubro – bom para pescar Pintado.
Novembro a Março – acontece a piracema, a pesca fica proibida.
Pensando a viagem
É praticamente impossível fazer tudo por conta própria;
Reserve uma hospedagem se for alta temporada;
Contrate guia: passeio de barco, canoagem, pequenas trilhas pela mata, safári fotográfico e um pouco fora do comum são as comitivas que levam o gado por trajetos longos;
Para alguns passeios é necessário carro com tração nas 4 rodas;
Passeios pelo rio necessitam de contratação de piloto com barco/motor;
Considere levar na viagem um cooler com alguma bebida e fruta;
Geralmente as pousadas informam antecipadamente sobre as condições climáticas;
Nos arredores da pousada o visitante pode com sorte visualizar macacos, capivaras e aves;
Estrada Parque Pantanal – são 120km. de aterro alojando mais de 70 pontes que são bastante úteis no período de cheia.
68a-001.jpg
CORUMBÁ
População – 105 mil habitantes.
Estado – Mato Grosso do Sul.
Origem do nome – em tupi guarani significa: lugar distante.IMG_0149q.JPG
Outras denominações – Cidade Branca devido ao solo rico em calcário. Capim do Pantanal por abrigar 60% do Pantanal.
Fundação – 1.778 como Arraial de Nossa Senhora da Conceição de Albuquerque, mas a ocupação da região começou no século XVI com a expectativa de encontrar ouro. Na Guerra da Tríplice Aliança (1861-1870), foi conquistada pelos paraguaios delimitando o avanço das tropas de Solano Lopes, o que transformou a cidade em uma praça de guerra. Após a retomada para defesa foram construídos 5 fortes: Limoeiro, Junqueira (único existente), Conde D’Eu, Duque De Caxias e Major Gama. Faz fronteira com a Bolívia e é o ponto de partida para a turística Estrada Parque Pantanal. A cidade oferece boa estrutura para quem vai visitar o Pantanal, fica às margens do Rio Paraguai de onde partem barcos para passeios e pesca.
O fazer em Corumbá
Casario do Porto Geral de Corumbá* (século XVIII)
Localização – Porto Geral, Rua Manoel Cavassa, ladeiras Cunha e Cruz, José Bonifácio, alguns casarios com arquitetura de características européias estão na Avenida General Rondon, trecho entre as ruas Sete de Setembro e Antônio João, foram construídos com materiais e mão de obra dos moradores. O local apesar do tombamento não mantém uma conservação à altura do que os casarios representam, algumas casas estão restauradas, outras abandonadas, mas vale a pena a visita pela parte histórica.
Não deixe de ver o por do sol no mirador para o Rio Paraguai.

Museu de História do Pantanal / Fundação Barbosa Rodrigues **
Localização – Rua Manoel Cavassa, 275 – Porto Geral
Contatohttp://muhpan.org.br – fone (67)3232.0303
Horário – terça a sábado das 13h. às 17h;30
Peças históricas compõem o acervo sobre a cidade de Corumbá e Pantanal que ficam guardadas em um casarão de 1876, antiga Casa Wanderley.

Estação Natureza Pantanal / Fundação Grupo Boticário *** (2006)
Localização – Ladeira José Bonifácio, 111 – Porto Geral. – Edifício Sleiman (1908) em estilo neoclássico.
Informaçãohttp://fundacaogrupoboticario.org.br, fone (67)3231.9100.
Horário – segunda a sexta das 9h. às 11h.20 e das 14h. às 17h20.Informações sobre formação geológica, hidrografia, ciclo das cheias, fauna e flora da região com 23 painéis distribuídos no andar térreo, mostra também a história dos habitantes. Interativo, atraente para crianças. Não tem estacionamento.
Ingresso – R$3,00 (inteira), R$1,50 (meia), isento menores de 6 e maiores de 60 anos.
Instituto Moinho Cultural **
Localização – Rua Comendador Domingos Sahib, 300 – Porto Geral.image001-013
Fone – (67)3232.9981.
Horário – segunda a sexta das 7h.30 às 17h.30
O instituto atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco social oferecendo aulas de balé, música clássica e informática. Para ajudar a manter suas atividades vendem camisetas e bolsas feitas a partir de lona reciclada. Lanchonete com receitas regionais. Aceitam cartões de crédito. Sem estacionamento.
Escadinha da Quinze (1923) **

Localização – cruzamento da Avenida General Rondon com a Rua Quinze de Novembro.
A escada de 126 degraus sobe do Porto Geral à Ladeira José Bonifácio, do alto há uma bela vista do Rio Paraguai e Pantanal, muito perto está a Avenida General Rondon com suas palmeiras imperiais. Acesso fechado por motivo de segurança (assaltos).
IMG_0139d
Casa de Massa Barro *** (fundada em 1982)
Localização – Rua da Cacimba da Saúde, s/n.
Horário – segunda a sexta, das 8h. às 11h. e das 13h. às 17h. Sábado 8h. às 11h.30.image001-011

.Contato – fone (67)3231.0518.
Peças de argila bastante artesanais que reproduzem animais da região: tuiuiús, garças brancas, jacarés, capivaras, araras, tucanos, onça-pintada e imagens de São Francisco de Assis e Nossa Senhora do Pantanal. Não governamental, não tem fins lucrativos foi criada como projeto de inclusão social para ensinar uma profissão às crianças do bairro com matricula escolar comprovada.
Forte Junqueira – 1871 – antigo Forte da Pólvora ***
Localização – parte oriental de Cuiabá, em terreno do 17º.Batalhão de Fronteira.
Atrativo – Construído logo após a Guerra do Paraguai além do visual para o Rio Paraguai tem como atração 12 canhões raiados de 75mm., fabricados entre 1872 e 1884, fabricados pela indústria inglesa Fried Krupp, que nunca foram usados. O forte foi edificado sobre escarpa calcária, paredes ½ m. (algumas informações contam 3m), de espessura feita em pedra calcária. Internamente não tem edificações.
Cristo Rei do Pantanal***
Localização – topo do Morro do Cruzeiro
Atrativo – no trajeto de acesso estão esculturas de Izulina Xavier reproduzindo as 14 estações da Paixão de Cristo, a imagem do Cristo também é uma obra sua. No alto do morro se observa a paisagem urbana e vegetação típica pantaneira, ao entardecer o por do sol é fantástico.
Matriz Nossa Senhora da Candelária** – (1872/1885).
Localização – Praça da República, 2-260 – Centro
O prédio foi tombado em 1992 como Patrimônio Histórico Nacional. As paredes medem entre 60cm. a 2m. de espessura. Na entrada a pia de água benta com mais de 100 anos foi doada pela família Cavassa. O confessionário é de 1874. Próximo ao altar principal, do lado esquerdo, está o túmulo de Dom Vicente Maria Priante, fundador da congregação das “Irmãs de Jesus Adolescentes”, que foi sepultado em 1894. O conjunto de 4 sinos em ferro fundido é da época da fundação. Em madeira há uma réplica do quadro de Victor Meirelles “Primeira Missa no Brasil” e um oratório com a imagem da “Pietá”. A imagem de Nossa Senhora da Candelária, padroeira da cidade, é uma das peças mais antigas.image001-010
Curiosidade O Vigário da Vara, Frei Mariano de Bagnaia julgando-se herói da Guerra do Paraguai por sobreviver às torturas dos paraguaios decidiu levar adiante a construção e acreditou que seria ele o homenageado, como isso não ocorreu e a homenageada foi Nossa Senhora da Candelária, Frei Mariano teria enterrado ali suas sandálias e dito que, enquanto elas não fossem encontradas, a cidade teria um período de estagnação por 100 anos, por coincidência (ou não), houve uma estagnação econômica desde o fim do comércio fluvial.
Ladeira Cunha e Cruz ou Ladeira da Candelária ou Ladeira da Saúde ou Ladeira da Capitania *
image001-009Localização – em frente à Matriz Nossa Senhora da Candelária, na esquina com a Rua Delamare onde está a Capitania dos Portos. O nome homenageia o capitão da tropa brasileira que organizou a retomada de Corumbá durante a Guerra do Paraguai (1864-1870), neste local foi travada a sangrenta batalha de 13 de junho de 1867.
Curiosidade – na noite de 23 para 24 de junho a procissão desce pela ladeira em direção ao rio para banhar a imagem, esta tradição chama-se Arraial do Banho de São João.
Praça da Independência (1917)**
Localização – centro da cidade
Seu estilo de construção só é repetido em duas praças no Brasil e uma na Alemanha. Originalmente era murada em mármore com portões em ferro. O coreto foi importado da Alemanha assim como o mosaico do calçamento da parte externa. As 4 esculturas representando as estações no ano são em mármore de Carrara e foram esculpidas em Pisa (Itália), doadas por um conde italiano que veio caçar no Pantanal.

Santuário Nossa Senhora Auxiliadora (1899)***
Localização –  Rua Dom Aquino, 1037, Praça da Independência.
Foi tombado em 1992 como Patrimônio Histórico Nacional. Possui em seu interior o Cristo na Cruz em tamanho natural, esculpido em madeira pelo artista plástico espanhol Antônio Burgos Villa, amigo de Pablo Picasso, que nasceu em Barcelona, viveu e morreu em Corumbá/1982.
Curiosidade – Relatos contam que por não possuir remetente nem destinatário a imagem ficou encaixotada durante anos em um dos armazéns do Porto Geral e por ocasião da inauguração da igreja a caixa foi aberta e a imagem de Nossa Senhora Auxiliadora foi levada até o Santuário e por coincidência seu tamanho era exatamente o do santuário no altar. Por suas características acredita-se ser de origem italiana.

Casa do Artesão (fundada em 1975)***
Localização – Rua Dom Aquino, 405
Antiga cadeia pública o prédio foi restaurado em 1893. Local onde o artesão pantaneiro expõe seus produtos para venda utilizando pele de peixes, madeira, argila, tecelagem de salsaparrilha, taboa, água-pé, jornais, sementes, pinturas, crochê e farinha de bocaiúva.
A Associação Amor-Peixe (Associação de Mulheres Organizadas Reciclando o Peixe) é composta por mulheres que trabalham com curtume de couro da tilápia. O artesanato em camalote é feito pela indígena da etnia Guató. O artesanato de salsaparrilha é feito por dois irmãos. Gilberto Rolon produz artesanato com jornal e madeira, mas o seu produto mais famoso é a farinha de bocaiúva que ele produz há vinte anos, a polpa seca da bocaiúva é processada em máquina específica que trabalha com 5kg. por vez.
Estrada do Pantanal ***** (final do século 19)
Extensão – 120km.
Pontes – 71 de madeira.
Quando ir – entre abril e setembro, época da seca.
Trajeto – liga a região de Lampião Aceso, em Corumbá até o Buraco das Piranhas na BR-262 (km. 656). A partir da Curva do Leque, são 51km. de terra até chegar na BR-262 e só aqui há hotéis. Previna-se com combustível, não há postos de abastecimento.image001-002
Compras na Bolívia
Apesar de não ter gostado da experiência, vão aqui algumas dicas. As lojas ficam na Avenida Luis Salazar De La Vega, a principal de cidade.
Como chegar – atravessar a fronteira com carro próprio,  táxi à partir do centro  (R$60,00 ida e volta), moto boy, deixar o carro no lado Brasil e  atravessar a fronteira a pé até Puerto Quijarro circular pelo camelódromo e tomar um táxi para os shoppings.
Moeda – dólar, reais ou bolivianos.
Camelódromo – centro de Puerto Quijarro, próximo da avenida principal. Se você não se importar em comprar falsificados este é o local.
68a1-001.jpgShopping Puerto Aguirre – a maioria das lojas está fechada, algumas que resistiram à crise vendem roupa, brinquedo, eletrônico, bebida, perfume, óculos, utilidades domésticas.
Shopping China – rede com lojas no Paraguai e no Uruguai, está ao lado do Shopping Puerto Aguirre, mesmas coisas, com menos variedade.
Miami House – ainda na avenida principal, mais adiante dos shoppings. Tem bons preços em brinquedos, óculos, alçados, bolsas, maquiagem, cosméticos, móveis.
Empório dos Importados – nos mesmo moldes da Miami House.
Supermercado Unión – ótimo para comprar chocolates, bebidas, cerveja Paceña.
Onde comer em Corumbá
Restaurante e Churrascaria Laço de Ouro – $$/$$$
Localização – Rua Frei Mariano, 534. Churrasco sistema rodízio, saladas, pratos quentes e bebidas. Ambiente simples e descontraído.
Alba Restaurante – $$/$$$
Localização – Rua Treze de Junho, 1.363, centro. Comida pantaneira boa, mas com preço um pouco alto. Carta de vinhos.
Restaurante e Churrascaria Rodeio do Pantanal – $$/$$$
Localização – Rua Treze de Junho, 760, centro. A noite o serviço a la carte com pratos bem servidos para compartilhar com amigos, não é barato. Almoço por quilo com saladas e pratos quentes, comida excelente, ambiente agradável e preço justo.
Restaurante do João – $$/$$$
Localização – Rua Cabral, 869. Especialidade – “Pranchão Soleado”, corte do coxão duro fica por uma noite no sereno e é soleada por dois dias pela manhã, acompanha mandioca cozida e paçoca de carne seca.
O restaurante oferece também opções de peixe.
Restaurante Miguéis – $$-$$$
Localização  Rua Frei Mariano, 708 – Centro
Especialidade – Peixe a Urucum: pintado com molho à base de creme de leite e gratinado com queijo. Sobremesa doces de abóbora e batata doce.
Boa comida com preço justo. Atendimento atencioso dos proprietários (Amanda), local climatizado,
Bar do Gelson – $$
Localização – Rua Aquidauana, 128 – Bairro Universitário
Especialidade – só servem porções, eventualmente pode ter jacaré (da Caimasul)
O bar está instalado em um deck às margens do Rio Paraguai, local agradável, cerveja gelada e porções interessantes.
Dolce Café $$/$$$
Localização – Rua Frei Mariano, 572.
Horário – fecha às 23h.
Buffet por pessoa com churrasco ou a La Carte (filé c/ gorgonzola), que sai mais caro.  Ambiente agradável, boa equipe de atendimento. O preço não é interessante. Uma boa pedida é a porção de pintado acompanhada de chopp. Local é um misto de restaurante,cafeteria e padaria.

Colagens-001
Comer barato em Corumbá
Cantina Tia Mary $ (4,6 de 5)
Localização – Rua Delamare, 1.580
Horário – das 10h. às 14h.30
Especialidade: Peixe à Urucum (filé de pintado empanado, frito e depois cozido com presunto, muçarela e molho de urucum), Peixe à Escabeche (filé de pintado frito e depois ensopado em molho de tomate) e Costelinhas de Pacu.
Panela Velha – $ (nota 4,5 de 5)
Localização – Rua 15 de Novembro, 126-286, Centro. Especialidade – comida caseira
Saltenharia do Nandinho – $ (nota 4,5 de 5)
Localização – Rua Dom Aquino, 1370, Centro. Especialidade – saltenhas à moda paraguaia, massa fina e levemente adocicada, crocante, bem recheada. Tem outros salgados. Refrigerante de mate.
Pizzaria Donana
$ (nota 4,4 de 5)
Localização – Rua Major Gama, 549 – Dom Bosco. Pizzas: abobrinha com bacon, abobrinha com parmesão, aliche.
Feira de Domingo$ (nota 4,5 de 5)
Localização – Rua do Ladário. São mais de 180 barracas com quitutes da cultura local: pastel de Corumbá, saltenha,  bolo de arroz, bolinho de bacalhau, sopa paraguaia, caldo de cana. Além do tradicional queijo nicola e o requeijão de corte.
Onde ficar em Corumbá
image001-017Hotel (Candeias) Gold Fish(nota 7,3)
Localização – Av. Rio Branco – Universitário.
Facilidades – café da manhã, piscina, wi-fi, TV, quarto com a/c, banheiro privativo, armário, roupa de cama e banho, restaurante, estacionamento privativo
Distância – 3,6km. do centro.
Diária – R$161,00. (confirmar)
Santa Mônica Palace Hotel (nota 7,5)
Localização – Rua Antônio Maria Coelho, 345, Corumbá-MS – 200m. do centro
Facilidades – café da manhã, piscina ao ar livre, wi-fi, frigobar, TV LCD, banheiro privativo. Estacionamento público. Está a 1km. do Porto Geral, museus Muphan e Boticário, 15km. da fronteira com a Bolívia.
Diária – R$263,00 (confirmar)
Pousada Beija Flor
(nota 7,1)
Localização – Rua Cabral, 1,101
Facilidades – café da manhã, wi fi, TV, a/c, banheiro privativo, frigobar, roupa de cama e banho. Garagem privativa.
Diária – R$180,00 (confirmar)
Hostel Road Riders
Localização
 Rua Firmo de Matos, 01,
Facilidades – café da manhã, bar, wi-fi, banheiro privativo, a/c, para estacionamento privativo necessita reserva, aluguel de bicicleta e carro.
Diária – R$108,00 para quarto casal privativo (confirmar)
Casa Branca – Cama & Café (nota 9,7)
Localização – Rua XV de Novembro Centro, 681, Corumbá.
Facilidades – wi-fi, café da manhã, banheiro privativo, cozinha compartilhada, a/c, TV, roupa de cama e banho.
Diária – R$160,00 (confirmar)
Suite no centro da cidade (nota 9,1)
Localização – Rua Colombo, 970 – centro
Facilidades – wi-fi, sem café da manhã, banheiro privativo, cozinha compartilhada, micro ondas, a/c, TV, área de estar, roupa de cama e banho (custo adicional). Não tem estacionamento.
Diária – R$100,00 (confirmar)

 

2ª. parte – DIÁRIO DE BORDOpesca esportiva

IMG_00052aa.JPGAlgumas distâncias
BR-262 / Valinhos x Água Clara = 743km.
BR-262 / Valinhos x Ribas do Pardo = 858km.
BR-262 / Valinhos x Campo Grande = 958km.
BR-262 / Campo Grande x Hotel Pesqueiro Jund Pesca = 363km.
BR-262 / Pesqueiro Jud Pesca x Corumbá = 67km.

PORTO MORRINHO/MS
Porto Morrinho é o local de deslocamento para quem vai a turismo ou pesca, ão é necessário ir até Corumbá.
Localização – onde o rio Paraguai cruza com a rodovia BR-262. A pequena localidade foi se formando para atender as pessoas que chegavam para tomar as balsas e atravessar o rio. Atualmente a travessia é feita pela ponte, o que encurta a viagem, mas diminui a relaxante visualização da paisagem pantaneira. A maioria dos hotéis mantém uma estrutura para atender pescadores. image001-025
Como chegar a Porto Morrinho/MS
Carro – pela BR-262, km.702.
Avião – a TAM tem vôos diários até Corumbá e do aeroporto até Porto Morrinho são 70km. de rodovia asfaltada.
Ônibus – pela Andorinha são vários horários de Campo Grande até Corumbá e daqui até Porto Morrinho são mais 6h. de ônibus.

Onde ficar em Porto Morrinho/MS
Pousada Jund Pesca
Informaçõeshttp://www.jundpesca.com.br – Rua Barão do Triunfo, 315 – Bela Vista, Jundiaí/SP – fone(11)4586.2620
Quartos com banheiro privativo, água quente, janelas teladas, refeitório, geladeira, não tem área de lazer, Barcos com motor e piloto, refeições (café da manhã, lanche de barco e jantar), permite que leve bebida, mas não pode ser consumida no restaurante, apenas quarto e barco.

Pantanal Park Hotel
Informaçõeshttp://www.pantanalpark.com.br – fone: (67) 3275-1500 – Reservas (18) 3908-5332
Hotel Pesqueiro Odila
Como chegar – Rodovia BR-262, Km.699, 6km. após a ponte, às margens do Rio Paraguai.
Informaçõeshttp://www.hotelpesqueirodaodila.com.br, hotelpesqueiroodila@terra.com.br. Fone do hotel MS (67)3275.1368 / 8175.9559. Fone da Central MG (31)3221.4648 de segunda a sexta das 9h. às 18h. Área de lazer com piscina, churrasqueira telefone, internet. Apartamentos com a/c, geladeira, TV. Barcos com motores e piloteiros. Restaurante com comida mineira e pantaneira.
04/03 domingo
Saímos de Valinhos/SP às 6h.15 e chegamos a Porto Morrinho às 6h.30, do dia seguinte. Foram 13h. de viagem considerando o fuso horário com menos 1h., em 2 dias.
Atravessamos a ponte sobre o Rio Tietê (Pederneiras x Jaú).
Tomamos a saída 235A em Bauru/SP, Marechal Rondon (SP300), sentido Araçatuba x Lins e a próxima passagem foi sobre a ponte no Rio Paraná – Usina Jupiá – Usina Hidrelétrica Engenheiro Sousa Dias – divisa SP/MS. Depois da ponte termina a pista de duplo rolamento, a BR 262 está com asfalto sem manutenção, acostamento sem condições de utilização e o trânsito de caminhões é intenso por conta do transporte de eucalipto.
Em Água Clara-MS o Restaurante Talismã é uma ótima opção de parada para um lanche ou almoço no sistema self service.
Chegamos a Campo Grande e fomos para o Turis Hotel, há vários hotéis nas imediações (Colonial Hotel, a Churrascaria Galpão Gaúcho fecha aos domingos no jantar ), o Shopping é muito perto, mas como o atendente do hotel nos informou não ser seguro sair a pé tomamos um táxi. O shopping não é grande, a área de alimentação é razoável e comemos no Detroit Steack House optamos por um combo: baby beef um tanto quanto duro, acompanhado de uma fraca salada Caesar, pão e legumes, mas o chopp estava gelado (R$83,38). Tomamos táxi para voltar ao hotel.
 05/03 – segunda-feira
Saímos do Turis Hotel às 7h., seguindo pela BR-262, alguns kms. e logo avistamos a imponente Serra da Bodoquena.
Paramos no Posto Pioneiro para um café e água.
Para esta pescaria tivemos muitas, muitas informações desencontradas, vamos aos poucos…………..
Por indicação do pessoal da Pousada, paramos na localidade de Miranda para comprar minhocas ao exorbitante preço de R$50,00 a dúzia, pq segundo eles sem essa raridade não seria possível pescar, também indicaram comprar “laranjinhas” (pequenas laranjas rústicas), que eles vendem congeladas por R$15,00 a dúzia. Para adquirir esses produtos nos indicaram o Zero Grau, acontece que é um restaurante e tivemos que “descobrir” o local que fica em uma ruela sem calçamento ao lado direito do Zero Grau. A Pousada fica às margens da rodovia BR-262, Km706, Porto Morrinho, há um pedágio de R$9,90 um pouco antes do acesso.IMG_0194
Sobre a Pousada
Diz o site:  18 apartamentos equipados com ar-condicionado, frigobar, TV, roupa de cama e banho. Todos os apartamentos com banheiro privativo.
CONFERE – além disso tem internet.
Diz o site: Nosso café da manhã é farto e diversificado com café, leite, suco, frios, frutas, pão caseiro, bolos, tortas, etc.
CONFERE PARCIALMENTE – tivemos pão caseiro um único dia e em nenhum dia foi servido bolos e tortas. Tivemos mamão, melancia, banana e no último dia só melão. Entendemos que pela distância não é possível pão fresco todos os dias, mas passar aquele pão murcho em uma chapa e servi-lo quente seria bem mais palatável, sugerimos e no último dia veio razoável.
Diz o site: Nossas refeições são servidas em sistema self service com pratos quentes, saladas e sobremesa variando dia a dia, para a pescaria os turistas levam um lanche e frutas.
CONFERE PARCIALMENTE – tivemos arroz, feijão, salada de repolho com tomate todos os dias,  carne de gado e um dia frango com polenta, foi alternado abobrinha, mandioca e novamente abobrinha, não havia sobremesa em nenhum dia, uma única vez foi servido um copinho  com gelatina porque solicitamos.
Diz o site: Nossos barcos são de 6 metros em duralumínio para duplas ou trios, equipados com piloteiro (guia de pesca), motor de popa 25 ou 40 HP, cadeira giratória, colete salva-vidas, os peixes são limpos e conservados em freezer.
CONFERE – nosso barco era de 40 HP, não fizemos uso do freezer porque somos praticantes de pesca esportiva, levamos nossos próprios coletes.
IMG_0053a
06/03 – terça-feira
Primeiro dia de  pesca, das 6h. às 16h.
Café da manhã às 5h.30 composto de café, leite, suco de laranja, margarina, queijo, apresuntado, melancia, melão, banana, mamão e pão amanhecido.
Saímos pelo Rio Paraguai com destino ao Rio Miranda, antes o piloto afirmou que as minhocas e laranjinhas que tínhamos levado eram insuficientes e precisava pegar mais 2 dúzias de laranjinhas, 2 de caramujos e 1 dúzia de tuvira  em do outro lado do Rio Miranda. IMG_0118
Feita a compra seguimos para a pescaria, foram percorridos vários pontos de pesca, sempre com uma explicação de que ontem havia muitos peixes ali ou então que na semana passada os turistas se fartaram com os peixes. O rio não estava muito cheio, mas quase não apresentava margem e para ir ao “banheiro” foi uma novela. Na primeira descida do barco apesar de calça comprida, camisa de manga longa, bandana cobrindo as orelhas, luva e repelente a quantidade de mosquitos que havia era uma coisa assustadora, verdadeiros canibais.
Nosso lanche: pão com bife, banana e laranja isso fornecido pela Pousada, como a bebida é cobrada à parte (levamos a nossa bebida).
Como gosto de fotografar fiquei aguardando algum animal ou pássaro, mas só consegui um bem te vi, nem mesmo o tuiuiú, ave símbolo do Pantanal surgiu para uma foto. A vegetação estava bastante verde com poucas flores e predominância de cachalote.IMG_0195
Em 10h. de pesca conseguimos: Pacu (2),Mandi (1) e  Armau (4), que é um peixe hostilizado por não ser saboroso. Infelizmente precisamos sacrificar um Pacu, e foi o único peixe que comemos na pousada, o rio carece tanto de peixe que nem na pousada foi servido.
IMG_0051i.JPG
Voltamos decepcionados esperando por um dia melhor.
07/03 – quarta-feira
Novamente saímos da Pousada ás 6h., subimos 2h.  o Rio Paraguai e nada de peixe, demos uma parada em uma  das margens para ocupar o “banheiro” e novamente um stress pela quantidade de mosquitos que avançam enlouquecidamente apesar do repelente Exposis, e não adianta, eles picam por cima  da roupa também. O piloto resolveu ir até o Rio Mutum que segundo ele é um dos mais limpos e muito piscoso, conseguimos 1 piranha. Comemos nosso lanche de pão com bife. Novamente rio acima e rio abaixo e nada, então por volta das 16h., abortamos a pescaria e voltamos para a Pousada, 10h. dentro de um barco e apenas 1 piranha.
IMG_0051qb
O interessante observar que antes de ir até a Pousada perguntamos:
1- o rio está em altura desejável? Sim!
2- tem muito mosquito? Não, apenas alguns ao anoitecer (tinha mosquito o dia todo).
3- visualização de animais e aves? Sim, tem muita coisa circulando (alguns pássaros tão mansos que podem ser vistos no quintal, as araras vem comer na mão).
4- quais os peixes desta época? Todos do Pantanal: dourado, pacu, piraputanga, armal focinho de porco, piapara, cachara e algumas lagoas com tucunaré.
5- os pontos de pesca são longe? Esta é uma boa época para pesca? Os pontos são perto e a época é boa.
6- iscas, tem? Tem tudo, mas se possível tragam minhocas
Conclusão
1- o rio estava em altura desejável e muito limpo.
2- havia mosquito o dia todo e em todos os lugares, exceto nos quartos e refeitório telados.
3- não vimos um animal, mas segundo o piloto “estávamos em época errada”, na “época certa” os jacarés chegam a formar pilhas uns sobre os outros. No Pantanal a fauna muito fraca me levou a sentir falta do quintal de casa onde temos: canário, beija flor, jacu, sanhaço, pica pau, bem te vi, sabiá, bando de maritacas e até mico. Sobre o nascer e por do sol ninguém falou nada, mas foi uma das coisas que me encantou.
4- no Rio Paraguai definitivamente não tem peixe! É necessário navegar mais de 1h. para chegar aos locais e sempre o piloto dizia que “estávamos em época errada,  na semana passada turistas estavam pegando 15 pacus por dia, a isca nunca estava adequada ou a laranjinha estava mole ou estava sem cheiro, venham na época do piau que sai muito peixe”, e vai combustível para baixo e para cima do rio.
5-com o Rio Paraguai sem peixe as opções são o Rio Miranda (1h.30 de navegação), Rio Mutum (2h. de navegação), Rio Abobral (2h.30 de navegação), neste nem fomos porque a informação era que só tinha Armau ou Abotoado. As lagoas que deveriam ter Tucunaré estavam entupidas com plantas cachalote e não havia acesso, segundo o piloto seriam necessários 3 barcos para tentar forçar o acesso.
6-Levamos em dúzias 1 de laranjinha + 1 de minhoca, foram adquiridas lá 3 de laranjinha, 2 de caramujo, 1 de tuvira (nem foram utilizadas). Total de 96 iscas para 2 pacus, 4 armaus, 1 mandi, 1 piranha.
08/03 – quinta-feira
Abortamos o 3º. dia de pesca e fomos passear em Corumbá.
Antes passamos pela Caimasul, às margens da BR-262, a 30 km de Corumbá (MS), o abatedouro de jacarés tem autorização governamental do Ibama, empreendimento construído com recursos próprios foi uma grande e positiva surpresa no Pantanal. O receptivo é feito por veterinários especializados e competentes, não deixem de visitar.

 Sobre Corumbá, a postagem com os principais pontos turísticos está no início do post.

09/03 – sexta-feira
Voltando Corumbá x Andradina
10/03 – sábado
Andradina x Valinhos

INVESTIMENTO

Alimentação c/ bebidas ……….. R$  425,18
Hospedagem ……………………. R$  264,00
Combustível …………………….. R$   758,40
Pedágio ………………………….. R$   196,40
Transporte Cuiabá/Bolívia …….. R$   104,50
sub total ………………………….R$1.748,48
INVESTIMENTO (pesca)
Hospedagem …………………… R$2.340,00
Combustível do barco ………… R$   420,00
Iscas ……………………………… R$   217,00
       TOTAL GERAL ………………..  R$4.725,48

Hospedagem inclui: café da manhã, lanche de barco, jantar.
Não inclui bebidas, levamos nossa bebida e consumimos a bebida da Pousada durante as refeições.
A hospedagem incluía 3 dias de navegação, fizemos apenas 2, mas pagamos integralmente.

 

 

 

 

 

 

Opções de hospedagem no trajeto
Para quem vai de carro fica cansativo fazer todo o trajeto em um só dia, as possibilidades de pernoite no Mato Grosso são as cidades de Água Clara, Ribas do Rio Pardo e Campo Grande.  
ÁGUA CLARA/MS
A cidade se desenvolveu com a construção de Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, os moradores eram os construtores da ferrovia, depois chegaram os comerciantes e mais tarde a indústria de fornecimento de madeira que atualmente são em número de 30 que trabalham com reflorestamento. Está instalada em Água Clara a Indústria Imbaúba Laticínios que processa 100.000 litros leite/dia. Alem da Multinacional Cobb-Vantress e a Granja Alvorada.
Acesso – BR-262
População 14.879 habitantes.
Turismo – cachoeira branca e cachoeira preta
Onde dormir em Água Clara
Hotel Ipê (bom)
Localização –  Rua Maria Abadia da Silva, 111 – Jardim 14 Biz, Água Clara – MS. fone (67)3239.2600
Não informa preço nem disponibilidade.
Millenium Plaza Hotel (bom)
Localização –  Av Julio Maia, 1036, Água Clara, MS. Fone: (67) 3239-3600
Não informa preço nem disponibilidade.
Hotel Tupete (ruim)
Localização – Avenida Júlio Maia, 1.162, Carmo, Água Clara, MS.
Onde comer em Água Clara
Restaurante Talismã
Localização – Rodovia BR-262, Km 140, S/n – Siderurgica
Horário – aberto 24h.
Facilidades –  self service com churrasco, lanches, bebidas, sobremesa. Ambiente climatizado, wi-fi, bom banheiro, atendimento excelente, ampla área com produtos para compra.
Restaurante Tropeiro
Localização – Avenida Julio Maia, 1990, próximo ao mercado e lotérica, centro.
Buffet a kg., comida simples, caseira, bem feita.
Choperia Boulevard 44
Localização  – Av Luiz Fiuza Lima, 44.
Bar temático (rock) com petiscos e cervejas artesanais. Barulhento em dias de apresentação.

RIBAS DO RIO PARDO/MS
O município de Ribas do Rio Pardo está no Leste de Mato Grosso do Sul, a 102 km da capital Campo Grande, as margens da  BR-262. População aproximada de 21 mil habitantes. Poucos recursos.
Turismo – Bóia cross no Rio Mantena
Onde ficar em Ribas do Rio Pardo
Maqueza Park Hotel (bom)
Localização – Av. Áureliano Moura Brandão, 1388 – Jardim Vista Alegre, Ribas do Rio Pardo – fone (67)3238.1263
Hotel Thalis (regular)
Diária – R$107,00 (confirmar)
Hotel Modelo (regular)
Localização Rua Aniceta Rodrigues de Souza 1240 | Jd Vista Alegre.
Hotel São Francisco (ruim)
Localização  – Av. Nelsom Lírio, 1677 – Centro, fone (67)3238.1291
CAMPO GRANDE
Onde dormir em Campo Grande
Hotel Paris (bom)
Localização –  Av Costa E Silva, 4175, 5km. do centro a 2 quadras da rotatória da BR-262 com 163.
Turis Hotel
Localização –  Rua Alan Kardek, 200 – 850mt. do centro, estacionamento privativo c/ pré reserva.
Contato – (67)3320.6700
Diária – R$123,00 (confirmar)
Jandaia Hotel  (bom)
Localização – Rua Barão do Rio Branco, 1.271 – 1,2km. do centro
Diária – R$194,00 (confirmar).

 

São Roque/SP para “GRANDES” e “pequenos”

Cidade localizada no Estado de São Paulo, pertencente à Região Metropolitana de Sorocaba. São Roque recebe de 6.000 a 10.000 visitantes por mês, a maioria da capital. Duas rodovias chegam até o município: Castello Branco  e Raposo Tavares.
População – 80.000 habitantes
Altitude – 978 m.
IMG_800

QUANDO IR
São Roque pode ser visitada durante todo o ano, as adegas estão sempre disponíveis.
Agosto – Festa do Padroeiro São Roque.
Outubro – Expo São Roque Vinho e Alcachofra.
Primavera – quando as flores das alcachofras estão abertas.
Verão (Janeiro e Fevereiro) – Vindimas nas vinícolas Góes e Quinta do Olivardo (veja relato e fotos).
Outono – os plátanos começam a amarelar e soltar suas folhas forrando as ruas.
Inverno – período propício para curtir o friozinho da cidade com os vinhos locais.
Roteiro do Vinho 10km.: São 3 roteiros: Estrada do Vinho, Estrada dos Venâncios e a Rodovia Quintino de Lima, no total são 30 estabelecimentos. As mais visitadas são: Vinícola Góes, Palmeiras e Canguera. O roteiro é bem sinalizado, no trajeto estão restaurantes, locais com produtos típicos, antigas fazendas, sítios  com produção de alcachofras e venda delas in natura.
Veja o Roteiro do Vinho no final do relato.

O QUE FAZER

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Vinícola Góes
Famosa por sua cultura de uvas cabernet sauvignon e uma das mais antigas. Foi fundada pelo casal de imigrantes portugueses Benedito e Maria das Dores Lima de Góes em 1938.
Localização – Estrada do Vinho, Km 9 – Canguera, São Roque.
Lago da Vinícola Góes – apresentações de música ao vivo nos finais de semana.
Visitas Monitoradas – história da empresa, fabricação, envase, degustação de Vinhos Finos com orientação sobre características, aromas, sabores e harmonização de cada vinho. Vendem também os vinhos de rótulo Jubair.
Duração média da visita monitorada – 1 h. 30’.
Capacidade – 30 pessoas por horário.
Horário (finais de semana e feriados) – 10h.30, 12h., 13h.30, 15h.,16h.30.
Horário (segunda a sexta) – 11h.e 15h.
Investimento da visita monitorada – R$35,00.
Informações – (11) 4711-3500 / 3501.

ViOLYMPUS DIGITAL CAMERAnícola Palmeiras.
Camarguinho juntamente com os irmãos Ditão e Rocão eram filhos de lavradores e em meados da década de 20 com a força do plantio da uva e o desenvolvimento na fabricação de vinhos os amigos resolveram investir nessa área. Em 1928 construíram a primeira adega fabricando vinho de forma totalmente artesanal. Atualmente já está na 3ª. geração. Oferece tinto de mesa suave e seco, branco de mesa seco, rosado e branco licoroso, além de espumantes e sucos.
Localização – Estrada do Vinho km. 10.
Horário – (segunda a sexta) – das 8h. às 18h.
Horário – (sábado, domingo e feriado) – das 9h. às 18h.
Cafeteria – café, chocolate e doces.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Vinícola Canguera
Localização – Estrada do Vinho, km.8.
Criada na década de 50 está na 3ª. geração. Uvas e vinhos: especial, Lorena, frisante cantare, bordô, frisante, moscatel, espumante, cooler, suco.
Horário – (segunda a sexta) – das 9h. às 17h.30.
Horário – (sábado, domingo e feriado) – das 9h. às 18h.
Restaurante Villa Canguera – serviço a La Carte e na primavera tem como especialidade a flor de alcachofra. O local é bastante agradável, decoração despojada, toalha xadrez, vasinhos de flor sobre a mesa, boa comida acompanhada de vinho Canguera.
Funcionamento do restaurante – Quintas, Sextas, Sábados, Domingos, Feriados com agendamento das 10h. às 18h.
Armazém Natural da Terra – licores, compotas, salames, queijos e artesanatos.

Ski Mountain Park.
IMG_1066
Localização – Estrada da Serrinha, 1.500, Bairro Cambará.
Horário – de janeiro a julho de terça a domingo das 10h. às 18h.
Horário – sábados domingos e feriados prolongados das 10h. às 18h.
A principal atração do parque é a pista de esqui e snowboard que fica a 1.200m. de altitude.  Outros atrativos: tobogã, teleférico, arvorismo, passeios a cavalo, paintball, torre de escalada, tirolesa, arco e flecha, pista de patinação, passeio a cavalo e playground. Após chegar ao estacionamento o acesso é feito por um “trenzinho” que leva até a entrada do parque.
Snowboard (valor com equipamento) 60’ = R$80,00 e 30’ = R$40,00.

Pista de Patinação Ecológica (valor com equipamento) 60’ = R$80,00 e 30’ = R$40,00.
Rinque seco composto de placas deslizantes de alta densidade – Atração com monitores.
Trilha Ecológica – R$8,00 – Para adultos e crianças, duração de aproximadamente 30’ em meio a Mata Atlântica.IMG_760
Arvorismo – R$30,00 – 10 plataformas com obstáculos: escadas, pontes suspensas, falsa baiana e 100m.de tirolesa.
Arvorismo Kids – R$30,00 – 6 plataformas ligadas entre cabos de aço, percurso assistido por monitores.
Passeio a Cavalo – R$35,00 – Para crianças de 12 anos. Percurso de 30’ entre as matas do parque.
Torre de Escalada – R$20,00 – Para adultos e crianças, que após subir os 7m. de altura da torre poderão atravessar por uma ponte chegando até uma das árvores do parque e descer pela tirolesa. Monitores acompanham o percurso para garantir a segurança.

Paintball (inclui 40 munições) – R$30,00 – Para crianças de 12 anos, inclui 40 munições (bolinhas de tinta).
Playground – R$15,00

Arco e Flecha R$15,00 – A tarifa inclui 10 flechas.
Teleférico – R$8,00 – O valor é cobrado para descida ou subida. O percurso é feito em cadeirinhas individuais sobre a pista de ski.

Tobogã R$8,00 – são 3 pistas individuais com níveis diferentes, cada uma delas mede 350m. de extensão com ou sem lombadas, e a velocidade é decidida pelo usuário ao escolher a sua pista.
SKI PASSAPORTE – R$99,80 inclui: tobogã, teleférico, torre de escalada, arco e flecha, trilha de ecológica, playground e  30’ na pista de snowboard ou ski.
SKI KIDS PASSAPORTE (a partir de 4 a 6 anos). – R$69,30 tempo livre: arvorismo kids, torre de escalada, arco e flecha, moto bike, playground.
Taxas para acesso ao parque (somente em dinheiro) – Automóveis – R$30,00 e Pedestre – R$10,00.
Dicas – compre o passaporte pela internet por R$84,85, além de economizar R$14,95 você evita fila. Pergunte no seu hotel, geralmente eles tem um voucher que dá desconto de 50% no estacionamento do Parque.
Alimentação – restaurante, churrascaria, lanchonete, pastelaria, cafeteria, doces e sorveteria.

Fazenda Angolana
Localização – Estrada da Angolana, 257. Para GPS Rodovia Prefeito Quintino de Lima, km5., São Roque.
Horário – sexta, sábado, domingo e feriado das 9h. às 17h.
Local indicado para quem vai com crianças pequenas, muito verde em área reflorestada. Mini zoológico com 120 animais: pássaros exóticos, pavões, avestruz, cabras, pôneis, porcos e aldeia dos coelhos. Trilha ecológica.
Ingresso – R$8,00 por pessoa (crianças com menos de 4 anos não pagam).image001-015
Estacionamento – grátis.
Brinquedo inflável – R$5,00.
Passeio de pônei – R$5,00.
Passeio e charrete – R$5,00.
Passaporte – R$20,00, inclui 5 cupons.
Mascote – venda de exemplares: cachorro, coelho.
Milho – R$2,00 para alimentar os animais.
Pedalinho
Cafeteria – café expresso R$3,50.
Restaurante a La Carte – sexta, sábado e domingo das 12h. às 16h. Acompanha os pratos: arroz, feijão, farofa, batata frita. Entrada por conta da casa.
Restaurante Fogão à Lenha – domingo e feriados das 12h. às 15h.30 – R$42,00 adulto, R$20,00 crianças de 6 a 10 anos e abaixo de 5 é cortesia. Comida de fazenda feita em fogão à lenha, sistema self-service.
P042Sítio Santo Antonio – Casa Grande e Capela de Santo Antonio (1681).
Localização – Estrada Mário de Andrade Km 08, São Roque.
Quando descoberta em 1937 já estava bastante deteriorada, foram encontradas paredes em taipa de pilão, armadura da cobertura formada por cumeeira, espigões e frechais apoiados ao longo das paredes, caibros que se prolongavam para fora do edifício sustentando largos beirais; poucas e pequenas portas e janelas feitas em canela e ainda calçadas de pedras irregulares e chão batido. A restauração da Casa e Capela durou toda a década de 40. Nela residiram Fernão Paes de Barros, Barão de Piratininga e o escritor modernista Mário de Andrade.
Morro do Saboó – trilhaimage001-014
Localização – Bairro do Saboó.
Altitude 1000m., no alto a vista é de 360º. O trajeto é bem sinalizado e a trilha começa na Estrada Turística Morro do Saboó, são 6km. até a primeira bifurcação para a Travessa Júlia Mendonça Bravi, na segunda entrada tomar à esquerda na Travessa das Amêndoas, depois é só subir em direção ao morro. Para um trajeto mais leve tome um ônibus na rodoviária de São Roque para o Bairro do Saboó ou vá de carro até a base do morro, ali tem estacionamento e um trailler que vende água, refrigerantes e amenidades. Local sem nenhuma infra estrutura. Posto de Súde distante 2km.
Grau de dificuldade Fácil – a partir da base, 40’ de caminhada, crianças maiores fazem a trilha.
Grau de dificuldade Médio – a partir de São Roque, são 6km. até a base.
Piso da trilha – pedriscos com vegetação rasteira.
Leve – água, fruta, filtro solar, repelente.
O local é considerado sagrado, lá em cima algumas pessoas acampam e outras fazem orações. Não se esqueça de trazer o lixo de volta, pelo que observei nem todos tem este cuidado.
Cascata do Carambeí – Parque Recanto da Cascata.
Área verde remanescente da Mata Atlântica, jardim e cascata formada pelo rio Carambeí, no local não é permitido banho porque as pedras são extremamente lisas.
O local abriga a sede do Sindicato da Indústria do Vinho de São Roque. O parque é sede da Expo São Roque, fora desse período é propício para caminhadas. Sinalização precária. Em ocasiões especiais são feitas exposições de orquídeas, carros antigos, cachorros.
Funcionamento – todos os dias das 9h.30 ás 16h. com entrada gratuita.
Infra estrutura – estacionamento, sanitários, algumas réplicas de construções antigas e uma Maria Fumaça.
Mata da Câmara – bike. 
Localização – Estrada Mario de Andrade, Jardim das Flores.
Com área de 130 hectares e mata remanescente da Mata Atlântica, foi catalogada no Guia de Trilhas de São Paulo como uma das 10 melhores trilhas para bike no Estado de São Paulo com 6km. de alto nível técnico. Além disso, tem a Trilha do Lago com 4.800m.
Em 1932 tornou-se Estação Ecológica e em março de 1999 Parque Natural Municipal. Atualmente sua conservação é precária e sem segurança.
Igreja Matriz de São Roque (séc. XVII).image001-013
Localização – Praça da Matriz, s/n.
Em 1836 passou pela primeira reforma com mão de obra escrava, estrutura em taipa e apresentando estilo colonial barroco e assim permaneceu até 1937, após esse período foi reconstruída. A pintura interior é dos irmãos Gentilli imigrantes italianos, retrata vida e morte do padroeiro São Roque, são vitrais e paredes decoradas.
Horário – das 6h.30 às 18h.
Igreja de São Benedito (1855)image001-011
Localização – Rua XV de Novembro, S/N, Centro.
Com mais de 300 anos é Patrimônio Histórico e Cultural da cidade. Foi construída em taipa de pilão por escravos que não podiam participar dos cultos religiosos na Vila de São Roque. Possui um estilo colonial típico da época, três portas de madeira, cinco janelas e uma torre.
Museu de Cera
Localização – Rodovia Raposo Tavares, s/n – Taboão, São Roque – Hotel Alpino.
O Museu de Cera Alpino está em um casarão histórico no Hotel Alpino e conta com réplicas de personagens que marcaram história no Brasil. As 54 esculturas começaram a ser construídas em 1954 e levaram 10 anos para ficarem prontas, foram produzidas na França. Entre os personagens encontra-se Pedro Álvares Cabral, Dom Pedro I e II, Princesa Isabel, Tiradentes, Lampião, Maria Bonita, Raposo Tavares, Getúlio Vargas, Juscelino Kubistcheck e bandeirantes.
Visitas – com agendamento no telefone do Hotel Alpino.
Estação Ferroviária (1930)
Localização – R. Eng. Gaspar Ricardo – Bairro da Estação – como fica em local elevado o melhor é ir de carro.
Foi a segunda estação ferroviária construída em São Roque pela Companhia Sorocabana de Trens, na época com telégrafo, foi desativada e no final dos anos 90 funcionou ali a sede da Guarda Municipal. Poderia ser melhor aproveitada como atração turística, seu entorno está abandonado e os trilhos cobertos por mato. Atualmente a visita se limita a observação de sua arquitetura.
Horário – todos os dias.

Largo dos Mendes
Localização – Avenida John Kennedy, s/n, Centro.
A praça leva este nome em homenagem a tradicional família Mendes de São Roque. Local com características interioranas, relógio de sol, quiosque, playground e bancos. Eventualmente recebe eventos culturais e exposição de artesanato.
Centro Cultural Brasital (prédios de 1890).
Localização – Avenida Aracaí, 250.
São prédios que antigamente pertenciam a um fábrica têxtil e atualmente funcionam ali a biblioteca municipal e centro cultural com música, artes cênicas e plásticas, dança e atividades culturais.
Horário – das 8h. às 18h.
Trilha ecológica – Caminho das Águas, cercado de Mata Atlântica com percurso de 2,5km.
Museu do Vinho
Localização –  Rua São Judas Tadeu, 1183 – Jardim Villaca.
Está em um prédio antigo pouco conservado, guarda maquinários que eram usados nos primórdios da produção do vinho em São Roque, prateleiras de vinhos, barris de estocagem, máquinas para embasamento e ferramentas agrícolas usadas para o plantio da uva. Pelo valor histórico e equipamento poderia ser mais bem cuidado, arejado, atendimento com pessoas que conhecessem a utilidade e período das peças, já que elas carecem de especificação.  Há uma lojinha de produtos e um local acanhado para degustação de vinhos. Nas condições atuais não é um local que possa atrair turistas.
Praça da República.
O local tem característica de praça do interior com chafariz, coreto, banco e área verde, no entanto, está abandonada, sem referência alguma é um local que passa despercebido como ponto turístico.
COMPRAS
Pátio Corina

Localização – Av. Antonino Dias Bastos, 21, centro.
Centro comercial.
Chokolah (orgânico)
Localização – Estrada do Vinho, 1005, ao lado da cantina Tia Lina.
Fabricantes do próprio chocolate segundo as normas de produção orgânica atestado pela certificadora Ecocert. Utiliza apenas manteiga de cacau extraído seletivamente das amêndoas de cacau.OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Bonsucesso Alcachofras
Localização– Estrada do Vinho (Spv-077), 5.
A visita é feita na Fazenda Bom Sucesso, com loja de conservas finas, coração e fundo de alcachofra em conserva, fundo congelado sem tempero, patê de alcachofra  e doces artesanais.
Catarina Fashion Outlet.
Localização – Rodovia Castelo Branco Km 60, São Roque.
Este Outlet está um pouco antes da entrada de São Roque para quem chega pela Castelo Branco, são mais de 100 lojas de grife, geralmente com bons preços.

ROTEIRO DO VINHO. (pontos principais).
As adegas: GOÉS (9km), PALMEIRAS(10km.)  e CANGUERA (8km.) estão descritas no início do post.IMG_440.JPG

Adega Terra do Vinho (1966)
Localização – Estrada do Vinho, km.1, n.300.
Atendimento – todos os dias das 9h. às 18h.
Produtos – Vinhos de mesa, vinhos finos, mussarela com ervas, parmesão, lombinho com azeitonas, com pimenta,
A Família Oliveira Santos mantém a adega desde 1966, possui a cantina e bom serviço de degustação com mesas ao ar livre, o atendimento é muito bom.

Vinhos Frank (1965)
Localização – Estrada do Vinho, Km 1
Atendimento da Vinícola – todos os dias das 9h. às 18h.
Atendimento Restaurante – segunda a sexta das 11h.30 às 14h.30 e sábado, domingo e feriado das 11h.30 às 16h.30. – serviço no fogão à lenha no sistema self-service, acompanhado de vinho Frank
Atendimento Quiosque – sábado, domingo, feriado das 9h. às 18h. – bolinho de bacalhau e pastel de alcachofra.
Produtos – conta com 18 rótulos entre vinhos de mesa, varietais, frisante e suco de uva.

Vinhos Real D’Ouro (1919)
Localização – Estrada do Vinho, km 1 no bairro de Gabriel Piza 

Atendimento da Vinícola – quinta e sexta, das 10h. às 17h., sábado, domingo e feriado das 9h. às 18h.
Produtos – O fundador José dos Santos Patto começou a se dedicar ao vinho artesanal, seus descendentes mantiveram a produção e hoje ainda artesanalmente produzem o vinho do porto. Área de degustação com vinhos e tábuas de frios. Museu do Vinho com maquinários e antiguidades e venda de artesanato.

Vinícola XV de Novembro.
Localização – Estrada do Vinho, Km 4,5
Atendimento – segunda à sexta das 9h. às 17h., sábado, domingo e feriado das 9h. às 18h.
Produtos – vinhos tintos, brancos e espumantes produzidos a partir dos parreirais com as variedades de uvas Isabel, Seibel, Niagara e Bordô.
Administrada pela 3ª. geração, o nome da vinícola é uma homenagem aos 60 anos da Proclamação da República do Brasil em 1958, ano da fundação da vinícola.

Adega do Pampa
Localização – Estrada do Vinho Km.2
Atendimento da Vinícola – sábado, domingo e feriado das 9h. às 18h.
Produtos – vinhos e suco de uva.

image001-001Vila Don Patto
Localização – Estrada do Vinho Km 2
Atendimento do Complexo – segunda a quinta das 9h. as 16h., sexta e sábado das 9h. às 23h., domingo e feriado das 9h. às 18h.
Adega – o carro chefe é o vinho Dom Patto, com mais de 100 anos de tradição e o especial “Don Patto Terroir”, o local oferece também outros rótulos.
Restaurante – culinária portuguesa com bacalhau, alheira, sardinha, leitão à moda do Patto e na culinária italiana antepastos, massas frescas, massas secas, risotos, carnes e sobremesas.
Empório Evora – queijos, biscoitos finos, frutas em calda, doces de leite e nata.
Cafeteria – linha de cafés gourmets, combos de café da manhã, almoço rápido e  tarde bolos, tortas e salgados.
Vila Don Patto – área verde com vista para as montanhas, artesanato, barco cenográfico, sorveteria, redário, playground, heliponto, boulangerie, pista off road e playground. Locação de limousine (R$80,00 p/p), para tour pela cidade.

image001-004Cervejaria e destilaria Stoliskoff
Localização – Estrada do Vinho, km. 4
Atendimento – terça a sexta das 9h às 17h., sábado, domingo e feriados das 9h às 18h.
Produtos – vodkas: tradicional, noir , chocolate branco, baikal, stoliskoff ice, sakê fuji, sakerita, cachaça envelhecida, cachaça prata, vinho branco licoroso doce, pisco, grappa, steinhaeger, aperitivo de tequila, gin e west minster. Em 2016 surgiu a Cervejaria Beer One que produz chopp e cerveja artesanal.
Ferreira e Passero
Localização – Estrada do Vinho km.4

Atendimento da Vinícola – todos os dias das 9h. às 17h.
Produtos – vinho Monte das Vinhas, produzido com uvas viníferas Cabernet Franc, Sauvignon Blanc, Lorena, Malbec e Tempranillo que são cultivadas em um vinhedo com quase 6000 pés de uva.
Local bucólico, a propriedade familiar mantém um casarão restaurado com cerca de 200 anos, que apresenta arquitetura colonial paulista típica do período dos Bandeirantes e uma capela construída no alto da colina com arquitetura inspirada na casa.

IMG_261Vinho Quinta do Olivardo
Localização – Estrada do Vinho km.4
Produtos – uvas das variedades Isabel, Niagara branca, rosada e violeta. O destaque fica para a produção da uva Lorena, desenvolvida pelos pesquisadores da Embrapa Uva e Vinho, de Bento Gonçalves (RS). Produção artesanal que harmoniza principalmente com o bacalhau. Além do vinho ali são encontrados: sucos de uva, cachaças, licores artesanais, doces portugueses, doces e conservas da região, salames e linguiças artesanais, queijos variados da região,louças portuguesas e galos de Barcelos.
Atendimento do Restaurante – domingo a quinta das 9h.30 às 17h.30, sexta e sábado das 9h.30 às 22h.30.
Restaurante – gastronomia inspirada na Ilha da Madeira com o bacalhau preparado de várias maneiras, mas experimente o bolinhos de bacalhau.
Nos finais de semana estão à venda pastéis de nata, café preparado no coador de pano e fogão a lenha.
Lanchonete (Tasca) – serve o tradicional prego no pão, pastel de bacalhau.

Giullian’s Licores e Cachaçasimage001-002
Localização
– Estrada do Vinho, km.9

Atendimento Loja – todos os dias das 8h.30 às 18h.
Atendimento Espaço Giullian’s – finais de semana e feriado das 8h.30 às 18h.
Produtos – licores de milho, chocolate, leite, cereja, amêndoas, menta, café, pequi, anis e alcachofra, além da apreciada cachaça Aroma da Terra na versão Aroma Ouro, envelhecida em tonéis de carvalho e a versão Aroma Prata. Produtos com preparo artesanal com equipamentos modernos.

Vinhos Bela Quinta
Localização
– Estrada do Vinho – km.9

Atendimento da Vinícola – terça a domingo das 9h. às 18h.
Produtos – uma longa história, seu fundador foi Brasil de Goés na década de 20 com os Vinhos Brasil, um de seus descendentes fundou os Vinhos Palmares, outro parente fundou os Vinhos Canguera e na 4ª. geração começam os vinhos 100% Cabernet Sauvignon em Flores da Cunha/RS.

QUINTA DO OLIVARDO – PISA DA UVA NO LAGARIMG_486
Um evento com enoturismo de qualidade acontece nos meses de janeiro e fevereiro na Quinta do Olivardo. Começa com a colheita da uva nos vinhedos da Quinta após a distribuição de caneca e chapéu de palha personalizado, cesta e tesoura para a colheita,  muita música com o grupo folclórico Casa da Ilha da Madeira onde participam várias gerações e logicamente os convidados também.


Depois o grupo desce para o campo de confraternização com danças típicas, brindes com vinho e a seguir vem a tão esperada pisa da uva no lagar, cada convidado deposita as uvas que colheu e com música vão pisando as uvas.

Tudo isso regado ao bom vinho tinto, suave e suco de uva à vontade. O almoço acontece na sequência com pratos à base de bacalhau (salada verde, bolinho de bacalhau, bacalhau à moda da casa, espetada madeirense)  e sobremesa (pastel de Belém). 


Para participar é necessário fazer reserva pelo site e pagar antecipado, já que os lugares são limitados. http://www.quintadoolivardo.com.br.

Você não vai se arrepender e as crianças também vão se divertir muito no Circuito de Aventuras.


ONDE FICAR
No período de eventos é aconselhável ir com reserva de hotéis e se estiver lotado há a opção de hospedar-se na cidade vizinha de Mairinque distante apenas 8km. Os hotéis e pousadas citados servem apenas como informação, não havendo responsabilidade sobre a prestação de serviço.
Diárias 2 pax: $$$$$ até  R$1.000,00
$$$$ até  R$   600,00
$$$ até  R$    400,00
$$ até   R$   200,00
$ abaixo de R$200,00
image001-007Hotel Villa Rossa $$$$$ (pensão completa).
Localização – Rua Cora Coralina, 350, acesso pela Rodovia Raposo Tavares Km 55 – Taboão
Contato
– (11) 4713-5500
Localizado em reserva da Mata Atlântica, mantém bosque com redes, pista de corrida, campo de futebol, trilha, lago.

Quinta Dy Engenho $$$$$ (pensão completa).
Localização – Estrada da Fonte, 800, Vila Darcy Penteado, acesso pelo quilômetro 55 da Rodovia Raposo Tavares.
Contato – fone: 4714-0760
Decoração rústica e quartos com sacada, que vez ou outra são visitadas por macacos e tucanos.
Hotel Alpino $$$$
Localização –  Rodovia Raposo Tavares – Km.58 – Taboão
Contato – fone (11) 4784-8411
Hotel Cordialle $$$ (nos hospedamos/2018)
Localização – Rua Sotero de Souza, 500 – centro
Contato
– fone(11)4784.9500 –  www.hotelcordialle.com.br .
O Hotel Cordialle é uma versão contemporânea das antigas hospedarias com bom atendimento
Quartos – Standard (2pax),  Standard Executivo, Super Luxo e Master Cordialle.
Serviços –  café da manhã com frutas, frios, sucos, café, leite, pães e bolos preparados no hotel.
Bar – das 11h. às 23h., piscina, academia, sala de jogos, sala de TV a cabo Sky HD.
Loja de Conveniência – para necessidades básicas e lembranças.

São Roque Park Hotel $$ (1973)
Localização – Av. Antonino dias Bastos, 318 – Centro
Contato – (11) 4712-3121 – www.srparkhotel.com.br.
Banheiro privativo, TV a cores e frigo-bar. Quartos:luxo, econômico, standard e standard superior. Estacionamento interno, piscina, terraço externo e mini academia.
Stefano Hotel e Restaurante $$
Localização – Estrada da Fonte, 260 – Vila Darcy Penteado, acesso Rodovia Raposo Tavares, Km 56
Contato
– (11) 4714-1464 –  www.restaurantestefano.com.br
Hotel Villa Maior $
Localização – Avenida Tiradentes, 347, Centro
Contato – (11) 4713-1015 – www.hotelvillamaior.com.br
Café da manhã, wi-fi, estacionamento (se houver vaga).
Pousadas
Spazio di Garda $$$$
Localização – Rodovia Engenheiro Renê Benedito da Silva, Km 55,7, s/n – Mailasky.
Contatofone (11) 99903-0275www.spaziodigarda.com.br
Hospedagem em suíte ou chalés com café da manhã incluído. Oferece piscina aquecida descoberta, pista de Cooper, trilhas, lago pesque e solte, canoa, jardins, recebe pet (exceto no restaurante, piscina e lago).
Pousada Juriti – Eco Hotel $$$$
Localização – Estrada da Fonte, 13 – Acesso: Rod. Raposo Tavares km 55 – Vila Darcy Penteado.
Contato – fone (11)4714.1520 – http://www.pousadajuriti.com.br
Estrutura com aspecto rústico de fazenda em meio a muita área verde. Chalés e apartamentos com wi-fi, estacionamento. Piscina coberta e climatizada, piscina ao ar livre, salão de jogos, espaço kids com playground e cama elástica, academia, museu de antiguidades, campo de futebol, quadra de vôlei na grama, basquete street, paredão de tênis, bosque, capelinha, horta de ervas culinárias.
 Pousada Green Valley $$$
Localização – Estrada da Ponte Lavrada, 249 – Alto da Serra.
Contato – (11) 4714-0455 – www.pousadagreenvalley.com.br
Apartamentos com TV, frigobar.  Piscinas climatizadas (aquecimento solar), bar, mesa de sinuca, mini playground, campo society, ilha com quiosque para churrascos, salão de lareira e TV, pesca esportiva. Para quem gosta de aventura 10km. de trilhas para jeep, pista profissional para mountain bikes e corrida de montanha de 4km, de nível médio. Opera também no sistema Day Use
Pousada Acalanto $$$ (conforme o bangalô)
Localização – Alameda N. Sra. Do Guadalupe, 123 acesso pelo km.50,5 da Raposo Tavares.
Contato – fone (011)4714.0172 – www.pousadaacalanto.com.br
São 14 bangalôs em meio a muita área verde. Piscina com água de nascente, bosque, barco a remo, pesca esportiva, wi-fi. Oferecem diárias simples, meia pensão e pensão completa em apartamentos com valores variados.
Pousada Casa dos Vargas (valor não informado)
Localização –  Rodovia Raposo Tavares – Km.48 – Monte Verde.
Contato – (11) 4714-0016
Chalés em local tranquilo, o melhor é usar um GPS para chegar. Piscina, mesa de bilhar, churrasqueira, pesca esportiva, caminhada, futebol society.
Pousada Palhoça $$
Localização – Rua Álvaro Pinto Duarte, 154 – Gabriel Piza
Contato – (11) 4712-4355
Pousadas Chalezinhos em São Roque $
Localização Avenida madressilva 1010 – Vila Amaral,
Contato fone 97419-7551
Pousada Ventos de Outono (valor não informado)
Localização – Estrada do Vinho, 8909 (Km 9). Canguera
Contato – Telefone: 4711-2360 – http://www.ventosdeoutono.com.br
Construída pelos proprietários é uma pousada muito bem localizada, está ao perto das Adegas/Vinícola Canguera, Góes, Palmares, Palmeiras, Restaurante Vale do Vinho e Cantina Tia Lina, dando aos hospedes a possibilidade de visitá-las caminhando. São apenas 12 suítes, todas com TV, frigobar, banheiro privativo.
ONDE COMER
A maioria dos restaurantes está na Estrada do Vinho, mas no centro também é possível encontrar bons lugares para comer, principalmente na Avenida Dias Bastos (Marginal), onde estão instalados bares e lanchonetes. Os locais abaixo são apenas referências, não indicações.
Cantina Tia Lina
Localização – Estrada do Vinho, km.10,4 – ao lado da Adega Vinhos Palmeiras.
Horário – sábado, domingo e feriado das 11h.30 ás 17h.30
Contato – e (11) 4711-2018. www.cantinatialina.com.br
Talvez a mais tradicional da cidade. Funciona com amplo salão, pratos fartos, massas artesanais, pão caseiro, berinjela desfiada. Especialidade da casa, o rondelli de quatro queijos com molho rosé e pedaços de alcachofra.
Rotisserie – congelados.
Vila Don Patto
Localização – Estrada Sorocamirim, km. 2,5
Contato – fone (11) 4711-3001. www.viladonpatto.com.br .
Especializado em comida portuguesa. Conta com cafeteria, sorveteria, empório, adega, fazendinha, playground e uma pista off-road. Alguns finais de semana com encontro de clubes de carros e motocicletas, vôos cativos de balão com altura máxima de 15 metros.
Restaurante Pica Fumo
Localização – Estrada do Vinho km. 1,5
Resgata a origem caipira e sertaneja da região. Serve vários tipos de pratos, com feijoada aos sábados e comida no fogão de lenha aos domingos e feriados.
Restaurante Rancho Arizona (1972)
Localização – Estrada do Vinho km. 02, n°1100
Horário – sábado, domingo e feriado das 12h. às 17h.
Fundado por Perez do Arizona (ex telecath nas décadas de 70 e 80), filho de tropeiro fundou o restaurante para manter vivo os pratos típicos tropeiros, participou da Queima do Alho por 16 anos.
Varanda do Prado
Localização – Estrada do Vinho, km. 5
Horário – quinta a sexta, das 12h. às 16h., sábado, domingo e feriado, das 11h.30 às 17h.
Frutos do mar, carnes nobre servidos em ambiente de Mata Atlântica preservada.
Vale do Vinho
Localização – Estrada do Vinho, km.9
Horário – almoço todos os dias das 11h.30 às 15h. e jantar sexta e sábado das 19h.30h às 22h.30h.
Gastronomia italiana com toque brasileiro, grelhado, peixes, massas, rodízio de pizza e serviço à La Carte. O restaurante está na mesma área do Casarão do Vinho.
Bares e Lanchonetes
Santa Costela
Localização – Avenida Antonino Dias Bastos (Marginal).
Especialidade a costela bovina, assada no bafo por cerca de 30h. Decoração retrô, composta de objetos antigos e capas de disco.
Botequim Santo Divino
Localização – Avenida Antônino Dias Bastos, 1000 – Centro.
Especialidade frango a passarinho desossado com molho barbecue, mini-hamburgueres e bolinhas de frango com molho picante. Cervejas Guinness, Vedett Extra Ordinary.Típico boteco.
Piu’s Bar – $
Localização: Rua Rui Barbosa, 586, Centro
Porções bem servidas, destaque para o pastel. Cerveja gelada.
Empório Bandeirantes
Localização – Avenida Bandeirantes,
Fast food, porções, caldinho de feijão, cerveja gelada. Abre às 16h. para happy hour com música tranqüila.
Retro Space
Localização – Rua Marechal Floriano da Fonseca
Um misto de pub, cervejaria e bar temático com decoração e música dos anos 70/80/90. Se estiver com muita fome experimente o hambúrguer Uper Monster.
Estação Containner
Localização – Rua Benedito Silvino de Camargo, 297, Canguera
Lanchonete instalada em um container que já percorreu o mundo e agora serve petiscos internacionais: mix salsicha alemã, pastelzinho caseiro, batata rústica, provolone à milanesa, filé mignon com champignon, tiras de frango apimentada, sorvete frito, waffle com sorvete calda de vinho, strudel, churros e petit gateau.
Sahara (comida árabe)
Localização – Rua Monsenhor Silvestre Murari, 23/25, Centro.
Comida árabe da melhor qualidade, bom atendimento. Não tem estacionamento.
Bella Salgaderia
Localização – Praça da Matriz, 41, Centro
Salgados, pastéis, tortas, lanches, mini salgado no copo, sucos, café e doces.
Don Octavio Pizzaria e Panquecaria.
Localização– Rua Alexandrino Caparelli, 25
Ambiente bastante simples.
Wimpy Burguer
Localização– Avenida Anhanguera, 299, Jardim Bandeirantes
Boa variedade de hambúrguer: tradicional, cordeiro, frango, porco, x bacon salada, tradicional. Pão normal, integral e preto.
Empório 58
Localização– Rua São Bento, 33/37, Jardim Villaça
Cerveja gelada, vinhos variados e petiscos.
Café Garagem
Localização – Avenida João Pessoa, 32
Lanches, almoço rápido, pastel. Sorvete e um ótimo café.
Don Magoo Restaurante e Hamburgueria
Localização – Rua Jamila Abumanssur Mana, 120, Guaçu
Apesar de se intitular hamburgueria seu carro chefe é a carne à parmegiana. O cardápio vai além de uma lanchonete.
Quintal Burguers
Localização – Largo do Taboão, 33, Taboão
Hambúrguer artesanal, ambiente bastante simples. Especialidade: Quintal Alcachofra. Delivery pelos fones: 4784 2779/11 99768 0614.

 

 

Araguaia

Colagens,2ARAGUAIA – setembro / 2017.
Saímos de Valinhos/SP, com destino ao Rio Araguaia com a finalidade de conhecer as belezas naturais da região e praticar pesca esportiva.
Percorremos 1.402km. de Valinhos/SP a Fio Velasco, São Miguel do Araguaia/GO.
A partir de Fio Velasco mais 2h. de barco até a Pousada Cristal.
IMG_5688TRAJETO
1º. dia
Valinhos x São Miguel do Araguaia
Saída – Valinhos – 7h.15IMG_5573
Chegada Aparecida de Goiânia – 19h.15
Distância  – 850 km – pista dupla
Rodovias – SP 330 (Anhanguera), BR-050, BR-452, BR-153
Pedágios – R$94,80
Cidades no trajeto – Ribeirão Preto, Uberaba, Uberlândia, Xapetuba/Tupaciguara, Araporã, Itumbiara, Goiatuba, Morrinhos, Prof Jamil, Hidrolândia, Aparecida de Goiânia.
Postos de combustíveis – Graal Turmalina, Anhanguera, km 159, Cordeirópolis. Coral, Anhanguera, km. 210, Pirassununga, Antares, BR-050,  km.173,4, Uberaba. Frango Assado, Anhanguera, km 286, Cravinhos. Posto Décio, BR-050, km.61, Buriti, Uberlândia. Uberabão km.201,4.
As rodovias neste primeiro dia estavam bem conservadas, viagem tranqüila.

2º. dia
Aparecida de Goiânia x São Miguel do Araguaia (com parada na cidade de Goiás para uma visita a casa-museu de Cora Coralina).
Distância – 509 km.
Rodovias – GO-070, trecho Goiânia, Goianira, Inhumas, Itauçu e Itaberaí duplicado com boas condições de tráfego. Em Itaberaí o Trevo GO-164 finalizando a execução, idem para o trevo de Mossâmedes.
Cidades no trajeto – Goianira, Inhumas, Itauçú, Itaberai.
A passagem por Goiânia é confusa, a rodovia carece de informações e ao sair de Aparecida de Goiânia acabamos entrando em Goiânia, onde a sinalização é pior ainda, não há placas indicativas para a saída da cidade, os semáforos são mal localizados, perdemos 1h.30 circulando dentro da cidade tentando sair do labirinto.

Goiás x São Miguel do Araguaia
Distância – 335 km – pista simples.
Rodovias – GO-164 ( Rod Raul Caiado Fleury ), e GO-244.
Cidades no trajeto – Faina, Araguapaz, Mozarlândia, Nova Crixás.
A GO-164 embora com pista simples é bastante conservada e com pouco trânsito, mas com muitos radares de velocidade com controle de 80km./h.
São Miguel do Araguaia x Luiz Alves
Distância – 47 km.,  asfalto com pista simples.
Rodovias – GO-164 e GO-244.
São Miguel do Araguaia x Fio Velasco
Distância – 75 km.
Luiz Alves x Fio Velasco
Distância – 50 km.
Saímos de São Miguel do Araguaia às 6h.30. com destino a Luiz Alves/ Fio Velasco, para se deslocar entre estas duas localidades a estrada é de 50km. de terra.COLAGEM,1.jpg
Fio Velasco x Pousada Cristal.
Chegando a Fio Velasco aguardamos quase 1h. o piloto que nos levaria até a pousada, navegamos 2 horas de barco, com o rio Araguaia bastante baixo, o piloto muito hábil ia desviando dos bancos de areia e já pudemos visualizar as praias que se formam nas margens do rio neste período de seca.IMG_5678d.jpg

PESCA
Creio ser interessante deixar anotado que nosso objetivo não foi (e nunca é), a pesca de grandes exemplares, nossa pesca se aplica sempre a modalidade esportiva. Em todos nossos passeios não passamos o dia todo no rio, saímos pela manhã, voltamos para o almoço e retornamos à tarde, nunca pescamos a noite. Assim como já deixamos claro ao piloto que não levamos bebidas alcoólicas no barco. Pode ser um contra senso, afinal observamos que a maioria dos pescadores apreciam esta prática, mas igualmente nos divertimos só que sem bebida e com colete!!!!!! Alguns equipamentos aqui citados são apenas referência, não somos pescadores profissionais!
IMG_5691
1º. Dia – Aruanã
Chegamos na Pousada Cristal às 10h.30, arrumamos nossos equipamentos e depois do almoço, por volta das 14h. saimos para nossa primeira tarde de pesca, fisgamos 4 Aruanãs (língua de osso), são carnívoros, predadores, saltam de forma espalhafatosa ao ser fisgado, quando adultos passam de 1m. de comprimento e chegam a pesar até 5kg. O equipamento utilizado foi do tipo médio; carretilha de perfil baixo, vara de 6 a 14 libras, linha de multifilamento de 0.30 milímetros acompanhada de leader de fluorocarbono resistente a abrasão, anzóis de nº 1/0 a 3/0. As iscas podem ser de peixes, insetos ou artificiais de superfície como poppers e  zaras.
IMG_5672
2º. Dia Tucunaré.
Combinamos com nosso guia que esta manhã seria dedicada ao Tucunaré, seu reduto é no Rio Cristalino. Nos preparamos e seguimos rio acima, ao chegar no encontro dos rios Araguaia/Cristalino já percebemos que não seria fácil subir o rio, ele estava extremamente baixo, com muitos bancos e areia e o piloto não conseguia utilizar o motor, muitas vezes precisava descer para empurrar o barco sobre algum banco de areia. O rio não é muito largo e mais claro que o Araguaia, na época da seca há possibilidade de se visualizar mais animais e aves. O tempo gasto até chegarmos nas lagoas onde poderiam estar os Tucunarés foi muito grande.
Para um Tucunaré de porte médio pode-se tentar uma vara de 25 libras, carretilha ou molinete compatível que acomode 100m. de linha acoplada em vara de ação média. Linha de multifilamento 40 libras, se houver muita estrutura usar leader de fluorcarbono. As iscas artificiais de cores claras são mais atrativas.
O planejamento para este dia era almoçar às margens do Rio Cristalino e o piloto levou o almoço “quase” pronto, só precisamos fisgar o peixe e na margem do rio ele improvisou uma fogueira, limpou o peixe, assou em uma grelha, fez uma salada de tomate e o arroz já foi levado pronto para servir. Uma delícia! Depois foi só apagar o fogo e voltar para o Araguaia.
IMG_5687B
3º. Dia Piau – Tucunaré, Aruanã e Jacundá. (Piranha).
Pela manhã o piloto nos levou para uma pesca de Piau, foi a estrela da pescaria, paramos de contar depois de 50 exemplares. O barco ficou ancorado em um pequeno escape do Rio Araguaia, entre desgalhadas árvores caídas às margens do rio. O Piau é arisco e com costumes alimentares diversificados come frutas e carnes, possui boca pequena e dentes incisivos semelhantes aos de animais roedores que transformam a pescaria em um desafio, não pega a isca e corre, costuma acomodá-la na boca e o pescador deve esperar um pouco para fisgar.

Voltamos para o almoço e descanso.
À tarde fomos tentar algumas Corvinas, mudamos várias vezes de lugar, o vento não ajudava a estabilizar o barco e tivemos dificuldade em encontrar um local com cardume, sentimos que a pesca seria fraca neste dia e resolvemos voltar para a Pousada.  Usamos vara rígida de ação rápida, anzol entre 2/0 a 6/0 com milho cozido.IMG_5697
4º. Dia – Piau, Corvina, Barbado, Aruanã.
Após o café saímos bem cedo novamente em busca das Corvinas e como no dia anterior a pesca delas estava fraca, ventando e quando conseguíamos achar um local promissor ao fisgarmos a Corvina aparecia um boto para roubar nosso peixe, conseguimos tirar poucos da água. Impressionante a agilidade do boto, este mamífero está em grande quantidade no Rio Araguaia, logo que percebe um peixe fisgado ele ataca e sai arrastando toda a linha, nesse momento é necessário fechar a fricção da carretilha/molinete para arrebentar a linha, ou ele leva tudo embora. Para mim foi divertido, mas os pilotos ficam chateados porque querem que o pescador complete a sua pescaria.
Deixamos as Corvinas para os botos e saimos em busca das Aruanãs repetindo o local do nosso primeiro dia de pescaria, aqui tivemos mais sucesso, já no final os botos apareceram e perdemos duas Aruanãs para eles.

O Depois do almoço voltamos para pesca de Piau, em uma ceva perto da Pousada.IMG_5812.JPG

BÁSICO
image001
O repelente é indispensável o repelente para tentar conter o minúsculo (2mm) mosquito pólvora ou maruim*, ataca principalmente nos dias quentes (recomendações no final do relato);
Vacina contra Febre Amarela tem validade por 10 anos e deve ser tomada com pelo menos 10 dias de antecedência da viagem;
Material para pequenos curativos;
Leve anotado indicação sobre localidade com socorro médico-hospitalar e sua carteira de convênio médico;

Filtro solar;
Boné;
Óculos de sol;
Camisa com manga longa e calça comprida;
Meias com cano mais longo protegem melhor da picada do mosquito;
Colete salva vidas, eles tem por lá, mas não são de boa qualidade;
Lanterna;
Sabonete bacteriano, para auxiliar no caso da picada do mosquito pólvora;
HOSPEDAGENS (ida)
Aparecida de Goiânia/GO
Arahra Hotel
Localização – Avenida Teldomiro de Souza, Quadra 43, Lotes 09/11 (esquina com Avenida Chile).
Diária casal – R$130,00.
Facilidades – apartamento executivo, banheiro privativo, tv, internet, ar condicionado, café da manhã incluído, garagem. Hospedagem simples, ambiente familiar.
Contatohttp://www.arahrahotel.com.br / Fone (62)3094.1222 (Antonio).

São Miguel do Araguaia/GO
Hotel Veredas do Araguaia
Localização – Rua 05 n. 695, Centro
Diária casal – R$140,00
Facilidades – apartamentos com a/c, TV, frigobar, não tem elevador, garagem fechada (vagas limitadas). Contatoshttp://www.hotelveredasdoaraguaia.com.br, e-mail: veredasdoaraguaia@hotmail.com, fone: (62)3364.1782

Rio Araguaia
Pousada Cristal
Localização – às margens do Rio Araguaia, Barra do Rio Cristalino – Rua Ônix N° 102 – Q.8 L.7 – Setor Cristal, São Miguel do Araguaia – GO.
Acesso – 2 horas de barco á partir de Fio Velasco.
Diária por pessoa – R$ 600,00 (reserva com 30% adiantado)
Hospedagem – R$ 3.600,00 – casal + Pesca – 4 dias de hospedagem / 3 dias de pesca. Atendimento – 2ª a 6ª – 11h. às 16h.
Pacote – check-in 09/09 (sábado), Pesca nos dias 10, 11 e 12.  contato
check-out : 13/09 (4ª feira )
Contato – Welington – (062) 9632.4678(WhatsApp), (62)3364 2540.  valpousadacristal@gmail.com.IMG_5649
Facilidades – 35 apartamentos com a/c, banheiro privativo, banho quente, café da manhã/almoço/jantar, água e petiscos, churrasco 1 x na semana. Gasolina: 25lt./dia., barco e motor, isca viva, gelo, cerveja, refrigerante, água, translado Fio Velasco até a pousada (ida e volta). Local privilegiado, com canais, lagos e lagoas que formam um viveiro natural, no Rio Araguaia estão espécies para pesca esportiva, como o Tucunaré, Aruanã, Piau, Pirarara e Corvina.
Não incluído na diária – taxa de turismo R$3,00 p/p-dia, licença de pesca embarcada obrigatória, bebidas quentes (caipirinha, vodka, uísque, etc).
Piloto – contratado à parte, nosso piloto foi o Sr. Valdez, bastante recomendado.
Deixamos nosso carro em um estacionamento aberto às margens do Fio Velasco – R$15,00 dia.

 

HOSPEDAGEM (volta)
Caldas Novas/GO
Rio Quente Resorts     

ALIMENTAÇÃO
Posto Décio
Localização – BR-050, km.85,5 – Uberlândia/MG
Informação – um bom lugar para almoço com sistema self service p/ kg. , churrasco e um café adoçado com rapadura na saída e a  lanchonete também tem ótimas opções. Estacionamento coberto, loja de conveniência e um banheiro bem cuidado.
Restaurante Rancho Alegre
Localização – BR-153, km.610 – Morrinhos/GO
Informação – no máximo água.
Aparecida de Goiânia/GO
Aparecida Shopping – Cantinho do Chopp
Localização – Av. Independência, área 1, St. Serra Dourada. Fácil acesso perto da BR-153 e do Hotel Arahra onde ficamos hospedados, fomos e voltamos à pé até o shopping, também está próximo da Prefeitura e Matriz.
Informação – Estrutura nova, ampla, climatizada, com marcas conhecidas, amplo estacionamento. Na área de alimentação o espaço é ocupado por mesas de uso coletivo, ali estão marcas consolidadas no setor de alimentos e outras locais.  Utilizamos a área de alimentação para tomar chopp, suco e lanche.
Goianira/GO
Posto Califórnia
Localização – Goianira-GO
Informação – no máximo água ou refrigerante.
São Miguel do Araguaia/GO
Teteco Bar e Restaurante
Localização – Rua 4, n.1.113, esquina com Piauí, quadra 44, lote 12 esq. c/ Piauí – Setor Central.
Informação – Pedimos um filé ao olho madeira, couve flor com queijo, arroz, cerveja e refrigerante = R$67,00. Teteco é o restaurante mais recomendado da cidade por servir bons peixes e pratos com carne seca. Como estávamos rumando para uma área onde teríamos peixe, preferimos a carne vermelha para o jantar que estava bom, mas não excepcional.

CURIOSIDADES
Rio Araguaia
No dialeto Tupi significa Rio das Araras ou Papagaio Manso.
Nascente – Parque das Emas/Serra do Caiapó-GO, percorre os estados de Goiás, Mato Grosso, Tocantins e Pará, desaguando no Rio Tocantins na divisa dos 3 estados: Tocantins, Pará e Maranhão.
Comprimento – 2.115 km
Altitude na área da nascente – cerca de 850 metros
Vazão (volume) – 5.400 m³/s
Área da bacia do rio – 86.108 km².
Principais rios afluentes –  Água Limpa, Babilônia, Caiapó, Diamantino, Cristalino, Rio Crixá-Açú, Rio Crixá-Mirim, Rio Javaés, das Mortes, do Peixe I, do Peixe II e Rio Vermelho.
Principais parques – Parque Nacional do Araguaia – Ilha do Bananal e Parque Indígena do Araguaia.
Municípios as margens do rio – Aruanã (Goiás), Britânia (Goiás), Alto Araguaia (Mato Grosso), Ponte Branca (Mato Grosso), Santa Terezinha (Mato Grosso), Araguacema (Tocantins), Araguatins (Tocantins), Couto de Magalhães (Tocantins), Conceição do Araguaia (Pará), São Geraldo do Araguaia (Pará) e Bela Vista do Araguaia (Pará).
Praias – são formadas na época da seca entre junho e outubroIMG_5817

Ilha do Bananal
Com cerca de 25 mil km²., a maior ilha fluvial do mundo e considerada a maior ilha fluvial do mundo, está localizada entre o Rio Javaés e o Rio Araguaia, nas divisas com Goiás e Mato Grosso.
A ilha está composta de duas áreas de reserva ambiental,  Parque Nacional e a outra a reserva  é o Parque Indígena do Araguia onde vivem os indígenas Javaés e Karajá, estes produzem as bonecas Rtxòkò, certificadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como patrimônio cultural do Brasil. Para se entrar na ilha é necessário autorização dos órgãos federais Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), que mantém um escritório em Pium, ou da Fundação Nacional do Índio (Funai), cuja sede está localizada em Palmas.
Lagoa da Confusão e Formoso do Araguaia são porta de entrada para a Ilha do Bananal e o Parque Nacional do Araguaia. Na Lagoa da Confusão rica em fauna e flora se desenvolvem vários projetos de proteção ambiental, cuja base é o Parque Estadual do Cantão. Já em Formoso do Araguaia a característica principal está nos redutos de pesca esportiva, com cerca de 300 espécies de peixes, das quais 50 são consideradas esportivas. Essa prática  transformou-se na principal atividade econômica da região, atraindo grande número de turistas.
IMG_5813
Nem tudo está uma maravilha no Araguaia. Estive em uma pousada em frente ao Rio Araguaia tendo do outro lado a Ilha do Bananal (área de preservação).
Moradores da ilha iniciaram uma queimada para fazer uma roça, largaram a queimada e o fogo se alastrou pela Ilha, conforme o vento ia mudando as labaredas iam comendo toda a área verde de preservação. Entrei em contato com o IBAMA/DF, depois por 2 vezes entrei em contato com a super intendência do IBAMA na cidade mais próxima em São Miguel do Araguaia, tb. fiquei sem retorno. Sai do Araguaia e o fogo ainda consumia a Ilha.
Tem mais…. moradores da Ilha foram flagrados com 60 tartarugas para venda irregular, algumas já mortas pois estavam com o casco para baixo aguardando serem recolhidas. Tem mais….presenciei moradores da Ilha do Bananal com rede de captura de peixe – o que é proibido – fechando a saída de lagoas. Muito triste mesmo!!!!!!! Enquanto alguns se esforçam na preservação outros parecem fora da realidade. Se nem o IBAMA sequer responde a uma solicitação tão grave, a quem recorrer?


Fio Velasco
Um pequeno povoado ao norte de Luiz Alves, ponto de partida de alguns barcos que com turistas vão se instalar nas pousadas às margens do Araguaia ou Cristalino.
Luiz Alves
Luiz Alves do Araguaia é um distrito de São Miguel do Araguaia, distante 40km., possui ruas asfaltada e energia elétrica, aqui está o  Porto Luiz Alves, ponto de partida para visitas a Ilha do Bananal, acesso ao Lagoão e Rio do Cristalino. O local possui boa infra estrutura com hotéis, pousadas, barcos casas para temporada, acampamentos ilhados. Os ribeirinhos sempre estão a postos para indicar barcos e guias, navegar no Rio Araguaia não é para amador. O comércio é  razoável, nem todos os estabelecimentos  aceitam cartões, só tem 2 postos de combustível.
A atração fica por conta do por do sol, botos cercando cardumes de peixes, macacos no outro lado do rio e as praias que devem ser usadas com cuidado porque o rio tem um canal perigoso que muitas vezes sofre o desmoronamento de um banco de areia arrastando o que tem pela frente para dentro do rio, o local é monitorado por salva-vidas.
São Miguel do Araguaia
Localização – região Centro-Oeste do país, estado de Goiás.
População – 23.128 habitantes.
Praça central com pizzaria, sorveteria, bares, lanchonetes, apesar desses estabelecimentos estarem em torno da praça principal ela carece de uma iluminação adequada, tudo muito escuro nas ruas que apesar de seguras deixam o visitante instável para transitar. Cidade muito quente, prefira sempre um hotel com ar condicionado.
São Miguel do Araguaia dá acesso ao rio Araguaia através do Porto de Luiz Alves e também é ponto de partida para Ilha do Bananal.
Maruim – Mosquito Pólvora *
Ao picar o inseto injeta saliva na pele, aparece um ponto vermelho que pode se expandir para um vergão, muitas vezes desencadeando reação alérgica e coceira que podem abrir escoriações. O local fica sensível por duas semanas. Eles atacam qualquer área exposta e um único mosquito pode picar várias vezes.
Embora tenham alguns tratamentos caseiros o melhor é se prevenir com alguma medicação:
Analgésico em forma de creme ou gel para a dor, spray não são tão eficazes;
Anti-histamínico para aliviar a coceira;
Creme antialérgico com maleato de dexclorfeniramina;
Um tratamento mais suave é com pomada à base de zinco, usada contra assaduras e pequenas irritações da pele, neste caso utilize a pomada e uma bandagem;
Aloe Vera Gel é um tratamento natural, e que possui qualidades para amenizar a dor e coceira;
Corticóide em creme só em último caso. Ele bloqueia o corpo de produzir substâncias que ativam a células que possam piorar a coceira e inchaço.
Tratamento caseiro
Compressa de água fria por 10 minutos. No caso de inchaço mais grave faça compressa com gelo com intervalo de 10 a 15 minutos durante as primeiras 24h.;
Bicarbonato de sódio misturado com água morna até formar uma pasta e aplique na área picada;
Vinagre de suco de maçã embebido em um algodão e colocado alguns minutos sobre a picada até que a dor passe;
Bandagem de água quente, colocada com pressão sobre a picada até que formigue, repita a operação duas vezes, isso fará com que seus nervos se confundam e a coceira pare por horas. Na verdade o calor faz que a histamina uma proteína que o corpo usa para combater inflamação seja liberada e circule por toda a pele onde esta a picada;
Água e leite se colocados juntos diminuem o inchaço e a coceira. Coloque em um lenço e aplique sobre a pele.

Beto Carrero, muito além do Parque

Beto Carrero – Santa Catarina – Julho/2017
dia10-51.JPG
Aproveitamos nossa viagem ao Parque Beto Carrero para conhecer um pouco mais alguns locais interessantes no entorno de Penha onde está o Parque (descrito em outro post), visitamos Penha, Brusque, Blumenau e Pomerode.
Como chegar – a forma mais prática para quem mora longe e vai com criança é sem dúvida o aéreo e locação de carro a partir de Navegantes/SC. Utilizamos a Movida utilizando milhas BB (43.500 pontos para 7 dias).

Cias. aéreas que operam a partir de São Paulo: Azul, Tam e Gol. Fomos pela TAM partindo de São Paulo com milhas aéreas e montamos um roteiro bastante prático com trechos curtos.
Distâncias percorridas em rodovia = 217km.
Aeroporto Internacional de Navegantes x Penha = 11km.;
Penha x Brusque = 56 km. (58m.) via BR-101 e BR-486;
Brusque x Blumenau = 42km. (53m.) via Rod. Ivo Silveira e Rod. Jorge Lacerda;
Blumenau x Pomerode = 32km. (40m.) via R. 15 de Novembro;
Pomerode x Aeroporto Intern. de Navegantes = 76km. (1h.18m) via BR-470.
1º. Dia – 04/07/2017 (terça-feira) viagem SP x PENHA
2º. Dia – 05/072017 (quarta-feira) Beto Carrero – PENHA
3º. Dia – 06/072017 (quinta-feira) Beto Carrero – PENHA
Como viajamos com milhas, nosso vôo TAM saiu de São Paulo, então fizemos em ônibus o trajeto Campinas x São Paulo. Em Navegantes desembarcamos com leve chuvisqueiro fomos pegar o carro na Movida, não fica dentro do aeroporto, deve-se sair à direita e sempre pela calçada andar 200m. O trajeto até Penha é bastante simples, saindo da Movida basta dobrar à esquerda e seguir até o final da rua que vai dar na praia, então tomar novamente à esquerda e seguir pela avenida beira mar até Penha, caso vá comer algo aproveite o aeroporto por que chegando à noite não vai encontrar nada aberto no trajeto, nem padaria ou lanchonete.
Ficamos na Pousada Tropical da Elaine, nossa permanência foi com café da manhã incluído, 3 diárias x  R$201,33  = R$604,00 / R$67,11 p/p
Pousada Paraíso Tropical.
Localização – Rua Miguel I , Silva 105 – Armação/Penha-SC.
Contato – fones (47)3345.6214 / 8811.891.

A Pousada está a 300m. do Parque, estrutura nova, tv, frigobar, a/c, roupa de cama e banho, banheiro privativo, nosso quarto tinha 1 cama de casal e 1 beliche, tudo muito limpo, garagem não coberta e um pouco apertada, mas segundo a proprietária os carros podem ser deixados na rua sem problema. Boa qualidade do sono. O atendimento é excelente e o café da manhã é bom e suficiente. Embora estivéssemos chegando após o horário do check in, a Elaine gentilmente estava nos esperando.
Como guia de turismo, recomendo esta hospedagem!
Os passeios e informações dentro do Parque estão no post “Beto Carrero c/ João Pedro”.
Nosso café da manhã foi feito todos os dias na Pousada Paraíso Tropical e as demais refeições dentro do Parque. Em nossa última noite por indicação da Elaine fomos jantar no Sitio’s Grill, uma pizzaria com forno à lenha e sem dúvida foi uma excelente indicação, atendimento nota 10, pizzas com massa fina e recheios variados.  Como se não bastasse o rodízio com mais de 40 variedades ainda há um complemento com batata frita, frango, polenta e macarrão.
Sitio’s Grill Pizzaria

Localização – Av. Eugênio Krause, 3516 – Armação, Penha. Fone: (47) 3398-3173
Outras opções de hospedagem.
Como a cidade tem foco no turismo do Parque as opções de hospedagem são muitas, mas há quem prefira ficar no Balneário de Comburiu que está a 40km. de Penha, o problema é sair com crianças do parque, rodar 40km. até Comburiu e no dia seguinte sair muito cedo do hotel para voltar até o Parque. Estando em Penha não vai precisar tirar as crianças da cama tão cedo e você chega rapidamente ao Parque, dependendo da hospedagem dá para ir caminhando, o único problema é o cuidado que se deve ter ao atravessar a rodovia a pé, na Rodovia Beto Carrero World que dá aceso ao Parque não há faixa de pedestres nem calçamento e as pessoas atravessam a pista correndo, ação bastante perigosa com ou sem crianças. Alguns hotéis em Penha oferecem o transporte grátis até o Parque, mas terá que se submeter ao horário de outros hóspedes.
Praias.
O Parque Beto Carrero não é a única opção, a cidade possui algumas praias que podem ser aproveitadas para quem pretende fazer uma estada maior. Vamos citar as mais conhecidas.
Praia Alegre – mar calmo sem correntes marítimas, ideal para jogos de areia, esportes náutico. Fica a 2,5km. do centro de Penha é a última praia já perto de Piçarras. Possui quiosques espalhados pela orla, árvores centenárias na avenida, iluminada e freqüentada à noite.
Praia Bacia da Vovó – entre a Praia Alegre e a Praia da Saudade é um pequeno pedaço de praia limitada por rochas que formam diversas piscinas naturais com águas limpas e calmas, muito procurada por idosos e crianças.
Praia do Quilombo (1 km.) – mar com ondas altas, presença de areias monazíticas. Infraestrutura relativamente boa.

Praia da Saudade ou Prainha (ou ainda Aristocrática) – considerada uma das mais bonitas do balneário, águas claras, com mar forte torna-se às vezes perigosa. Parada obrigatória para as lanchas que levam turistas aos passeios pela orla marítima de Penha por se tratar de um local com residências de luxo.
Praia da Armação (6km.) – área nobre, águas claras e calmas, muito procurada por turistas. Vista para a Ilha Feia.
Praia de Armação do Itaporocoy (800m.) – local de embarcações de pesca. Infraestrutura e aluguel de caiaques, prancha de stand up, bares e restaurantes. Visitas a Igreja de São João Batista.
Praia Grande – apesar da ondulação favorável ao surfe, tem algumas enseadas recomendadas para banho. Boa infraestrutura turística. Vista para Ponta da Vigia e Farol.

Praia Vermelha– área de preservação ambiental, semi deserta, considerada uma das mais lindas, porém pelo mar aberto e o difícil acesso não é recomendada para crianças.
Praias da Região da Praia de Armação: Fortaleza, Manguinho, Armação, Cancela.
Praias da Região da Praia Grande: Paciência, Grande, Ponta da Vigia.
Praias da Região de São Miguel: Praia de São Roque, Vermelha, Lucas, Monge.
4º. Dia – 07/072017 (sexta-feira) – PENHA x BRUSQUE = 56km.
Trajeto com asfalto em condições ruins, sem acostamento. Brusque tem fama de ser uma cidade com roupas a preços baixos, então, paramos no Shop Stop, um out-let com várias marcas que em nada se parece com lojas de fábrica e sim um shopping, os preços não são nada convidativos, pelo menos neste dia não valeu a parada. Tomamos um café, João Pedro um lanche e seguimos viagem.
Hotel Veneza
Localização – Avenida Lauro Muller, 80 – Brusque/SC
Contato – Fone (47)3212.2322 – http://www.hotelveneza.com.brreservas@hotelveneza.com.br
O site informa localização central, mas não foi como imaginamos. Tradicional, relativamente bem conservado, camas boas, armário, o chuveiro deixou a desejar demorando muito para esquentar, frigobar, a/c, garagem coberta e fechada, após check in você é quem transporta toda a bagagem para o quarto. O atendimento é atencioso e na recepção há uma máquina de café (pago). Café da manhã com cucas, bolos, pães, frios, frutas, suco, café, leite, chá.

O QUE FAZER EM BRUSQUE
Parque Zoobotânico de Brusque
Localização – Rua Eduardo Von Buettner, 77
Horário – de terça a domingo das 8h. às 17h.50
Ingresso – R$5,00.

O principal atrativo pelo qual nos deslocamos até o Parque era utilizar o teleférico que comunica o Zoo com o Morro da Caixa D’água, mas só fomos informados que estava desativado há muito tempo quando chegamos lá, o que significa que o descaso com o zoológico se estende ao site. Entrada por um portal com características da colonização alemã.  A atração são as aves, não vimos felinos e muitas jaulas estavam vazias.  Observamos que os animais apresentam estar bem tratados, mas o zoológico necessita de manutenção urgente.
Parque Leopoldo Moritz (Morro da Caixa D’água)
Localização – Rua Dr. Penido, s/n (não tem placa indicativa no trajeto).
Saindo do Zoo tentamos entreter o João Pedro indo até o Morro da Caixa D’água, o local abriga a estação de tratamento de água.
dia7-050l
Na entrada um avião North American T6-D, que participou da 2ª. Guerra Mundial. Internamente possui lago com carpas e roda d´agua, pequeno parque infantil e ponte pênsil , passeio  pouco atrativo apenas uma lanchonete que estava fechada.

Como já era tarde fomos procurar algum local para comer, após duas tentativas de restaurantes fechados, fomos para um local nos arredores da cidade sobre o qual havia boa informação.
Restaurante Vô Joãodia7-052a
Localização – Rua Santa Cruz, 311- Bairro Águas Claras/Brusque.
Contato – Fone (47) 3351.8280 (proprietário João Carlos Debatin e gerente Ricardo) http://www.restaurantevojoão.com.br.
Desta vez não nos decepcionamos, o restaurante é fantástico para adultos e crianças. Chegamos às 15h., o almoço termina às 14h., apesar disso o proprietário nos atendeu muito bem e disse que se não nos importássemos em almoçar sem reposição de comida poderíamos usar o restaurante e mesmo assim tenho a dizer que estava excelente a mesa de salada, réchaud com pratos quentes e a ilha com comida “caipira” e alemã servida no fogão a lenha.

Para sobremesa ficamos encantadas com o sagu regado ao creme branco. Tudo muito bom e o atendimento maravilhoso, depois do almoço fomos convidados a visitar a casa dos coelhos e o jardim acolhedor ao lado do restaurante e depois ainda visitamos o lago e área externa de lazer com redes.
Como guia de turismo recomendo o Vô João a 5km. de Brusque.

Terminamos aqui nosso dia, voltamos para o hotel e como já citei ficava longe da cidade, não saímos mais, tomamos um lanche no hotel com algumas guloseimas que tínhamos comprado.
Outros restaurantes em Brusque: La Sapore (anexo ao Hotel Veneza), Donna Dunna (Rua Felipe Schmidt, 56-p/ kg. ou livre), Degustu’s (Av. Cônsul Carlos Renaux, p/ kg. e café da tarde), Fuzon (Av. Cônsul Carlos Renaux,125 –  buffet livre).
Outras atrações em Brusque.
Lojas de Roupas na Rodovia Antônio Hell: FIP Feira da Moda, Stop Shop.
Parque das Esculturas
Localização – Rua Valentim Maurici.
Espaço amplo a céu aberto com 40 esculturas. Destaques: única peça feita em mármore por Amilcar de Castro, Tortura nunca mais de Oscar Niemeyer remete ao período da ditadura militar e uma das últimas peças produzidas por Gio Pomodoro.
Casa de Brusque ou Museu Histórico e Geográfico Vale do Itajaí-Mirim
Localização – Avenida Otto Renaux, 285 – centro.
Acervo com documentos e fotos da trajetória da população de Brusque.
Centro Cívico arquitetura enxaimel, local para fotos.
Localização – Praça das Bandeiras, centro.
Arquitetura enxaimel, local para fotos.
Igreja Luterana (1896) – estilo gótico, atração um órgão alemão com 1,2 mil flautas
Localização – alto do morro
Estilo gótico, atração um órgão alemão com 1,2 mil flautas.
Igreja Matriz de São Luiz Gonzaga. edificada com blocos de granito são pedras diferentes entre si recolhidas na região de Brusque.
Localização – Rua Padre Gattone, 75 – centro.
Edificada com blocos de granito são pedras diferentes entre si recolhidas na região de Brusque.
5º. Dia – 08/07/2017 (sábado) –  BRUSQUE X BLUMENAU = 42km.
Antes de seguir viagem aproveitamos uma visita ao Pavilhão de Eventos Maria Celina Vidotto Imhof que nesse período acolhia o 4º Festival Nacional da Cuca em Brusque, local ideal para consumir mais um típico Café Colonial em um verdadeiro mar de cucas.

No local havia uma Oficina Culinária de Cuca para crianças e o João Pedro aproveitou a oportunidade para acrescentar ao seu currículo uma aula de cuca.

Despedimos-nos de Brusque e seguimos viagem.
Para quem tiver tempo, no trajeto pode incluir também Nova Trento, cidade da Madre Paulina, depois vale a pena uma parada na confeitaria alemã.

Martha Frehner – Confeitaria Alemã
Localização – Rodovia SC 410, 9758, Nova Trento – SC
Você pode nem estar com fome, mas nesta confeitaria não vai sair sem experimentar alguma coisa. Strudel de maçã ou banana, brownie, bolo ou empadas acompanhando um café. Os preços são bons e o atendimento impecável.
Antes de chegar a Blumenau nos desviamos 20km. para ir até São João Batista dia8-053fCapital Catarinense do Calçado – com uma população de 33mil habitantes e 200 fábricas de calçados, as lojas ficam à beira da rodovia e realmente o preço compensa o desvio do roteiro. Os melhores preços encontramos na loja:
Pontão do Calçado
Rodovia SC-410, Km 19, 3190
Chegamos a Blumenau e desta vez nosso hotel ficava realmente no centro da cidade.
dia9-4Mansiones Hotel
Localização – Rua Padre Jacobs, 45 – Centro – em frente à Matriz, entre a Rua 15 de Novembro e Rua 7 de Setembro, próximo ao Shopping Neumarkt.
Contato – fone:(47)0800 604 1054 ou (47) 3039-1212.
hotelmansiones.com.br – reservas@hotelmansiones.com.br
Hotel bom, quarto não muito grande, boas camas, banheiro limpo, água quente, a/c, café da manhã completo, internet, wifi., estacionamento com manobrista, recepção 24h., restaurante anexo.
Em Blumenau o roteiro não era muito infantil, chegamos já um pouco tarde e após nos acomodarmos no hotel seguimos até o local onde é feita a festa da cerveja Oktoberfest na Vila Germânica que durante todo o ano mantém restaurantes, barracas com lanches, pequeno parque de diversões e lojas com produtos típicos. Local bastante animado e mesmo sendo com foco nos adultos as crianças se divertem.
Vila Germânica – Oktoberfest
Localização – Rua Alberto Stein, 199, Velha Blumenau.
Horários – restaurantes de 2ª. a 2ª. das 11h. às 23h. e lojas de 2ª. a 6ª. das 10h. às 20h. , sábado e domingo das 10h.às 18h.

Restaurante Bier  Vila
Pedimos Risoto Blumenau (lingüiça Blumenau, arroz arbóreo, cebola, tomate cereja, cerveja, molho base), tomamos chopp de vinho e João Pedro um hambúrguer.

Roteiro urbano em Blumenau
Rua 15 de Novembro, Prefeitura, Teatro Carlos Gomes, Catedral de São Paulo Apóstolo (torre e vitrais), Castelinho do Turismo (Havan), Fundação Cultural Blumenau, Museu da Cerveja, ponte da estrada de ferro Aldo Pereira de Andrade, locomotiva na praça Victor Konder, Museu da Familia Colonial. Para conhecer as cervejas artesanais visite:

Eisenbahn, Bierland, Container, Wunder Bier, Cervejaria Blumenau. Compras: Empório Frozen e Museu Hering.
6º. Dia – 09/07/2017 (domingo) – BLUMENAU x POMERODE = 32km.
Em Blumenau manhã tranquila até o horário da missa, como era domingo fomos acordados pelos sinos da Catedral logo cedo, aproveitei e saí pelo centro caminhando e fotografando os prédios históricos, já que naquele horário as ruas estavam vazias. Aproveitei para fazer várias fotos na Rua 15 de novembro que conserva prédios de arquitetura alemã (no período colonial era conhecida por “Wurtstrasse” Rua da Lingüiça), rio Itajaí Açu, feira de antiguidades.

Voltei ao hotel para o café da manhã, depois saímos rumo Pomerode em estrada secundária, asfalto regular, porém com trajeto mais curto.
Chegamos às 11h. o local da hospedagem em Pomerode não era longe do centro, mas para quem vai com criança pequena é necessário carro para se locomover.
Hospedagem Larissa
Localização – Avenida 21 de Janeiro, 1.000 (esquina com a Rua Joinville).
São duas dependências, ficamos em um quarto com 3 camas e banheiro privativo, ao lado a outra dependência tem cozinha equipada que pode ser compartilhada. Nosso quarto bastante confortável, camas, colchões, travesseiros, roupa de cama e banho impecáveis. Larissa nos atendeu muito bem, forneceu um mapa da cidade e indicações.

Instalamos-nos no quarto e como o passeio com o Jeep Tour seria às 14h. fomos até o parque onde estava acontecendo o 13º. Festival Gastronômico de Pomerode entramos para conhecer o espaço nos programamos voltar para jantar.
Fomos até a Nugali tomar chocolate quente e comprar chocolates em barra para amigos.
Chocolates Nugali.image001
Localização
– Rua XV de Novembro, 181 – centro
Seguimos para o Portal Sul, principal entrada da cidade aguardar o Ronald com o Jipe Bruttus para fazer a Rota Enxaimel, passeio bastante recomendado culturalmente, inclusive esta opção deve ser a primeira para quem chega a Pomerode, como o Ronald é guia de turismo o visitante termina o passeio com um amplo conhecimento da região, cultura, história e tradição pomerana.
dia9-75.JPG
Circuito interessante, didático com paradas estratégicas de conhecimento. O passeio dura 3h. e pode ser agendado diariamente. O Ronald também oferece opção com mais adrenalina até o Morro da Turquia (586m.) e Morro Schimit (931m.).

Jipe Bruttus em Rota Enxaimel
Viatura militar do Exército Brasileiro 4 x 4 adaptada
Contato – Ronald Kreidel – (47) 3387.4123 ou 9 9150-0003
http://www.pomerodejeeptour.com.brronald.kreidel@gmail.com
Terminamos o passeio e fomos ao Torten Paradies para um café e suco.
Confeitaria e Restaurante Torten Paradies