Roma – primeiro dia

Revisado em 2020 – valores informados podem sofrer alterações.93 - ROMA - vista coliseu
Como chegar
Compre uma passagem na modalidade múltiplos destinos, por exemplo: Brasil x Roma e voltando Veneza x Brasil ou Milão x Brasil.
Estude a compra antecipada de passagens em trem de alta velocidade para Roma x Firenze e Firenze x Veneza, no site https://www.italotreno.it/ (inglês e italiano)
Trechos regionais (ex: Firenze x Pisa S. Rossore), podem ser adquiridos no https://www.tremitalia.com.br/ (português) ou nas próprias estações.

Visto turista
A  Itália faz parte do Espaço Schengen, brasileiros não precisam de visto de entrada desde que permaneçam no país por até 90 dias. O passaporte deve ter validade de no mínimo 6 meses após a entrada no país e deverá ter 2 páginas em branco.

Vacina – nenhuma vacina é solicitada.

DIÁRIO DE BORDO – ROMA – 3 DIAS

Chegada
Chegamos a noite, tomamos um táxi até a hospedagem e nada foi feito neste dia.

Hospedagem
Apartamento Vittorio 2
Localização – Corso Vittorio Emanuele, 294int. 2
Imóvel com boa localização, 1 quarto com cama de casal, 1 de solteiro e um sofá cama na sala/copa. Cozinha com equipamento básico, além de máquina de lavar roupa no corredor. Pequeno mercado no térreo, perto dos principais pontos turísticos.

ROTEIRO – 1º. Dia
COLISEU, FORUM ROMANO e PALATINO

Como chegar – Ônibus: linhas 75, 81, 673, 175, 204; Bonde: linha 3;
Metrô: linha B, estação “Colosseo”, funciona das 5h30 às 23h30, de domingo a quinta-feira, e até à 1h30, sexta-feira e sábado.
Localização – Estação do metrô Colosseo, linha azul, saindo da Plaza del Colosseo.
Horário – abertura às 8h.30.
Bilhete – bilhetes antecipados  com hora marcada no site https://www.colosseum-rome-tickets.com/ Get Your Guide, ou Coopculture – Recomendado pela limitação de pessoas por horário, chegando no local procure a fila “Prenotazioni con orario”, o bilhete vale também para o Forum, mas sem horário marcado. A entrada para o Coliseu vai estar sempre lotada, caminhe 5 minutos pela Via Dei Fori Imperiali e utilize esta entrada secundária, outra alternativa é entrar pelo Monte Palatino, usar 2 a 3 horas de visitação e depois entrar no Coliseu. Para visitar os subterrâneos e arena são 20€ sem guia ou 27€ com guia. Para subterrâneos e belvedere (nível 3), com guia 33€. Os guias são em inglês, espanhol, italiano e francês. Há venda de bilhetes com menor fila na via San Gregório, perto do Arco de Tito no Palatino. O ingresso vale por 2 dias contanto a partir do primeiro uso, ou seja, dá pra voltar no dia seguinte.

                                                       COLISEU*****

                                       PATRIMÔNIO MUNDIAL DA UNESCO
                 2007 CONSIDERADO UMA DAS 7 MARAVILHAS DO MUNDO. 
106 - ROMA - coliseu

COLISEU ou Anfiteatro Flaviano
O Coliseu começou a ser construído no ano 72 d.C. pelo imperador Vespasiano e foi finalizado cerca de oito anos depois, inaugurado por Tito com celebração de 100 dias de jogos. Com estrutura oval, possui quatro andares e uma fachada de 54m. de altura. Sua arena possui 3.500m2. Os 3 primeiros pisos são constituídos de arcadas separadas por colunas de estilos: etrusco-dóricas, jônicas e corintias. O tamanho do anfiteatro é de 48,5m. de altura, 188m. de comprimento e 156m. de largura. Mármore travertino foi amplamente utilizado na arquitetura do Coliseu, juntamente com ladrilho e pedra calcária. Grande parte desse material foi saqueado ao longo dos séculos.
A capacidade do Coliseu de Roma era de abrigar cerca de 80 mil expectadores que entravam através de 80 arcos dispostos ao nível do chão e devidamente numerados que ficavam separadas por setores de acordo com a classe social, sendo a área chamada “podium” para os mais ricos, “maeniana” para a classe média, e “portici” para os pobres (nessa se incluíam também as mulheres), foi projetado de tal forma que podia esvaziar-se em apenas 20 minutos.image002
Nos espetáculos e jogos dentro do Coliseu, até batalhas navais eram encenadas e, para isso, o anfiteatro possuía um dispositivo que acumulava água da chuva, permitindo com que a arena se enchesse de água em pouco tempo. Foi totalmente erguido por prisioneiros hebreus.
Combates com feras pela manhã, execução de condenados ao meio dia e combates entre gladiadores a tarde. Nos dias de maior sol, o público se protegia por uma espécie de toldo confeccionado com 240 velas de barcos da frota imperial.  A zona subterrânea, no centro da arena se destinava a jaula dos animais e instalações, estava dotada de grades de madeira por onde se via a arena. Durante a idade média o Coliseu foi transformado em fortaleza e utilizado para guarda de materiais de construção. Foram saqueadas as placas metálicas que uniam os blocos de rocha travertino, com isso foram aparecendo grandes rachaduras em toda sua estrutura.
O nome “Coliseu” deriva do latim e significa “grande”, “colossal”. Isso se deve ao fato de que, antigamente, o terreno da região fazia parte da residência do imperador Nero, e tinha uma estátua gigante em sua homenagem ali, chamada Colosso de Nero.

image002Hipogeu
Uma subestrutura do Coliseu, foi construído 10 anos após inauguração do Coliseu e funcionava como salas de espera para gladiadores antes de irem à luta no anfiteatro. Todo em alvenaria, o Hipogeu incluía um sistema de túneis junto com dois grandes corredores.

Arena
Para cobrir o Hipogeu foi construída uma prancha de madeira coberta por areia que não fazia parte da construção original. Como a maior parte da arena foi destruída ao longo dos anos, há poucas seções restantes, mas dá para imaginar como era o campo de batalha entre gladiadores e animais.
Terceiro Nível
O terceiro nível do Coliseu oferece vistas do anfiteatro e da cidade de Roma. Ao contrário de outras seções que estão ao nível da superfície ou no subsolo. Note que a maioria das excursões não oferece acesso a este nível, então certifique-se de reservar uma que o mencione explicitamente.
image004Subterrâneo
Adicionada recentemente ao passeio do Coliseu, a seção subterrânea esteve fechada ao público até 2018 e funcionava como área de bastidores antes das grandes batalhas de gladiadores, onde todo o trabalho de preparação acontecia. Se você gosta de uma experiência assustadora, um passeio pelo subterrâneo do Coliseu é a opção perfeita.

FORUM ROMANO***** – PALATINO*** – CIRCO MAXIMO**


Construído no  século VII. a. C. era o centro das atividades políticas, jurídicas, religiosas e comerciais da Roma antiga. Havia basílicas, templos, locais para reuniões de negócios, administração de justiça, cúria, senado, arcos triunfais, monumentos e esculturas. A Via Sacra que atravessava a zona era local de procissões religiosas e paradas triunfais. Restam nas ruínas mais de 20 templos, pedras, colunas, estátuas sem suas cabeças. 
Via Sacra
Após visitar o Coliseu, procure a entrada do Forum Romano (Via San Gregório), comece percorrendo a Via Sacra que era a principal “rua” da antiga Roma que conectava o Coliseu com a Piazza de Campidoglio.
venus(3) Templo de Vénus e Roma
Foi dirigido as divindades de Vénus Félix e Roma Aeterna. Construído pelo imperador Adriano, com início em 121 d.C. e inaugurado quatorze anos depois, em 135 d.C. Contudo, foi terminado só em 141, por Antonino Pio, imperador romano.
A direita da Via Sacra próximo ao Coliseu.
(1) Arco de Tito
Está ao lado esquerdo da Via Sacra, é necessário sair um pouco dela
132(9)Templo de Vestas
Embora a maior parte tenha sido danificada ao longo do tempo, os restos foram reconstruídos na década de 1930 para preservar o seu significado arqueológico com formato circular.
Ao lado esquerdo da Via Sacra, em frente ao Templo de Romulo e Templo de César).
Casa das Virgens Vestais
Funcionou como a residência das Virgens Vestais. O complexo, localizado ao pé do Monte Palatino, foi reconstruído várias vezes durante a história romana. Atualmente, apenas as estátuas das Vestais permanecem no Atrium Vestae.
A Casa está localizada atrás do Templo de Vesta, no Fórum Romano.

tempioromolo_1(5)Templo del Divo Romolo – Templo do Divino Rômulo
Construído em 309 após a morte de Romolo, posteriormente foi incorporado a Basílica de Sancti Cosma e Damiano que fica atrás do templo, no seu interior restam estátuas, afrescos e bustos. Acredita-se que este pequeno templo tenha as portas mais antigas do mundo.
Está na Via Sacra entre a Casa das Vestais e o Templo de Antonino e Faustina.

(7) 94 - ROMA - Foro di CesareForum de Cesare ou Fórum Julio
Foi construído por Júlio César de 54a.C.a 46a.C. depois de adquirir, a preços altos os terrenos necessários na região. O Forum media 160m x 75m. e servia como local de cerimônias de inauguração, jogos que eram financiados por César.
Está ao lado do esquerdo do Templo do Divino Romolo.
Procure se informar sobre o passeio noturno “Viagem ao Forum de César”.
(8) Regia
Estrutura religiosa funcionava como sede de diversos rituais religiosos públicos conduzidos pelo rei das coisas sagradas e pelo pontífice máximo
Está entre o Templo de Vesta e o Templo de Antonino e Faustina.

(6) Templo de Antoninus e Faustina
102-ROMA - templo de Antonino e Faustina - 21/05
Construído no século II e dedicado ao Imperador Antonius Pio e sua esposa Faustina, a Mais Velha. Foi transformado em igreja católica no século VII e ainda hoje é um dos mais bem conservados do Forum Romano.
Está atrás do Templo de César e Regia.
basilica_emilia_00(14) Basílica Emília – Basilica Aemilia.
Base da construção de 179a.C., atualmente restam apenas resquícios da fundação e alguns elementos reconstruídos, tinha 100m. de comprimento e cerca de 30m. de largura.

(15) Curia Hostília
A primeira casa do Senado Romano foi construída por Tullus Hostilius. Os senadores se reuniram aqui por séculos em um edifício simples, mobiliado apenas com bancos de madeira e mesa. A Cúria Hostília foi destruída por um grupo de romanos que protestavam contra o assassinato de seu herói Clódio.

(16)   Arco de Septimius Severus.
97 - ROMA - ruinas romanas - 21/05
Arco de Sévero Sétimo, foi erguido no ano de 203d.C. sobre uma base de mármore travertino, foi feito para comemorar seu terceiro aniversário como imperador e suas vitórias. Grande parte do arco permanece até hoje de pé, observe o refinado artesanato romano.

(21) Coluna de Focas
Erigida em 608d.C. em homenagem ao imperador bizantino Focas, aproximadamente 600 anos e mais de 13m. de altura e é uma das poucas que permanece em pé.132-002
(18) Rostra – Rostri
Era uma grande plataforma, erguida durante períodos republicanos e imperiais da cidade. O termo “rostro” (Rostrum), que refere um pódio usado para fazer um discurso ou pronúncia, deriva do nome da estrutura; ou orador se colocava diante de um Rostrum, sobre um Rostra.

 (17) Pórtico do Consentimento
Deuses Harmoniosos ou Deuses da Concordância.
Foi reconstruído pela última vez em 367 e foi o último santuário pagão que funcionou no Forum, contava com doze recintos recuados onde acredita-se, os funcionários do Capitolino trabalhavam.

(20) Templo de Vespasiano e Tito
Templo construído por Tito, em 79 d.C., para homenagear seu pai o Imperador Vespasiano e a vitória de Roma sobre Jerusalém, o Arco do Triunfo foi erguido após a morte do imperador Tito por seu irmão Domiciano que dedicou a ele o templo. Atualmente restam apenas três colunas.image001-005
 (19) Templo de Saturno
Templo construído em 497a.C. foi o primeiro templo pagão, dedicado ao deus Saturno, foi destruído várias vezes pelo fogo, atualmente apenas as 8 colunas jônicas da varanda se encontram em pé.
Fica ao lado do Marco Dourado, ponto de partida da Via Sacra e local que servia de referência para medir todas as distâncias de Roma até as províncias do Império. Também está perto da Coluna Foca.

(11) Basílica Giúlia (Júlia).
Juntas, a Basílica Julia e a Basílica Aemilia (Emília), representavam os palácios da justiça da Roma Antiga. Hoje, existem apenas algumas ruínas desses imponentes prédios públicos, que poderia ser uma área coberta do Fórum Romano.

(10)Templo de Castor e Pólux ou Templo dos Dióscuros.
castor polux
Templo dedicado aos irmãos Castor e Pólux e construído originalmente como agradecimento pela vitória na Batalha do Lago Regilo. Castor e Pólux eram os dióscuros, os “gêmeos” da constelação de Gemini, os filhos de Zeus e Leda, cujo culto chegou a Roma vindo da Grécia através da Magna Grécia no sul da Itália.

(12) Santa Maria Antiqua
A igreja foi construída na metade do século VI, permaneceu em uso até 847, quando foi parcialmente enterrada por um deslizamento de terra na colina causado por um terremoto. Desenterrada em 1702, quando outra igreja foi construída no mesmo local. A estrutura coberta ao lado das árvores à direita é um oratório dedicado aos quarenta mártires de Sebaste.

(13) Horrea Agrippiana.
Era um celeiro e mercado de grãos e alimentos construído por Marcus Agrippa. O complexo está centralizado em torno de três pátios, cada um cercado por dois andares de possíveis cômodos que serviram como lojas ou depósito. Originalmente cada pátio tinha um telhado plano de madeira sustentado por colunas de tijolos. O pátio do meio abrigava um altar para a divindade protetora da horrea e uma fonte, mas na idade média, as casas foram construídas nos pátios, mudando a aparência da área.
Está atrás do anexo do Palácio de Tibério

MONTE PALATINO

Localização – Via di San Gregorio, 30.
Estádio Domiciano – Circus Agonalis
O Estádio foi construído para receber competições atléticas no ano 86 d.C., foi o primeiro local permanente de Roma para competições de atletismo. Embora a maior parte do estádio tenha sido destruído ao longo do tempo, ainda há muito para ver e imaginar.132-004
Casa de Augusto
Casa de Augusto é uma edificação grande, foi a residência do imperador Augusto, apresenta um complexo de estruturas localizadas ao redor do Templo de Apolo Palatino e foi escavado na década de 1960 e amplamente restaurado pelo World Monuments Fund, abrindo ao público em 2008.
Casa de Lívia
Localizada perto do Templo de Magna Mater, acreditava-se que a Casa de Lívia era a residência da terceira esposa de Augusto. Localizada no extremo ocidental do Monte Palatino, possui ainda alguns afrescos.
132-003
Museu Palatino
O Museu Palatino abriga uma valiosa coleção de achados do Monte Palatino com artefatos que remontam à época do Paleolítico Médio. Veja exposições entre os séculos I e IV d.C. que oferecem uma visão fascinante do Império Romano.
Arco de Constantino
O Arco foi erguido no ano de 315 para comemorar a vitória de Constantino I o Grande sobre Maxentius na Batalha da Ponte Milvio. Tem 21m. de altura por 25m. de largura, composto por 3 arcos. Construído com peças de edifícios anteriores, estátuas retiradas do Forum de Trajano e relevos aonde aparece Marco Aurélio distribuindo pães aos pobres, além de Trajano após a vitória frente aos Dácios.
Arco de Constantino está ao lado do Coliseu, entre o Coliseu e o Monte Palatino,

ALMOÇO
1ª. opção
Para quem sair perto do Metrô Colosso
Squisito Cokie $$ $$$  (razoável)

Rito Café – $$ $$$  (razoável)
Colosseo Metro Café – $$ $$$  (razoável)
Punto Ristoro – $$ $$$  (razoável)
Perto da Bilheteria
Gran Caffe Rossi Martini – $$ $$$ (boa)
Pizzeria Il Glatiatore – $$ $$$ (boa)
Nas imediações da bilheteria atravesse a Piazza del Colosso e escolha uma das 3 vias, todas com bons restaurantes e cafeterias, lembrando que quanto mais distante melhor o preço.

– Via S. Giovanni in Laterano – com vários restaurantes
– Via Dei Santi Quattro
– Via Capo D’Africa
2ª. opção
Tome um café nas imediações do Coliseu e siga até a Bocca de lla Veritá, depois atravesse a ponte e aproveite um restaurante no Bairro Trastevere. Do Coliseu até a Bocca de lla Verità – 1,3km., ônibus 118 leva mais de 1h.; táxi 5€ 2minutos; se for caminhando circular o Palatino pela via Di San Gregorio, virando à direita na Via dei Cerchi e a esquerda em frente ao Mercato di Campagna Amica del Circo Massimo (local excelente, aberto só nos finais de semana das 8h. às 15h.), a Igreja aonde se encontra a Bocca de lla Veritá está em frente. Depois da visita é só atravessar a Ponte Palatino sobre o Rio Tibre e procurar um dos vários restaurantes no Bairro Trastevere, os melhores estão na Via della Lungarina. Inverter o roteiro também é válido, tome um táxi no Coliseu e peça para ir até a Via della Lungarina e visite a “Bocca” na volta.

Bocca de lla Verità***1243 - ROMA - Bocca di la Verita - 23/05
A Boca da Verdade é uma enorme máscara de mármore com quase 2m. de diâmetro, foi vista em uma cena de filme em que Audrey Hepburn e Gregory Peck, em Férias Romanas aparecem fazendo o teste da verdade. Diziam os antigos que a prova da verdade era colocar o mão na boca da máscara, se estivesse mentindo sobre determinado fato a mão seria “comida”.
Segundo a lenda um marido levou a esposa até a boca da verdade porque desconfiava de sua fidelidade, diante do medo de ser descoberta a mulher fingiu um desmaio e o amante que estava por perto a amparou. Depois disso a mulher jurou junto a Boca da Verdade que só havia estado nos braços de seu marido e do homem que acabava de segurá-la.
Igreja de Santa Maria in Cosmedin – aproveite para conhecer a única igreja católica em Roma que tem missa em grego às 18h todas as sextas-feiras. Inclua uma visita ao interior das catacumbas e veja o mosaico bizantino do século VII d.C. na loja de souvenir.
Localização – Igreja de Sta. Maria de Cosmedin, na Piazza dela Bocca dela Viretà, 18.
Horário – das 9h.30 às 17h.50

Rio Tibre (Tevere em italiano) e Ponte Palatino
Rio Tibre – percorre 400km. dentro da Itália. Os etruscos chamavam-no de Tybris em homenagem ao rei Tiberius Silvio que se afogou nas águas do rio. Pelos romanos suas águas eram consideradas sagradas e chamavam o rio de o Rio do Destino, sendo associado à divindade Tiberinus Pater.
Ponte Palatino – dá acesso ao Bairro Trastevere, sua construção é do século XIX em substituição a uma ponte anterior.
Para um programa noturno deixe agendado o passeio noturno “Viagem ao Foro de Augusto ou “Viagem ao Foro de Trajano”.

Fórum, Coluna e Mercado de Trajano***
image001Foi o último dos fóruns imperiais, ocupava uma área de 300 x 185m, circundada por duas bibliotecas (uma em grego e uma em latim) e a “Basílica Ulpia” a maior construída até então: 170m de comprimento por 60m de largura e 40m de altura, divididos em cinco naves. Foi construída com tijolos revestidos por mármores e no interior da basílica aconteciam julgamentos, atividades comerciais e a cerimônia da libertação dos escravos (“Atrium Libertatis“). Dentro do espaço do forum é possível caminhar por ruas romanas com calçamentos originais, construções em concreto pozolana, arcadas, abóbadas e alvenaria. Algumas das colunas de mármore originais estão dentro da Basílica de São Pedro no Vaticano.
Localização – Via Quattro Novembre, 94, Via dei Fori Imperiali, do lado direito do Monumento a Vittorio Emanuelle II
Horário – Todos os dias: 9h.30 às 19h.30
Bilhete inteiro – inteiro € 13 meia € 11. O Mercado de Trajano é uma área arqueológica à parte, com bilhete separado do Fórum Romano.
Procure se informar sobre o passeio noturno “Viagem ao Foro de Trajano”.
Coluna de Trajano
No local está a “Coluna de Trajano” que guardou os restos mortais do imperador em uma urna de ouro. Posteriormente a mando do Papa Sisto V substituída sua estátua por uma de São Pedro.
Mercado de Trajano
Era composto por duas estruturas semi circulares e um enorme salão, chamado “Aula” subdividido em espaços menores interligados por corredores em labirinto que supostamente serviam para o comércio de mercadorias. Construído em tijolo com piso  coberto por um mosaico preto de pedras muito rígidas para garantir a impermeabilidade.
Aqui acontecem exposições de arte antiga e contemporânea.

Fórum de Augusto**image001-001
Otaviano Augusto jurou durante a Batalha de Filipos em 42a.C., erigir um templo dedicado a Marte Vingador deus romano da guerra, foi construído 40 anos depois da batalha.
Antes de batalhas importantes, generais romanos partiam de Roma a partir do Templo de Marte depois de uma cerimônia religiosa. Ali aconteciam as cerimônias romanas, incluindo a recepção da “toga viril” pelos jovens romanos. O Senado Romano se reunia no templo para discutir assuntos de guerra e os generais vitoriosos traziam armas e itens valiosos para serem colocados no altar do templo dedicado a Marte.
Se não quiser percorrer as ruínas do Forum de Augusto elas podem ser observadas do lado oposto da rua, sem necessidade de pagamento de ingresso
Localização – acesso pela Piazza del Grillo.
Procure se informar sobre o passeio noturno “Viagem ao Foro de Augusto”

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s