Cancún, Coyoacán, Xochimilco y otros pueblos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPorque o México não é só Cancun, dividi o roteiro em dois posts:
1º. Cidade do México (veja post).
2º. Cancún, Coyoacán, Xochimilco, Cuernavaca, Tlaquiltenango, Huitzilac, Tlaxcala, Tula, Tepotzotlán, Puebla de Zaragoza, Pachuca, Toluca de Lerdo  .  A Cidade do México era o foco principal, aproveitamos a viagem para conhecer um pouco de Cancún, principalmente Chichenitzá e o outros locais menos turísticos, mas de grande interesse cultural.

 CANCUN

População – 630.000 habitantes
Código de acesso de Cancún – 998
Telefone para Emergências em Cancún – 066
Telefone da Polícia Turística – 52 (998) 885-2277
Horário do Comércio – Na Zona Hotelera, a maior parte dos centros comerciais funciona entre às 10h e 22h. Já os bancos operam das 9h às 16h (há uma agência do HSBC na Zona Hotelera que fica aberta até às 19h). Os correios funcionam das 9h às 15h.
Câmbio – A maioria dos hotéis de Cancun troca dinheiro, mas as melhores cotações estão em bancos e casas de câmbio. Na Zona Hotelera, pode-se trocar dinheiro com passaporte nos seguintes bancos – Banamex: Plaza Terramar& Royal Mayan – km 17, 9h às 16h. BBVA-Bancomer: BoulevardKukulcan – km 9, das 9h às 16h. – HSBC: Plaza Caracol, das 8h às 19h.

Copa  AirlinesOLYMPUS DIGITAL CAMERA
RJ– saída 1h:37
PANAMÁ – chegada6h.50
Tempo conexão – 1h.14 / Tempo de viagem = 9h.54
Fuso horário no Panamá – 2 horas menos que o horário de Brasília.
PANAMÁ – 08h:04
CANCÚN – 09h.45
Tempo de viagem = 2h.36 / total das 2 viagens + conexão = 13h.44.
Chegamos a Cancún e aguardamos 30’ em fila para os trâmites alfandegários. Na saída do aeroporto uma excelente organização, o serviço de atendimento ao viajante é confiável e gentil, nos indicaram passeios e também a forma mais econômica de chegarmos ao hotel, que seria através de vans coletivas, ali mesmo trocamos alguns dólares, compramos os tickets e nos dirigimos ao hotel.

NYX Hotel Cancún
Localização – 11,5km. – Blvd. Kukulkan – Zona Hotelera
Quartos com a/c, TV, banheiro privativo, armário, cafeteira, frigo bar vazio para utilização e Wifi. Piscina com borda infinita, Bellavista Restaurant, aeroporto a 20′ de carro. Com pagamento adicional: lavanderia, chamadas telefônicas, bebidas, café da manhã das 7h. às 11h. Preço médio para 2 pessoas R$780,00/dia (sem café da manhã).

Dica pessoal – O hotel é confortável, os quartos dos fundos são os mais simples, no check in o atendente convida a conhecer quartos melhores (mais caros), declinamos o convite até porque já estávamos decididas a ficar em um mais econômico. No quarto um kit de boas vindas com café, açúcar e uma garrafa de água mineral, cofre grátis. Saguão com balcão de informação e contratação de tours.

passeios  em Cancún………

IslasMujeres
Como chegar – Tomamos o ônibus R1 em frente ao hotel e pedimos ao condutor que nos deixasse em frente ao ferry boat da Playa Tortuga. Na calçada onde o ônibus para há umOLYMPUS DIGITAL CAMERA ponto de venda de tickets para os ferry: IslaMujeres U$19 = ida e volta ou U$12 só um trecho.
1ª. saída às 9h. para IslaMujeres (viagem 30’). Última saída às 21h.15 p/ PlayaTortuga (viagem 30’). Aceitam cartões.
Compramos os bilhetes e como ainda teríamos algum tempo comemos uns tacos no Tacun Mexican Food, na praia, perto da área de embarque.
El Embarcadero – Ferry de Pasajeros – Ultramarimg_013
Blvd. Kukulcán km.6,5 – Zona Hotelera.
O que fazer – Desembarcamos, meio sem referência, como achamos que não haveria tempo para este passeio não levamos informações. A área central não tem praia, somente o atracadouro, restaurantes e lojas de souvenires.
COLYMPUS DIGITAL CAMERAomo se locomover – Observamos várias pessoas com carros de golfe circulando pela avenida, começamos a pedir informações e verificamos que com estes carros era possível circular toda a ilha com paradas estratégicas em vários lugares, na ilha todas as atrações são pagas, como só haveria tempo para uma optamos pelos golfinhos.
Carro de Golfe – IslaMujeres
Agência: Viajes Prisma, 1 ½ quadra ao norte do local de desembarque, Av. Rueda Medina No. 9C – aproximadamente U$20/h.
img_016
Dica pessoalA Paula foi perguntada se tinha habilitação, ela disse que tinha, mas não havia levado, então, para nossa surpresa o responsável pelos carros nos disse que bastava deixar a chave do hotel em consignação, alertando que os carros não possuíam seguro. Fomos até o Dolphin Discovery, muito fácil de chegar é só seguir a avenida principal.

Dolphin Discovery
img_034

Camino Sac de Bajo, lote 26 (antes 96 al 02)
O Aquário de Golfinhos é uma área de 10.000 m2 mar adentro, enquanto você aguarda pode usufruir de cadeiras reclináveis à beira da piscina ou no restaurante. São várias opções com os golfinhos: Dolphin Encounter (sema lmoço), as demais incluemalmoço até 16h.: Dolphin Royal Swin, Dolphin Royal Adventure, Sea Life Discovery Plus. Acompanhantes pagam taxas diferenciadas.

Dica pessoal – Como chegamos em cima da hora do início da última sessão, a Paula foi direto receber as instruções e eu fiquei montando nosso prato de almoço para depois da apresentação dos golfinhos, porque o Buffet termina às 16h. Os golfinhos ficam no mar em área demarcada, são 2 golfinhos para cada grupo de visitantes com um tratador(a), que premia os golfinhos todo o tempo, os bichos são dóceis e muito inteligentes. Para quem assiste não é permitido chegar muito perto, isto porque há um fotógrafo que fica sobre a plataforma de apresentação e vende posteriormente as fotos. Na saída já estávamos com o tempo quase vencido para a entrega do carro de golfe e acabamos não almoçando, chegamos a tempo de entregar o carro, doamos a comida para os funcionários da empresa e fomos rapidamente para o píer tomar o último ferry para Isla Tortuga. Desembarcamos e tomamos um de ônibus, pedimos ao motorista que nos deixasse em um ponto próximo ao hotel, mas ele se distraiu (?) e nos deixou no final da zona hotelera (km.18), precisamos tomar outro ônibus para voltar. Não entramos no hotel e fomos direto para um mini mercado comprar um lanche para o café da manhã do dia seguinte, nosso passeio iria começar muito cedo, compramos também um lanche para a noite.

ChichenItzáimg_062
Levantamos 6h.30 e fizemos o café no quarto aproveitando a cafeteira e o kit café oferecido pelo hotel. Descemos para o hall aguardar a van que nos levaria a sede da Dream Cancun / Turismo Mundial, aonde tomaríamos o ônibus para o passeio. Não sou adepta de tour coletivo, mas no caso, devido a distância até o Sítio Arqueológico esta foi a melhor opção.
1a.parada Cooperativa de Artesanato
Dica pessoal – na verdade um local para venda de produtos mexicanos para turistas, tudo muito caro, um vendedor chegou a taxar por U$40 um moedeiro de tecido, uma pulseira de prata (?) U$400,00, nada tão artesanal como o prometido. Para um passeio tão rápido a um local tão importante como ChichenItzá a parada longa nessa cooperativa é sem dúvida uma perda de tempo.

Dica pessoal – Como todo passeio em sistema de tour coletivo nada sai como a gente gostaria, tudo é muito demorado, não cumprem o que prometem e com essa empresa não foi diferente. Após longa espera, fomos colocados em fila indiana para o acesso ao ônibus. O guia embora gentil, falava desordenadamente frase a frase: inglês/espanhol, o que a princípio foi engraçado no decorrer da viagem ficou maçante. Saímos as 08h.30 e logicamente guia levou salgadinhos, água e refrigerante para vender a preços maiores. Fomos informados sobre nosso roteiro:

2a.paradaSítio Arqueológico ChichenItzá
O Sítio foi escolhido como uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno e Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO. No século XIII chegou a abrigar 35 mil habitantes, a zona sul remonta ao século VII e mostra a primeira construção no estilo maia de Yucatán. A zona central foi construída depois da chegada dos toltecas, por volta do século X e mostra a fusão dos estilos arquitetônicos Puuc e do planalto central do México em estruturas como a Pirâmide Kukulkán, Jogo de Bola, várias plataformas e templos, os guerreiros toltecas estão representados nas gravuras que se acham ao redor da entrada, na parte superior o Castelo.
Localização – no estado mexicano de Yucatán, 200km. de Cancun
Horáriode segunda a domingo de 8h. às 17h. Ingressos vendidos apenas até às 16h.
Tarifa – 64 pesos. Para uso de câmera de vídeo o adicional é de 45 pesos.
Dica pessoalSítio bem conservado, boa estrutura ao turista com restaurante, lanchonete e banheiros, no lado externo muito ambulante que vende produto mais barato do que na Cooperativa de Artesanato.

Pirâmide de Kukulcán ou El Castillo
img_061

Pirâmide de Kukulcán é o cartão postal de ChichénItzá e o grande destaque do sítio, com 26m. de altura foi erguida em homenagem ao Deus Kukulcán. Sua localização é tal que nas tardes do equinócio de primavera e outono do hemisfério norte, desenhasse uma serpente (Serpente Emplumada) em movimento pelos degraus.  “O Castelo” em ChichénItzá foi erguido em harmonia com o calendário Maia, são 91 degraus em cada um dos quatro lados, portanto, 364 degraus, mais o topo, além disso, cada um dos lados alinha-se com um dos pontos cardeais, e os 52 painéis esculpidos em suas paredes são uma referência aos 52 anos do ciclo de destruição e reconstrução do mundo segundo a tradição Maia. Esta pirâmide está direcionada para o polo geométrico/magnético da Terra, sem erro de nenhum milímetro. Cada pedra relaciona-se com o calendário, cada obra arquitetônica é astronomicamente orientada com exatidão. O calendário com 365 dias é uma das invenções da civilização Maia. Não é permitido subir ao topo.

Juego de Pelota

O campo de ChichénItzá é o maior da Mesoamérica. São apenas duas paredes de pedras, nelas estão gravadas as regras do jogo. O objetivo era passar a bola pelos círculos presos na parede, isso sem usar as mãos ou os pés, apenas com os quadris. No final o vencedor poderia ter como “prêmio” a morte e era oferecido aos deuses.
Dica – Para quem for visitar o Xcaret assista ao espetáculo de Juego de Pelota no final do dia e vai entender como o jogo acontecia.

Templo dos Guerreiros

O lugar é enorme, conta com 1.000 colunas de sustentação que formavam um grande espaço supostamente coberto e que poderia ter servido como mercado.  Neste templo estão as imagens de ChacMool na plataforma de Vênus onde eram feitos sacrifícios humanos, geralmente com crianças, observam-se também esculpidas algumas cabeças de serpentes.
IMG_067.jpg
Caracol – Observatório – O Caracol é um dos mais impressionantes monumentos no local. Foi construído antes de 800 CE e foi usado como um observatório astronômico do sol, lua e especialmente de Vênus e talvez fosse também um templo de Kukulcán em seu disfarce como o Deus dos Ventos. Um grande lance de escadas em dois níveis conduz a torre circular que tem janelas desalinhadas, dando a sensação de que a torre está se transformando. Seu interior foi construído representando uma concha (objeto associado à Kukulcán), uma escada em espiral dá acesso ao segundo andar. A torre tem mais de 10 m. de altura. O edifício como é visto hoje provavelmente sofreu alterações para incorporar características da civilização tolteca.
Residências – Os Maias construíam estruturas sobre outras já existentes.
A partir do momento em que o dono da habitação morria, ele era embalsamado e enterrado num canto de sua morada e por cima desta construíam uma nova habitação. Era uma forma de agradar aos Deuses e o antigo morador.
Dica pessoal – O horário de chegada foi totalmente impróprio, o ônibus chegou às 12hs. com sol a pino, forte calor. Nosso guia entregou os tickets de entrada e nos encaminhou para outro guia que falava espanhol e ele seguiu com o restante dos turistas que falavam inglês. A visita durou 1h.1/2 com o guia e mais 1/2h. livre para fotos, o guia local era muito bom, não se ateve a muitos detalhes, mas conseguiu passar a essência da colonização naquele local. O período da visita em tour dura 2h. o que é pouco para conhecer todo o complexo.

 3a.paradaAlmoço no Centro Recreativo e Restaurante Acuatica.
Localização – Avenida de los Frailes por X-Lapacno km 1 carretera libre.
A informação é que seria um farto buffet self service com bebidas à parte , quando chegamos o restaurante não estava preparado,ele funciona como local para lazer aos finais de semana dos mexicanos e todo o espaço estava tomado por eles. O local é um balneário com piscina, tobogã, restaurante, lanchonete.

Dica pessoal – Fomos colocados em uma mesa coletiva e pela demora ficou claro que não estávamos sendo esperados. Em todo o período que estivemos no México foi o pior atendimento e gastronomia que recebemos. Foi prometido um buffet completo com comida à vontade, mas na verdade o que nos esperava foi uma verdadeira falta de organização: foi servido um caldo ralo e frio, a bebida estava quente, o almoço era um péssimo prato que já veio pronto da cozinha, as almôndegas estavam queimadas, as batatas foram cozidas às pressas e estavam duras com um molho de maionese ralo, acompanhava um punhado de repolho e um pequeno pedaço de chuchu, tudo isso sem um mínimo tempero e para finalizar uma sobremesa péssima: gelatina!!! Uma total falta de respeito com o cliente!

 4ª. paradaCenote Suytun

Distância – 3km. de Valladolid
Taxa – 30 pesos.
Um local recomendado para visitas, o lago fica dentro de uma gruta com estalactites e sua profundidade varia de 0,5m. a 5m., água natural, cerca de 17ºC, rica em cálcio. Tem cabine para troca de roupa no local. Seu exterior tem a entrada protegida por um muro de pedra, para dar mais segurança ao entrar e começar a descer a escada de pedras até o lago subterrâneo, que os maias a creditavam ser a entrada para o submundo.
Dica pessoal – passamos já ao entardecer, acredito que o melhor horário seja por volta das 12hs., quando o sol penetra por uma fenda superior e joga a luz sobre o lago/gruta. Existem outros cenotes com mais estrutura para serem visitados em Cancún, mas para quem gosta de visitar elementos rústicos este é o local, interessante levar uma lanterna de cabeça. A Paula entrou primeiro, demorei um pouco a criar coragem para entrar na água fria, só fui até a cintura, mergulhar seria demais!

5ª. parada –Valladolid  La Capital Del Oriente Maya”.
IMG_113.jpgLocalização – Valladolid está a 157km. de Cancun
Cidade colonial e bucólica, ideal para se conhecer o dia a dia cultural dos homens e mulheres daquela pacata localidade, para quem quer preços mais baratos e tranquilidade. Um bom local para servir de base e conhecer todo o entorno maia: ChichenItzá, Ek-Balam, Coba, Tulum.

Catedral de San Gervásio ou San Cervasio – Está em frente a praça “Parque Francisco Cantòn”, começou a ser construída em 1543, sua fachada foi remodelada e orientada para o norte, seu pórtico alberga esculturas de São Pedro e San Paulo. Toda a edificação é em alvenaria, nela está o único relógio público da cidade datado do século XIX. Seu interior não tem muito atrativo, uma pia de água benta e um grande Cristo crucificado são as maiores atrações. A visita à cidade e catedral faz parte de excursões que voltam de ChichenItzá. Alguns artesãos se colocam na entrada da Igreja para vender seus produtos, mas também alguns pedintes se instalam ali. Depois da visita uma pausa para um sorvete na praça Francisco Cantòn.

Parque Principal Francisco Cantòn
IMG_110.jpg
Tem o traçado das praças coloniais espanholas, local tranquilo, arborizado, com bancos para descanso, mas também não se está livre dos vendedores, no entanto, não chegam a incomodar. Muito frequentada pelos moradores locais e turistas. No centro a uma fonte com uma escultura chamada “La Mestiza”, homenagem à fusão da cultura maia com a espanhola.
Dica – ChichénItzá de carro – caso não queira optar por um tour alugue um carro. São duas estradas possíveis, a Carretera 180 ou a Carretera180D, a maior parte delas corre em paralelo. A primeira é mais antiga, sem pedágios com via de mão dupla e passa por pequenas cidades ao longo do caminho. A 180D mais nova, estrada reta, poucos desníveis, via expressa com duas faixas de rolamento em cada sentido e 2 pedágios (262 e 24 pesos respectivamente), o  que a torna mais deserta, tem um trecho de aproximadamente 100km. sem abastecimento de combustível.
Como o van nos deixou no centro de Cancun deu tempo para visitar um dos mercados municipais ainda neste dia.

Mercado 28 (turístico)

Como chegarTomar o ônibus R1 ou R2 e pedir ao motorista para parar perto do mercado 28.
Localizado no centro de Cancun, bastante turístico, com maiores opções de comida, mais seguro que o Mercado 23, porém mais caro e a insistência dos lojistas incomoda. São cerca de 500 locais que vendem absolutamente tudo, mas para uma boa compra é necessário pechinchar muito.
Voltamos às 20h.30 e fomos jantar .

Tacun Mexican Food
img_131
Localização – Blvd Kukulcán 11,5km.em frente ao Flamingo Plaza, 100mts. a frente do Nyx Hotel Cancun.
Dica pessoalpedimos um combinado de entrada e acabamos nem pedindo o jantar, ficamos no nacho, guacamole, cebola temperada, 3 tipos de pimenta, cerveja, piña colada e ainda veio de brinde um pratinho com frijoles (feijão batido).O serviço é muito rápido e o preço razoável em se tratando de Cancún. Vimos no cardápio que a parrillada gigante (serve duas pessoas), custa 180 pesos.

Outras atrações em Cancún………….

Parques Temáticos: Xel Há, XCaret, Xplor.

Aquaworld –BoulevardKukulkan, HZ, Km 15.1

Cruzeiro na Lagoa Nichupté –  a partir das 18h, com jantar e música ao vivo, é experiência parecida com viagem de submarino, a parte superior do barco segue acima da água, enquanto os passageiros circulam no “subsolo”.

Semi Submarino – passeio pelo arrecife de PuntaNizuc com semi submarino. Começa com um passeio através dos mangues da lagoa e ao chegar ao local dos arrecifes, aonde começa o mar o transfer é feito para o Explorador Sub See Paraíso.
Inclui: guias bilíngues, água, suco.
Saídas: das 9h às 14 h., saindo de hora em hora.Tempo de viagem no sub see: 30’. Tempo total do tour: 2h.

Torre Escénica Giratória- com 100 mts. de altura e vista de 360 graus de toda Cancun.
Localização – BoulevardKukúlkan Km 4. Ingresso MXN 111,00/dia e MXN 172,00/noite.

Puerto Cancún – Esta área é uma mistura de residências, comércio e atrações turísticas, com marina, lojas, campo de golfe, cafeterias, etc.

Passeios pelas ilhas – Ferry de Pasajeros – Ultramar

Mercado 23 (simples)
Localização – Av. Xel Ha, s/n.f
Fora do circuito turístico, é o mercado que serve os moradores com venda de carnes, peixes, legumes, frutas, queijo de Oaxaca, lojas de presentes, artesanato, tecido e produtos a granel a preços incríveis.
Alimentação – Mamá y Pops, melhor taco de Cancún. Ali são encontradas várias lanchonetes que servem comida típica a preços convidativos.

Praias na cidade …………….
A orla da cidade é contínua e tem pouco mais de 20 km de extensão.
Playa Langosta e PlayaTortugas – Para nadar e mergulhar de snorkel, mar calmo,restaurantes e esportes náuticos.
Playa Linda – Próxima do centro, é vizinha do Museo de Arte Popular e de lá partem passeios de barco.
Caracol – também possui águas calmas.
Chacmool – No lado caribenho de Cancún, ondas altas e correnteza, esqui aquático, parasail,badaladas casas noturnas.
Delfines – Ponta sul, mais reservada, com pedras como mirantes, a preferida dos surfistas e do público GLS.

GASTRONOMIA (Zona Hotelera).
La Destileria–Blvd. Kukulkán, km 12,65. – $$$.
La Madonna Ristorante& Martini Bar – La Isla Shopping Village, Blvd. Kukulcán, km 12,5. $$$.
Labná Restaurante 10 Av. Margaritas, 29, Sm 22. (centro). $$$.
La Parrilla Av. Yaxchilán, 51, Sm 22. $$.
El Tacolote – Av. Cobá, 19, Sm 22 – $

ATRAÇÃO NOTURNA
Coco Bongo Cancun,
PartyRockers Cancun,
Cuncrawl

Atrações no entorno da Cidade do México.

COYOACAN

img_236Bairro meio boêmio e alternativo, com vários barzinhos e lanchonetes rodeando a praça com os “coiotes” símbolo do bairro. Neste bairro está a Casa Azul de Frida Kahlo.
Como chegar–MetrôCoyoacán (linha 3/verde) ou Viveros, se optar por este último pode ir caminhando ou tomar um ônibus “pesero” que vai para Gral Anaya e passa pela Praça dos Coyotes. Outra opção é o Turibusque passa na frente da Casa Azul.
Dica pessoal – possibilidade de conjugar este passeio passando antes ou depois por Xochimilco, cerca de 1h. de viagem.

Frida Kahlo – Casa Azul
img_222
Acertadamente o local tem mais de casa do que de museu. Frida herdou a Casa Azul de seu pai e foi aonde a artista nasceu, viveu e morreu. O museu é bem montado, organizado, contém muitos objetos pessoais de Frida, além de quadros. O ateliê parece aguardar a presença dela a qualquer momento, um local especial. Tem ainda a ala de refeição, cozinha e quarto onde Tolstói ficou hospedado.
Localização Calle Londres, 247. – Colonia Del Carmen – Coyoacán.
Horárioterça-feira e de quinta a domingo das 10h. às 17h.45. Quarta-feira das 11h. às 17h.45. Fechado na segunda-feira.
Preçodurante a semana 120 pesos. Final de semana 140 pesos. Autorização para fotos 70 pesos.
Tempo estimado para a visitação – 1h. 30.
Proibido: fotografar sem autorização, flash, filmar, levar sacolas e mochilas (deixe no guarda volumes), alimentos, líquidos, carrinho de bebê, gorro, óculos escuro, celular ligado, animais, tocar nas obras.

Dica pessoal – dentre todas as atrações da Cidade do México esta é especial. Saímos da estação de metrô Zócalo até Hidalgo (sentido Quatro Caminos), depois Hidalgo sentido Universidad e descemos na estação Coyoacán. O primeiro trajeto foi com o metrô lotado, já no segundo um pouco mais tranquilo. O metrô é uma diversão, muitos ambulantes vendendo absolutamente de tudo. Tinha a informação de que descendo na estação de metrô Coyoacán seria muito fácil chegar ao Museo, mas não é bem assim, o bairro que segundo informações era tranquilo e bucólico na verdade é bem movimentado e é necessário ir perguntando e andar cerca de 1km. para chegar. A Casa Azul fica em uma esquina, mas para chegar lá não há placas indicativas e nem todos sabem indicar o caminho. 

Museu Anahuacalli – Museu Diego Rivera (1964).
Arquitetura com característica asteca guarda mais de 50 mil peças que Rivera foi guardando ao longo da vida além de galeria de exposições e espaço para peças musicais. Anahuacalli significa Casa do Vale do México.
Localização – CalleMuseo 150, San Pablo Tepetlapa.
Horário – terça a domingo das 10h às 17h30.
Preço – 60 pesos com direito ao Museo Frida Kahlo. Taxa para fotografias 30 pesos.

Estádio Azteca (1966)
O único estádio do mundo a ter sediado duas finais de Copa do Mundo. Nele o Brasil foi campeão em 1970, e Maradona fez o lendário gol com a mão contra a Inglaterra em 1986. O estádio é usado pelo América do México e tem capacidade para receber 98.500 pessoas.
Localização – Calzada de Tialpan, 3465 – Santa Úrsula – Zona Sur.
Como Chegar – Trem: Xochimilco (toma-se o trem na estação Taxqueña do Metrô).
Horário do tour – de segunda a sexta das 19h. às 17h.30 e sábado e domingo das 9h. às 14h., com saídas a cada 30’.
Preço do tour – 90 pesos. Aceita c/c e dólares.

El Jarocho Café (1953)
Entre as bebidas quentes: café americano, capuchino, expresso, el café de olla, cortao (cortado), chocolate, moka, late, jarocho especial, capuchimoka, mokachino, descafeinado, leite de soja, uma grande variedade de té (chá), sorvetes, tortas e pães. Fundado por Gil Romero e sua esposa Bertha Paredes atualmente é um dos cafés mais tradicionais de Coyoacán. Servem café cultivado em Veracruz.
Localização –Cuauhtémoc 134, esquina Allende, Colônia Del Carmen.
Horário – domingo a quinta-feira, das 6h.30 às 10h., sexta e sábado das 6h.30 às 11h.

El Jardin del Pulpo – marisquería (1978)

Neste restaurante descontraído dentro do mercado do bairro, os clientes se sentam lado a lado em longas mesas para apreciar pratos de Pulpo a La Diabla (polvo apimentado) e Huachinango Al Mojo de Ajo (um pargo inteiro grelhado e cheio de alho), Coquetel de Camarão, Sopa de Mariscos e tostadas feitas com combinações de siri ou peixe, mas é melhor pedir que peguem leve na pimenta.
Localização – Mercado Coyoacán, Malintzin 89.
Como chegar – Metrô Coyacan, Linea 13.
Horário – Aberto diariamente, 10h às 18h. Não aceita c/c.

XOCHIMILCO – a “Veneza Mexicana” 

Aqui acontece o imprevisível: edifícios católicos construídos sobre templos astecas alguns em que se cultua a morte, tequilerias instaladas em um bairro chinês, museus da revolução abertos em antigos prédios do governo. O local é cortado por 190km. de canais emoldurados pelas chinampas que são ilhas flutuantes com terras férteis que servem para o plantio desde o tempo dos astecas.

Trajineras
Para “viajar” pelos canais use uma das coloridas trajineras (mais de 3.000), são as “gôndolas” de Xochimilco que deslizam impulsionadas por varas de bambu. Ficam navegando lado a lado e os músicos aproveitam para passar de uma embarcação para outra carregando seus instrumentos e tocando para os turistas. Além dos mariachis o local tem muitas flores e artesanato.
Localização – 23 km ao sul da Cidade de México.
Como chegar – tome o trem que parte da estação de metrô Taxqueña, linha azul (ou Tasquena linha 2) e desça na estação Nativitas. Saindo da estação, existem placas indicando onde ficam os vários embarcaderos, se chega com uma caminhada. Um táxi saindo do centro da Cidade do México até lá custa 250 pesos.
Onde embarcar em Xochimilco – ao chegar vai ser recebido por uma porção de nativos querendo levar você em algum dos 9 pontos de embarque, o melhor deles é a Estação “El NuevoNativitas”.
Quanto. custa o passeio em trajinera – 350 pesos por hora – 3h. dá para fazer um bom passeio, peça para passar na Ilha das Bonecas.

Veja também:
Museu Dolores Olmedo Patiño – localizado em uma fazenda do século XVII, distante 3km. do complexo de canais com mais de 140 obras de Diego Rivera e Frida Kahlo, no jardim estão os  “xoloitzcuintles”, a raça de cachorro sem pelo.
Paróquia de San Bernardino de Siena – século XVI
Mercado de Xochimilco – comidas e produtos mexicanos, aproveite para levar uma miniatura do Chapolim Colorado.
O que comer – são vários restaurantes bons, mas se quiser experimentar algo bem típico beba “michelada” (mistura de cerveja, suco de limão, molho inglês, molho de pimenta, chilli em pó e sal) e coma uma espiga de milho temperada com chilli.
Opinião pessoalpreferivelmente não vá sozinho, é longe passa por lugares não muito bonitos.

 O México pouco conhecido pelos brasileiros

CUERNAVACA

Muito visitada pelos moradores da Cidade do México. Lugar tranquilo para passear e relaxar.
População – 350 mil habitantes.
Altitude – 1.500m.
Como chegar
De ônibus – a partir do Terminal Central de Autobuses del Sur (em Taxqueña, 1320). A linha 2 do metrô leva até a estação Taxqueña. Há ônibus diretos para Cuernavaca.
De carro – Pegue a rodovia 95D, Ciudad de México-Cuernavaca. Tempo aproximado de viagem é de 2h.
Dica pessoal– a cidade foi uma das primeiras fundadas pelos espanhóis, embora o lugar já fosse usado nos meses de verão pelos imperadores astecas. Eles eram conduzidos no próprio trono, carregados pelos familiares e por altos funcionários.
O que ver
     – Palácio de Cortés;
     – Museu Regional Cuauhnahuac;
– Plaza de Armas;
– Museo Robert Brady;
– Museo Jardín Borda;
– Catedral e ex Convento de La Asunción;
– Teopanzolcoou La Casa del Diablo.

TLAQUILTENANGO

Está a 133km. daCidade do México, centro de monumentos históricos e balneários, entre eles El Rollo é considerado um dos melhores parques aquáticos do México.

O que ver…….
Balneários
Hacienda San Jacinto Ixtoluca;
– Lashuertas;
– Balneario Rustico las Tortugas de Huixastla;
– Los manantiales ;
– Rancho La Joya;
– El Rollo;

Monumentos Históricos
– El templo y convento de Santo Domingo;

– Capilla de Tlayehualco;
– Convento de San Hipólito Apatlaco,conhecido como  “bóvedas”;

Fazendas Históricas

– Hacienda San Jacinto Ixtoluca;
– Hacienda San Juan Reina;
– ExHacienda de Tlalchilpa;
– Hacienda de lVallde de Vazquez;


PARQUE NACIONAL LAGUNAS DE ZEMPOALA

Huitzilac é o povoado com estrutura mais perto do Parque que foi criado em maio de 1947, o parque é formado por pequenas lagoas para onde confluem as águas que descem de várias montanhas vizinhas. Há uma grande diversidade de fauna e flora. O conjunto está formado por 7 lagoas das quais apenas 2 são permanentes. Ideal para descansar, fazer caminhada, campismo esportes aquáticos. A pesca é proibida.
Como chegar de ônibus- A partir do Terminal Central de Autobuses del Sur (em Taxqueña, 1320). A linha 2 do metrô leva até a estação Taxqueña. Tome um ônibus para Huitzilac e de lá um táxi até as lagunas.
Como chegar de carro -Pegue a rodovia que leva a Cuernavaca, ao sul. Ao chegar próximo a Três Marias observe a sinalização para Huitzilac e Lagunas de Zempoala.
Dica pessoal -Leve roupa de frio.


TLAXCALA

O nome significa “lugar de tortillas” ou “pan de maíz”, está a 120km. da Cidade do México a 2.200m. a.n.m.
Como chegar de ônibus – à partir do Terminal Central de Autobuses del Sur (em Taxqueña, 1320). A linha 2 do metrô leva até a estação Taxqueña. Há ônibus diretos para Puebla e de lá para Paso de Cortés até Tlaxcala.
Como chegar de carro -pegue a rodovia 150 D, Ciudad de México-Paso de Cortés.

O que ver:
     – Vulcão Popocatepetl – segundo pico mais alto do México,considerado um vulcão ativo. Por isso, é necessário consultar o nível de atividade do vulcão, para verificar as condições e até onde se pode ir. http://www.cenapred.gob.mx .
     – Palacio de Gobierno;
– Parroquia de San José;

     – Ex Palacio Legislativo, Antiguo Palacio Juárez;
     – Capilla de San Nicolás;
     – Palacio de Cultura (ITC);
     – Ex Convento Franciscano de NuestraSeñora de la Asunción, Catedral del Estado;
     – Plaza de Toros Jorge Aguilar “El Ranchero”;
     – Santuario y Basílica de Ocotlán;
     – Capilla del Pocito de Agua Santa;
     – Capilla Real de Indios;
     – Acueducto de Atempan;
     – Escalinata de los Héroes;
     – Jardín Botánico de Tizatlán;
     – Casa delAyuntamiento;
     – Portal Hidalgo y Portal Chico;
     – Centro de Convenciones;
     – Teatro Xicohténcatl;
     – Plaza de la Constitución;
     – Antigua Casa de Piedra;
     – Capilladel Cristo del BuenVecino;

 TULA de Allende

A 65 km ao norte da Cidade do México, Tula é uma cidade famosa por suas enormes estátuas de pedra de 5 a 16m. de altura  que representam guerreiros. As principais atrações estão centradas em torno da Zona Arqueológica, local de assentamento da cidade velha.

O que ver:
     – Zona Arqueológica;
– Sala Histórica Quetzalcóatl;
– MuseoJorge R. Acosta;
– Plaza de LasArtesanias.

TEPOTZOTLÁN

Situada apenas 40 km da Cidade do México, apresenta uma atraente praça central em torno da quais muitas de suas melhores atrações podem ser encontradas.
O que ver:
     – Museo Nacional del Virreinato;
– Acueducto;
– Xochitla Parque Ecológico;
– Plaza de Las Artesanias.

PUEBLA de Zaragoza

Cidade com mais de 1 milhão de habitantes distante 130km. da Cidade do México. A visita deve começar muito cedo, a cidade tem muitas atrações, com roteiro planejado e para finalizar um passeio com turibus.
O que ver:
     – Catedral;
– Centro Histórico;
– El Parián, antiga Plazuela de San Roque;
– La Calle de Los Dulces;
– Museo Internacional del Barroco;
– Mercado MelchorOcampo;
– Plazuela de los Sapos;
– Barrio del Artista;
– Museo Amparo Rugarcía;
– Capilla Del Rosário;
– Museo Regional de Puebla;
– Planetario;
– Museo de Arte Religioso Ex Convento de Santa Monica;
– African Safari.

PACHUCA

Com uma população de 300 mil habitantes mantêm características de cidade pequena. Pachuca é preenchida com muitas casas coloridas, aqui são feitas excelentes fotos.
O que ver:
– Centro Cultural Hidalgo;
– Plaza Independecia y RelojMonumental
– Casa Rule;
– Estátua El Cristo Rey;
– Museo El Rehilete com Dinoparque;
– Parque Hidalgo.

TOLUCA de Lerdo

População de 500mil habitantes e altitude 2.667m. Toluca tem um centro bastante colonial.
– Plaza España o Plaza delQuijote (antiga Del Carmen);
– Catedral de Toluca Catedral de San José;
– Convento e Iglesiadel Carmen;
– Templo de la Santa Veracruz;
– Los Portales de Toluca;
– Cosmovitral Jardín Botánico;
– Teatro Morelos;
– Plaza González Arratia;
– Palacio de Gobierno;
– Palacio de Justicia de Toluca;
– Museo de Bellas Artes de Toluca;
– Mercado Juárez- toda sexta-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s