Siem Reap

Reino do Cambodja

IMG_9970
Localização – Ásia
Capital
– Phonom Penh
População – 148.000.000 habitantes.
Fuso horário – 10h (horário de Brasília)
Código de área – 855
LínguasKhmer, francês e inglês
MoedaRiel (KHR), utilizam bastante o dólar e apenas para trocos utilizam o Riel.
U$100 =  404.881,70 Riel
VistoÉ necessário e é possível levar pronto do Brasil, acesse o site http://www.evisa.gov.kh, podem também ser emitidos em postos fronteiriços e alguns aeroportos

SIEM REAP

Siem Reap a noroeste do Camboja é o destino mais visitado, local para conhecer as maravilhas do Império Khmer e os templos de Angkor, um dos sítios arqueológicos mais importantes e grandiosos do mundo. É preciso entender que enquanto o templo Angkor Wat é o local de culto, Angkor Thom é a cidade.
População: 139.458 (2018)

IMG_20191104_121316418_MPComo chegar
É possível chegar em Siem Reap de avião ou de ônibus. Existem muitas companhias low cost no Sudeste Asiático e o aeroporto de Siem Reap é bem moderno e estruturado.
Visto – ao entrar no país é necessário fazer um visto on arrival, antes da imigração, que custa U$30, por pessoa – para facilitar leve fotos 3×4.

Melhor época para se visitar Siem Reap
Procure evitar agosto e setembro com pouco efeito das monções, a estação chuvosa vai de maio a outubro. A alta temporada é de novembro a fevereiro com clima seco e calor. Março a maio, época mais quente do ano e o sol a pino pode tornar o passeio bem cansativo.

O que fazer em Siem Reap

IMG_9975

ANGKOR

Patrimônio Mundial da Unesco – considerada a 8ª. Maravilha do Mundo.

Como chegar – 5,5km. ao norte de Siemp Reap.
De tuk-tuk- A diária custa 20 a 30U$/dia e o roteiro geralmente é pré-definido com o motorista que fica à espera dos passageiros em todas as atrações. Em alguns casos, o motorista também trabalha como guia, mas o valor a ser pago é mais alto. Ao optar por um tuk-tuk, sempre peça a indicação do seu hotel.
De carro ou van (grupos maiores) – estas são duas alternativas para os que desejam percorrer os templos da região de uma maneira mais confortável. Van U$30, carro particular U$80/dia para 4 pessoas.
Bicicleta (1 a 3 U$/dia), bicicleta elétrica – (5 a 10U$/dia), só vale a pena ir sem guia se você tiver uma excelente informação sobre as atrações e sua localização.
Scooter – várias agências têm guias que pilotam as scooters pela zona arqueológica por 6 a 10 U$/dia.
Diário de BordoGuia que fala português “Alex” – ww.alexangkorguideservice.webs.com.
Distância de Siemp Reap – 5,5km.
Angkor Pass (ticket) – O passe de 1 dia custa US$ 3, o de 3 dias US$ 62, o de 7 dias US$ 72. Os ingressos cobrem toda a zona arqueológica de Angkor bem como alguns outros sítios arqueológicos mais afastados nas proximidades de Siem Reap. Não existe pacotes para 2 dias. O ingresso só é válido se comprado no Centro Oficial de Ingressos e pode ser pago em dinheiro (dólares americanos, Riel cambojano, bath tailandês, euro), ou com cartão de crédito. Há um caixa eletrônico no local.
Horário da bilheteria – das 4h.30 às 17h.30.
Horário de visita –Angkor Wat e Srah Srang das 5h. às 17h.30 e Phonom Bakheng e Pre Rup das 5h. às 19h.
Alimentação durante o tour
A melhor opção é pedir ao hotel que prepare um lanche ou economize comprando snacks e água em mercado. No Angkor Wat há uma grande quantidade de barracas com opções para seu café da manhã, tem também água de coco, picolé, água (1U$). Seu guia vai orientar.WhatsApp Image 2019-11-05 at 05.00.52

Histórico básico
Angkor Wat é a maior construção religiosa do mundo. Originalmente os templos eram hindus dedicados ao deus Vishiu, posteriormente se converteram ao budismo acompanhando o povo Khmer por volta de 1400, abriga até hoje monges budistas.
O complexo de Angkor foi a capital do Império Khmer, tem  mais de mil construções entre elas 30 templos que já abrigaram o maior império do sudoeste asiático do séc. XI.
O complexo se estende por cerca de 400km2., foi a capital do Império Khmer, a Cidade Sagrada começou a ser construída no séc. XI  a mando do Rei Suryavarman II, a cidade chegou a alcançar quase um milhão de habitantes e ficou esquecida e coberta pela selva por mais de um século após ruir no século XIV quando foi invadido pelo Reino de Sião (Tailândia). No século XV.I foi visitada por explorações missionárias portuguesas e posteriormente no século XIX por franceses. Ainda resistem alguns tempos hinduístas que foram abandonados durante o reinado de Jayavarman VII que era budista e deu ênfase a construção de templos de sua religião. Nos últimos anos com o fim do regime ditatorial do Khmer Rouge o turismo foi alavancado.IMG_9852
A visita pode contemplar o Pequeno Circuito e o Grande Circuito, mas não é possível ver tudo em um só dia. A melhor forma de conhecer é através de um guia, o sítio arqueológico é muito amplo e vai ser difícil transitar entre os templos sem conhecer o roteiro.  IMG_9922
Diário de Bordo – Você vai entrar em templos, embora esteja calor evite shorts e regatas, use uma calça leve, blusa de manga ou leve uma canga para cobrir os braços.
Indispensável: calçado confortável (não use chinelo), chapéu, protetor solar, repelente, muita água;
Esteja atento onde pisa, são muitos degraus e pedras as vezes soltas;
Em qualquer opção leve um mapa de referência com os locais que gostaria de visitar para mostrar ao motorista ou guia;
Evite comprar produtos das crianças eles pedem para não colaborar com essa prática que tira as crianças da escola.IMG_9901

PEQUENO CIRCUITO  – 17km.
IMG_9851
O nascer do sol neste local é o mais concorrido. O Angkor Wat é a principal atração de Angkor, monumento nacional do Camboja está na bandeira e estampado nas cédulas do dinheiro. O ideal é madrugar e chegar antes do sol nascer, depois comece a explorar a arquitetura do Império Khmer. O templo principal é composto de 5 torres e é permitido subir no topo da cúpula para uma visão de 360 graus de todo o planalto, informo que vai ter fila. Este circuito é geralmente feito com um guia e tuk tuk, dividido em dois períodos: manhã e tarde.
Diário de Bordo – este é o circuito que a maioria dos turistas fazem, mas se preferir informações sobre o Grande Circuito veja no final do post. Alguns templos se repetem no Grande Circuito.

ANGKOR WAT o maior monumento religioso do mundo.
53-003Símbolo máximo da arquitetura Khmer, se destaca pela forma parecida com montanhas e pela divisão interna em várias galerias.
O desenho de Angkor Wat se inspirou no Monte Meru, que seria a morada de deuses hindus. Ainda chamam a atenção os incontáveis detalhes esculpidos nas paredes de pedra. São 65m. de altura, duas vezes maior do que a Torre Eiffel, um dos maiores projetos de engenharia da história, não só pelo tamanho mas por ter sido construído sobre água, flutuando sobre um pântano sustentado por diversas galerias subterrâneas, se comparado com catedrais europeias que levaram mais de 200 anos para ficar pronta, Angkor Wat foi um recordes com 35 anos e estima-se que 50 mil pessoas estiveram envolvidas em sua construção.
Foi construído no estilo clássico Khmer no apogeu deste império. A construção está montada em dois planos: o templo montanha e o templo galeria. O templo tem 3 níveis, o primeiro mostra a história incluindo detalhes de batalhas, peregrinações e cenas do céu e inferno esculpida em baixo relevo.

VICTORY GATE – Portão da Vitória
IMG_9946

Localização – final da Royal Road, Estrada Real, próxima do Terraço dos Elefantes.
Dentre os 5 portões do Angkor Thom este é sem dúvida o mais interessante, foi construído no reinado do rei Jayavarman VII no final do séc. XII, era por onde o rei enviava seu exército para as batalhas. Na área externa estão as cabeças esculpidas (Gopuras) que conduzem ao Portão da Vitória que são rostos esculpidos na pedra, representam deuses e demônios, que estão alinhados com as direções dos pontos cardeais, três cabeças de elefante Eyrawana estão localizados no canto interno do portão.53-004
ANGKOR THOMsobre a cidade imperial ou cidade real
Fundada no séc. XII, é a maior do império antigo Khmer, desenho quadrado, protegida por uma muralha de 8 metros de altura e 12 km de comprimento, 4 portões alinhados com os pontos cardeais que levam ao Bayon (Templo dos Budas), toda a estrutura estava protegida por um grande fosso, foram aproveitadas ruínas de dois templos hindus do século anterior para montar toda essa estrutura. Foi a última e a mais duradoura capital do império Khmer, do rei Jayavarman VII.

DEVATAS e APSARAS (bailarinas celestiais)
As Apsaras são os espíritos femininos das nuvens e das águas na mitologia hindu e budista.
Cobrem boa parte das paredes em mais de 3 mil esculturas em diferentes posições com cinturas marcadas e seios bem desenhados, têm em comum: pulseiras, brincos, colares, braceletes e fitas nos tornozelos, foram identificados 37 penteados diferentes e sampots (várias saias cambojanas alongadas em tecido estampado com dobras).53
Mudras/Devatas posicionam a mão segurando o dedo anelar e o médio contra o polegar, enquanto o indicador e o dedo mínimo são estendidos, seria talvez a posição “devata mudra”, aqui as mudras são complexas para serem entendidas.
Algumas apresentam os seios mais escuros, pois foram tocados por milhares de pessoas e a pedra absorveu a oleosidade das mãos.

PRASAT ANGKOR WAT
IMG_9957

O templo ainda tem atividades budistas teravadas sendo realizadas lá dentro. As estátuas de Buda são decoradas e “vestidas” de acordo com a tradição religiosa. Muitos monges budistas de diversas partes do mundo visitam Angkor todos os anos.
Outra parte que vale muito prestar atenção é nas paredes exteriores do templo, onde podemos ver uma parte da história Khmer esculpida em detalhes, as gravações representam momentos históricos,.

BAYON TEMPLE – representa a união entre o céu e a terra.
IMG_9978
Passou por várias fases, inicialmente como templo budista Maaiana, depois templo hinduísta e voltou a ser budista dedicado a Teravada.
WhatsApp Image 2019-11-05 at 04.59.51Construído pelo rei budista Jayavarman VII é um templo totalmente dedicado a Buda formado por 54 colunas ladeadas por 4 imagens de Buda que somam 216 imagens, todos os números somam nove – número sagrado do budismo. A principal imagem é a do Buda da Compaixão “Avalokiteshvara” (aquele que enxerga os clamores do mundo), ele se assemelha ao próprio rei olhando em todas as direções de seu território com poder e ao mesmo tempo humanidade. Nas paredes externas do templo estão esculpidos detalhes das batalhas vencidas pelo império Khmer, ao todo são 11mil figuras entalhadas em mais de 1km. de parede.
Bayon, ao contrário de Angkor Wat que nasceu para celebrar a fé hinduísta, foi erguido como um santuário budista e Bayon ainda é um local de peregrinação de praticantes do budismo.
Durante os passeios, são oferecidos bastões de incenso, onde é possível chegar ao pé do santuário e fazer uma oração.
Localização – está no centro de Angkor Thom.
Como chegar – através do portão sul (south gate)

TA PROHM – O Mosteiro do Rei
IMG_0013

WhatsApp Image 2019-11-06 at 01.36.07Um templo grande que foi abraçado por figueiras e outras árvores que espalharam suas raízes dentro e fora das ruínas, foi uma das 102 capelas hospitalares construída em estilo Khmer.
Templo budista que foi dedicado a mãe do rei Jayavarman VII, na sua construção estiveram trabalhando 80 mil pessoas incluindo 2700 funcionários e 600 bailarinos. Foi muito saqueado nos últimos anos e por isso algumas partes não podem ser visitadas por estar em estágio de restauração, mas vale a pena. A procura por esse templo é grande por se tratar da locação do filme “Tomb Raider” com Angelina Jolie no papel de Lara Croft, na cena ela colhe uma flor de jasmim e é tragada pela terra.

PREAH KHAN
IMG_0008
Ao norte de Angkor Thom, erguido no séc. XII, período do rei Jayavarman VII, dedicado a Brahma, Shiva, Vishnu e Buda, foi um importante templo e funcionou até como universidade budista, onde atuaram mais de mil professores, hoje se encontra em ruínas. Sua arquitetura é plana, bem mais simples que outros templos, mas com muitos anexos acrescentados posteriormente à sua construção original. Está largamente tomado pela natureza da região.

TERRAÇO DOS ELEFANTES
53-005
Esse lugar foi construído pelo Rei Jayavarman VII no final do século XII, possui um muro mais de 300m. de comprimento com elefantes esculpidos e suas trombas servem como pilares para a plataforma que em alguns trechos atingem 4m. de altura. Era usado como uma sala de audiência, o rei aparecia diariamente para ouvir as queixas e problemas dos cidadãos do reino. Era daqui também que o rei observava festivais, jogos, desfiles e procissões que ocorriam no terreno logo em frente ao terraço, a plataforma era usada pelo rei também para receber em festa seu exército vitorioso. No chão ainda podem ser encontrados buracos que serviam para fixar tendas para proteger o rei do sol.
São cinco muros trabalhados que se dirigem para a Praça Central, o muro central de contenção está decorado com garudas (meio pássaro e meio homem), no tamanho natural postado em posição de Atlante e leões.

THOMMANON
IMG_20191105_072138787_MPLocalização – a leste do Portão da Vitória de Angkor Thom em frente ao Chau Say Tevota
Bem preservado, este pequeno templo hindu, construído durante o reinado de Suryavarman II (1.113 a 1.150), dedicado a Shiva e Vishnu foi restaurado em 1960. As esculturas estão bem conservadas e a estrutura se manteve mais preservada porque não possuía vigas de madeira apenas arenito foi usado nas esculturas e portões esculpidos, já os muros desapareceram.

OUTRAS OPÇÕES EM SIEMP REAP

Old Market (Phsar Chas) – ponto turístico para conhecer o dia a dia da população local com barracas que vem  roupas, seda, suvenires, acessórios, tarântulas fritas, peixes fermentados, pimentas e condimentos. Lanches básicos com bons preços.
Localização – perto do Pub Street
Horário – das 5h. às 18h.

Pub Street – reservada a pedestres é a rua mais famosa pela quantidade de restaurantes, bares, boates e casas de massagem. Diversão garantida até altas horas.53-006

Angkor Night Market (Mercado Noturno)
Mesmo que não tenha intenção de comprar vale a pena visitar o mercado noturno com suas 200 lojas: estátuas de Buda, roupas, calçados, acessórios, massagens e bares.

Museu Nacional de Angkor.
Visite o museu logo ao chegar para melhor entender a visita aos Templos de Angkor e Império Khmer, são várias galerias interativas, na primeira estão cerca de 1.000 estátuas de Buda de todos os tamanhos e materiais, elas foram recolhidas e tratadas. Na galeria C está a história dos grandes reis do império. As galerias D e E são dedicadas exclusivamente ao Angkor Wat e Angkor Thom.
Localização – Charles De Gaulle, Siĕmréab
Horário – 1º. de maio a 30 de setembro das 8h.30 às 18h. e de 1º. de outubro a 30 de abril das 8h.30 às 18h.30.
Preço – U$15, na bilheteria do museu, nas recepções de alguns hotéis de Siem Reap (que, em geral, oferecem transporte gratuito até o local) ou por meio do website do museu.

Phare – o Circo do Camboja
Projeto social que dá apoio a crianças carentes. O show não tem nada de amador, se revezam em seis shows diferentes, alguns deles: “Preu”, que aborda medos e ansiedades dos seres humanos de maneira poética, “Khmer Metal”, que trata de vida noturna, aventura, paixão, amor, esperança, entre outros temas. Para saber qual o show que está em cartaz acesse o web site
Localização – Komay Road (in front of Angkor Century Resort), Siĕmréab
Horário – 19h.30.
Preço – 35 U$ (adultos) / 18 U$ (crianças) para os assentos A e 15 U$ (adultos) / 8 U$ (crianças) para os assentos B. Crianças até 5 anos gratuito.

Cambodian Landmine Museum – Museu das Minas Terrestres.
O museu foi fundado em 1997 por Aki Ra, que ingressou ainda criança no exército Khmer Vermelho. Estão expostas minas que foram retiradas com auxílio de ferramentas caseiras pelo criador do museu,  mostra um panorama da história política e social do país. O que se deve levar em conta é o projeto social que auxilia crianças e jovens em situação de risco que foram afetadas de forma direta ou indiretamente pelo efeito das minas. Um trabalho que depende de doações.
Localização – Route 67 toward Banteay Srey, Siĕmréab
Como chegar – tuk tuk ou carro.
Distância – 25km. de Siemp Reap
Entrada – U$ 3.

image001Phnom Bakheng  – um dos maiores tesouros arquitetônicos do mundo.
Localização
– 400m. de Angkor Thom.
Construído no século IX durante o reinado do rei Yasovarman I, templo hindu dedicado ao deus Shiva e abandonado apenas algumas décadas depois, serviu como túmulo ao rei Jasovarman I, depois transformado em templo budista.
Sua forma piramidal é uma representação do Monte Meru, lar dos deuses hindus, são 7 níveis que representam os 7 céus hindus, 108 torres ao redor do templo simbolizam as 4 fases lunares de 27 dias de duração, infelizmente a maioria desmoronou. Um local popular para ver o por do sol com número limitado de visitantes para não abalar a estrutura do templo.

ONDE FICAR

Neth Socheata Hotel
O melhor deste hotel é a localização, tem saída para ruas do centro: pub street, feira de artesanato, ponte.  Os quartos são limpos, confortáveis, wi-fi. O café da manhã é servido em um espaço do outro lado da ruela e é bem fraco. O desconforto fica pelo fato de não ter elevador para subir aos quartos. Não se esqueça de tirar os sapatos já no saguão do hotel, é obrigatório. Nos quartos dos fundos a vantagem é o silêncio, mas a vista é péssima.53-007
Localização – Pub Street Area , Mondol 1 Village 284, 2 Thnou St, Krong

Golden Temple
Decoração temática, piscina, restaurante e quartos confortáveis. Bom café da manhã.
Localizaçãoao lado da Pub Street.

Mekong Angkor Palace Inn
Bem localizado, piscina, wi fi, quartos com ar condicionado.

Villa Um Theara
Simples, quase uma pousada, bom custo/benefício, quartos com ar condicionado, piscina, bom café da manhã e a equipe prepara um lanche para quem vai ver o nascer do sol em Angkor.

Onde e o que comer

Os melhores locais estão: Pub Street e Sivatha Road, no entorno do mercado estão os de comida mais tradicional: amoks (sobretudo o fish amok), cambodian e barbecue. O melhor lugar de comida khmer em barracas de rua é a região de Psar Chaa das 7h. às 21h.
Faixa de preço – R$20,00 ($$) a R$60,00 ($$$).IMG_20191104_163140445_MP

Amok * $$/$$$
Comida boa, pratos bem servidos, garçons atenciosos. Local agradável com mesas internas e na calçada. Comida cambojana.
Localização – 09, Mondol 1 Village, próximo ao Old Market
Especialidade – amok de peixe
Horário – das 10h. às 23h.
Angkor Palm – $$/$$$
Boa comida, os ingredientes frescos vem de uma fazenda nos arredores da cidade.
Localização – 113, Charles de Gaulle, Psar Chas
Especialidade – cozinha asiática e cambojana, spring rolls, salada de manga, costelinhas de porco (assadas com mel), frango ao curry e espinafre salteada (cha ta kuong), acompanhados de arroz. O menu degustação para duas pessoas é bem interessante, U$17
Preço – Duas pessoas podem montar um mix de U$14 para compartilhar.Também oferecem aulas de culinária local que inclui ida ao mercado para compras.
Cambodian BBQ $$/$$$
Você escolhe a carne e monta um “combo” (peixe, lula, galinha, vaca, cobra, avestruz e jacaré), depois participa do preparo. Acompanha arroz e noodles.
Localização – Street No 8, Pub Street
Preço
– dependendo do “combo” em torno de U$15.
Horário – das 11h. às 23h.
Goden Temple Villa
Especialidade – amok de peixe, galinha ou carne, fica em um hotel, mas o restaurante pode ser acessado por quem não está hospedado.
Haven$$/$$$
Talvez a melhor culinária da cidade, restaurante escola que ensina jovens recém saídos de orfanatos e áreas pobres da região. Local concorrido, o melhor é fazer reserva +855 78 34 24 04 ou mandar um e-mail para eat@havencambodia.com
Localização – Chocolate Rd.
Especialidade –porção de lulas fritas servidas com maionese de limão (U$4,75, spring rolls, Khmer lok lak (carne bovina ou frango, ovo frito, servidos com molho de pimenta e arroz), filé de peixe ao molho de gengibre, camarão ao molho curry.
Horário – segunda, terça, quinta, sexta e sábado das 11h.30 às 15h. e das 17h.30 às 22h., na quarta somente para o jantar, o horário de almoço é reservado para treinamento.
Preços – os pratos individuais variam de U$3,75 a U$7, com entrada, prato principal e bebida o jantar para duas pessoas fica em torno de U$30. Não aceitam cartões de crédito, somente dólar ou riel.
Khmer Kitchen Restaurant  – $
Localização – Street 2 Thnou the coner of street 9, Old market
Especialidade – comida asiática com bons preços, mas vá sem pressa, o serviço é demorado.
Horário – das 11h. às 22h.
Red Piano $$/$$$
Localização – 341 Street 08
Parece que Angelina Jolie esteve tomando um drinque aqui e por isso ficou famoso. O local é agradável, com ótima vista para a rua.
Especialidade – serve comida europeia e asiática em geral com bons preços;
Horário – durante a semana das 9h. ás 2h., sábados e domingos fecha ás 00h.

CAFÉS
Para street food, o melhor lugar é a região de Psar Chaa onde das 7h00 às 21h00 estão várias barracas com comida khmer.
Common Grounds Café
Localização – 719, Mondul 1 Village, 721 Street 14, Krong
Especialidade
– café com pequenos lanches, café americano. Tem wi fi.
Horário – das 7h. às 22h.
Joe-to-Go
Localização
– Street 09, Mondol 1 Village, mesas em corredor.
Especialidade
– cafés e milk-shakes e o básico da serve comida asiática
Horário – 7h. às 21h.

SAINDO DA COMIDA ASIÁTICA
Belmiro’s Pizzas & Subs (St 7)
Localização – 2 Road, Mondul 1 Village
Especialidade – pizzas, hamburguer, chopp gelado, sangria. Atendimento nota 10
Horário – aberto até 00h.
Il Forno
O proprietário é um italiano que fala inglês, francês e português. Ambiente agradável, preço um pouco acima da média, as porções não são muito grandes.
Localização – Pari’s Alley 16 The Lane
Especialidade – comida italiana..
Horário – das 12h. às 23h.
Le Tigre de Papier
O atendimento e a comida são ótimos, o preço é beom, mas o local por ser central é muito movimentado, barulhento e se você estiver sentado perto  da porta vai ter sempre alguém querendo vender ou o motorista do tuk tuk oferecendo serviços.
Localização –  Mondulkiri Village, Street 08, Krong
Especialidade – comida local com italiana e krmer
Horário – aberto 24h.
Little Italy
Localização – Alley West, local um pouco mais tranquilo
Especialidade
– massas e pizzas, nada de extraordinário, mas tudo muito bem feito e fresco.
Horário – 11h. ás 23h.
Olive
Localização – Olive St, Krong , perto do Angkor Trade Center
Especialidade – cozinha mediterrânea, francesa.
Horário – das 11h. às 23h.
Les Jardins des Delices
Localização – Paul Dubrule Hotel & Tourism School
Especialidade – por aproximadamente US$15 você tem uma refeição de 3 pratos feita por alunos de uma escola de formação regida pela rede Sofitel.
Horário – das 12h. às 14h.

 O Grande Circuito

Elephantes Terraces – Terraço dos Elefantes
vide pequeno circuito

Victory Gate – Portão da Vitória
Vide pequeno circuito.

Ta Kou – Portão East Gate – Portão Leste
Não é muito popular, mas uma boa opção para quem quiser entrar no contra fluxo e transitar por algumas atrações antes dos turistas.

Ta Nei
Localização – difícil encontrar por conta própria, contrate um guia.
Construído no final do séc. XII pelo rei Jayavarman VII, ainda mantém muitos elementos originais sem sofrer restauração. Autêntico com árvores e floresta se estendendo sobre suas paredes, um lugar tranquilo longe do burburinho dos turistas.

Ta Prohm – O Mosteiro do Rei
vide pequeno circuito

Angkor Wat
vide pequeno circuito 

Preah Khan
vide pequeno circuito

Baphuon
Interessante porque apesar de ter origem hindu há um enorme Buda reclinado em seu interior. Foi restaurado recentemente, foi parcialmente destruído durante o período Khmer.

Preah Palilay
Localização – Está localizado ao norte de Angkor Thom, a 400 m a noroeste de Phimeanakas.
Acesso um pouco mais reservado, santuário budista na área arborizada.

Neak Poan – As Serpentes Entrelaçadas
LocalizaçãoJayatataka Baray
Construído também no reinado de Jayavarman VII, é uma ilha circular artificial com um templo/hospital no centro, foi construído originalmente com fins terapêuticos, acreditavam que a água era curativa. Baseado no hinduísmo que prega os benefícios da conexão com água, terra, fogo e vento, cada elemento está ligado à fonte de água central, que transitam por um condutos que representam elefante, touro, cavalo e leão, que por sua vez correspondem a norte, leste, sul e bairros ocidentais, sendo a única exceção o leste representado por uma cabeça humana.

Prasat Pre Rub
Localização – nordeste de Srah Srang
Templo dedicado a Shiva, com grandes terraços.
Estudiosos acreditam ser esse local utilizado para realizações funerárias, pois o nome PreRub lembra um dos rituais de cremação, o grande tanque na base da escada pode ter servido para a cremação.
Para subir ao terraço superior use a escada leste, menos inclinada. Melhores fotos são feitas no início da manhã ou quando o sol está se pondo, os tijolos e a laterita tem tons quentes que ajudam a compor a fotografia.

Prasat Banteay Srei – Cidadela das Mulheres
Distante 30’ dos principais templos. Impressiona pelas paredes em arenito rosa.

Ta Som
Mais um pequeno templo tomado por árvores, sua pequena estrutura estava sendo ameaçada pelas raízes e está sendo restaurado.

East Mebon
Estava localizado em um lago artificial e durante o Império Khemer o acesso era por barco, agora está seco. Templo do século X, dedicado a Shiva, possui esculturas incluindo um elefante de pedra de 2m. de altura.

Bateay Srei – “Jóia da arte Khmer”
Localização – 25km.
Como chegar – tuk tuk ou bicicleta.
Diferentemente da construção em pedras dos outros templos, este foi feito em arenito vermelho que contrasta em tamanho com os grandes templos de Angkor, suas paredes estão cobertas de detalhes e as imagens bem conservadas.

Kbal Spean – “Templo dos Lingas”
Localização – no rio próximo ao Bateay Srei, no topo da montanha Kulen
Foi construído entre os séculos XI e XII, as imagens entalhadas em pedra estão dispostas no leito e lateral do rio, para chegar até elas é necessário fazer um trilha (fácil), pela mata. O local também é conhecido como Vale dos 1000 Lingas ou Rio dos 1000 Lingas (lingas significa falo em hindu). As formas arredondadas antes não desgastadas pareciam uma série de pênis sendo acariciados pelas águas do rio. Os entalhes em baixo relevo são uma representação dos “ionis” (vagina em hindu).

Waterfall Kbal Spean
Além das belezas do complexo, no Kbal Spean é permitido nadar em suas cachoeiras cujas águas consideradas sagradas passam pelas esculturas de quase mil anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s