KANCHANABURI

237
O local se tornou famoso à partir do filme “A Ponte do Rio Kwai” (1957), ela é um marco nacional e você pode atravessar de trem ou simplesmente caminhando sobre as passarelas (é bem mais interessante), geralmente tem um músico tocando ao violino a música tema do filme.
Diário de Bordo – a ponte original que foi explodida não foi construída sobre o Rio Kwai, mas sobre o Rio Ma Klong, o filme foi feito de forma equivocada, com o seu sucesso o governo da Tailândia alterou o nome do Rio Ma Klong para Rio Kwai, para que a ponte estivesse realmente sobre o citado rio.

Localização – região oeste da Tailândia, na confluência dos rios Kwai Noi e Kwai Yai
População 31.327 (2006)
Distância de Bangkok – 180km.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
COMO CHEGAR 
Ônibus – o ônibus parte de Bangkok no Terminal
Tai Mai Bus, localizado na Boromratchchonnani Road, Thonburi, o ônibus é de nº 81, preço 100bath,  (confirmar ônibus e preço no guichê), ele chega na Kanchanaburi Bus Station, localizada na Ban Nua Village em Kanchanaburi. A viagem dura 2h., com ar condicionado e água.
Diário de Bordo – o terminal em Bangkok está cheio de pessoas que vão dizer que não tem mais ônibus neste dia, mas que  eles podem indicar uma van. Não caia nessa!
Agência de Turismoincluem conhecer a ponte do Rio Kwai com passeio no Trem da Morte, Hellfire pass,  Kanchanaburi War Cemitery, War Museum at the Bridge, cachoeira Nam Tok Sai Yok Noi (não faz parte de todos os passeios, confirme antes)
Tremsaídas diárias ou nos finais de semana no sistema “bate volta”. Informe-se no http://www.railway.co.th/, sobre horários e valores, sendo que na 2a. classe os bancos são reclináveis,  acolchoados, vagão com ar condicionado, na 3a. classe banco não reclinável, sem ar condicionado. Nesta opção de fazer todo o passeio em um dia o trem vai parando em alguns pontos turísticos: Nakhom Pathom (estupa Phra Pathom Chedi e mercado), estação de Kanchanaburi,  somente para apanhar turistas, Ponte do Rio Kwae (15 minutos), cachoeira Nam Tok Sai Yok Noi, Cemitério dos Heróis da 2a. Guerra, Museu da Guerra. Se o trem estiver atrasado, algumas dessas paradas serão canceladas.
Diário de Bordo como fomos? Saimos de Chang Mai em um voo até Bangkok (aeroporto Dom Mueang), nos esperava um táxi pré agendado que nos levou até Kanchanaburi.

ONDE FICAR
Para quem prefere um local mais barato e simples nos arredores da rua Mae Nam Kwai, perto da estação de trem estão hostais. Os Resorts flutuantes mais caros são bastante solicitados.

Raft Boutique Resort117
Quartos com ar condicionado, chuveiro e água quente, frigobar, água mineral, bons lençóis e toalhas, café da manhã (ovo, salsicha, batata, torrada, manteiga, geleia, café, leite ou chá). Restaurante, transfer para aeroporto, piscina represada em rede dentro do rio,  estacionamento, serviço de guia.
Os quartos são montados sobre jangadas, revestidos com bambu, a cama é confortável, a varanda maravilhosa, ideal para passar um período de tranquilidade assistindo o por do sol sobre o rio. O restaurante fica em terra firme, reserve o jantar ou almoço com antecedência, eles não estão incluídos na diária.
Diário de Bordo – O Raft Resort fica retirado da cidade, tivemos um pouco de dificuldade para chegar porque nosso taxista era de Bangkok e não conhecia a região, não dá para chegar de ônibus.
Localização – 413 Moo 3 Tambon Tha-sao, Sai Yok, Kanchanaburi
Check in – das 14h. às 22h; check out às 12h. – http://www.boutiqueraft-riverkwai.com/

ONDE COMER117-001

Achamos o restaurante do hotel muito bom, jantamos uma sopa de peixe e um peixe “red fish” também muito bem feito.  Jantamos também peixe Ruby com alho, eu tomei uma sopa com frango e legumes, havia alguns “bolinhos” boiando, não sei bem o que eram, mas tornei a vê-los em outras ocasiões me pareceram bolinhos de peixe. Em outra refeição pedimos macarrão carbonara  rolinhos primavera. Nas imediações estão outros restaurantes, mas foi mais  caro do que o Raft Boutique pedimos uma sopa de coco com frango e  frango com arroz e castanha de caju.

O QUE FAZER EM KANCHANABURI
Não fomos com nada agendado, como eramos as únicas hospedes, a proprietária serviu de guia e com seu carro nos levou aos principais pontos turísticos: Ponte do Rio Kwai, Feira de Artesanato, Kanchanaburi War Cemitery , War Museum at the Bridge e no dia seguinte banho  com elefantes. Foi ótimo!

Ponte do Rio Kwai
OLYMPUS DIGITAL CAMERA


Para melhor aproveitar o passeio que contempla a Ponte, Cemitério dos Militares Aliados, Death Railway Museum and Research Centre e Hellfire Pass assista o filme e leia um pouco da história sobre esse episódio.
A ponte é o principal ponto turístico de Kanchanaburi a história foi tema do filme homônimo de 1957 (assista antes de ir ou leia A Ponte do Rio Kwai de Pierre Boulle’s). Resumindo: durante a Segunda Guerra Mundial, a região era controlada pelas tropas japonesas e em 1942 prisioneiros britânicos de guerra foram forçados a construir essa ponte e toda uma estrada de trilhos de trem, chamada de Estrada da Morte, ligando a Tailândia à Birmânia (antigo nome de Myanmar), sendo que quase metade dos prisioneiros que trabalharam nessa construção morreram vítimas de maus tratos, desnutrição, doenças e acidentes.
O Hellfire Pass era uma parte especialmente difícil para a construção por causa da montanha enorme que deveria ser quebrada para que a linha do trem passasse por ali, não sobrou muita coisa para ver. A ponte tem uma área de travessia para pedestre, sempre tem um artista tocando o tema do filme em um violino.

Hellfire Pass – Tha Sao
Os australianos escolheram o local para implantação de um museu por ficar ao lado da tarefa mais difícil a ser vencida durante a construção da ferrovia, ou seja perfurar uma montanha criando um canyon para a passagem do trem. São 500m. de extensão por 26m. de profundidade, onde prisioneiros foram abrindo caminho, removendo rochas com picaretas, martelos e as mãos. Trabalharam 2.000 soltados australianos e britânicos, 700 morreram e foram precisas 12 semanas para cortar a montanha.
Como chegar – agência de turismo
Localização207 Moo 11Tha Sao, 80 km. Kanchanaburi
Diário de Bordo –  A maioria do filme que levou 7 Oscar’s não foi filmado na Tailândia e sim no Sri Lanka

 Cemitério dos Militares Aliados (Chongkai War Cemetery)

jocely jocely jocely jocely jocely

Tem uma importância histórica muito grande. Da construção da ferrovia participaram 180 mil trabalhadores  asiáticos e 100 mil prisioneiros de guerra aliados. O resultado foi a morte de 90 mil asiáticos e 16 mil prisioneiros (britânicos, australianos, holandeses e americanos), durante a construção que foi concluída em apenas um ano e três meses. O cemitério onde estão enterrados os soldados aliados é um jardim muito bem cuidado.
Localização279 Saeng Chuto Road.

Death Railway Museum and Research Centre

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Centro Ferroviário Tailândia e Birmânia (ao lado de Kanchanaburi War Cemetery) – O local é considerado a melhor fonte de informações sobre a 2 ª Guerra Mundial, na Tailândia. Manequins com roupagem da época mostram as situações e precárias condições que os trabalhadores prisioneiros e trabalhadores asiáticos suportavam, além de maquetes explicativas sobre a construção da Death Railway .
O Centro Ferroviário Tailândia-Birmânia é um museu interativo, ar condicionado e o ingresso dá direito a chá no andar superior com vista para o cemitério, não tem como não refletir sobre os horrores da guerra.
Localização
– 73 Chao Khun Nen Rd, Ban Nuea, Mueang Kanchanaburi, ao lado do War Cemetery.
Ingresso – 100 Bath (museu particular).
Diário de Bordo – encerramos o passeios deste dia com uma visita pelo mercado de suvenires e prata ornada com pedras locais, não achei nada interessante no mercado, as peças não tem bom acabamento, muitas camisetas, mas nada de interessante alusivo a ponte. Os preços são mais altos que Bangkok e Chiang Mai. 
O passeio durou cerca de 4h.30. Do Resort até Ponte são mais ou menos 50’ de viagem. 

Banho com elefantes
117-003
Por indicação de nosso hotel fomos entrar no rio com elefantes de uma forma mais simples, divertida e sem agência. Contratamos um garoto que trata dos elefantes de uma forma muito carinhosa e nos divertimos muito com ele e seus elefantes. Fomos com um carro do hotel até o local e ficamos esperando em uma plataforma de bambu até que apareceram 2 elefantes, no maior subi com a Paula e a Carla ficou com o menor que só queria brincar na água, depois de algum tempo fizemos as trocas, eles adoram água e mergulhavam o tempo todo. Voltamos para o hotel encharcadas, passeio maravilhoso.

Erawan National Park
cachoeira (2)Montanhas, matas, espaço para caminhadas e cachoeiras. O parque oferece hospedagem, mas não é muito recomendado por ter pouca estrutura e estar longe da cidade. Ao chegar no parque há vários locais vendendo comida, aproveite para tomar um lanche porque não é permitido entrar na zona das cachoeiras com comida. A Cachoeira Erawan tem águas azuis e transparentes, seu nome significa “elefante”, porque sua última queda tem o seu formato (?). Ao todo são 7 quedas distribuídas em 2km., se quiser um passeio mais tranquilo visite as primeiras e aproveite as esteiras disponíveis para descansar, mas se quiser emoção continue subindo que à partir da quinta cachoeira o terreno fica mais escorregadio, mas vale a pena.
Localização – 2h.30 de Bangkok, 50km. de Kanchanaburi
Como Chegar – saindo de Bangkok, de van ou ônibus pela estação Mo Chit Bus Station. Se estiver em Kanchanaburi é só ir logo cedo até o terminal de ônibus que funciona entre 8h. e 16h. A passagem custa 5bath
Agência – Good Times Travel (http://www.good-times-travel.com/), agência sediada em Bangkok faz o passeio de 1 dia e inclui: Ponte Rio Kwai(com o passeio no trem), o Hellfire Pass e Erawan National Park
Ingresso do Parque – 300 bath.
Diário de Bordo – Para entrar com garrafa de água é necessário deixar um valor simbólico na portaria, eles devolvem quando você retorna e entrega a garrafa, isso inibe o abandono de garrafas vazias ao longo da trilha. Leve água e vista tênis, não são todas as cachoeiras que tem espaço para sentar, elas estão parcialmente cobertas por vegetação. Alguns trechos os macacos vão aparecer, não dê alimentos, evite problemas, algumas vezes podem ser agressivos.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s