Colonia del Sacramento, Montevideo

ARQUITETURA PORTUGUESA COM SOTAQUE ESPANHOL

Colonia do Santíssimo Sacramento- URUGUAI
Parque Histórico Nacional
Patrimônio Histórico Cultural da Humanidade pela UNESCO-1995.
No final uma palhinha de Montevidéu.

642
Distâncias
– 176km. de Montevidéu, 324km. Punta Del Este, 50km. e Buenos Aires por via fluvial.
População – 26.231 habitantes (2011).
Fuso Horário – 0h. (horário de Brasília).
Língua – Espanhol.
Moeda – Formos informadas que em Colônia Del Sacramento os pesos argentinos seriam aceitos, eles aceitam, mas preferem a moeda chilena, dólares, reais e por último o dinheiro argentino.
Melhor épocachove menos entre setembro e abril, no verão a temperatura chega a 28ºC e no inverno termômetro pode acusar 6ºC.
Cidade – a mais antiga do Uruguai são 300 anos de história em 12 hectares. Está às margens do Rio da Prata e foi fundada sobre a península de São Gabriel, para sua proteção foram construídas muralhas e fortalezas, dentre elas a de São Pedro, São Miguel, Carmo, Santo Antônio e Santa Rita.
A cidade é de colonização portuguesa fincada em território espanhol, fundada em 1680 por D. Manuel de Lobo, então sob as ordens do Reino de Portugal, em agosto do mesmo ano foi tomada pelos espanhóis e em sete trocas os poderes foram se alternando entre Espanha e Portugal. Finalmente em 1778 passou ao domínio espanhol. Rota de comércio e por sua posição estratégica tornou-se alvo de permanentes conflitos geopolíticos, inclusive chegou a ser anexada ao Brasil com o nome de Província Cisplatina provocando lutas entre brasileiros e argentinos, até que mais adiante foi reconhecido o território como pertencente à República Oriental do Uruguay.

DIÁRIO DE BORDO.
Aproveitando a viagem feita à Argentina, fizemos duas visitas ao Uruguai: MONTEVIDÉU e COLÔNIA DEL SACRAMENTO utilizando os serviços Buquebus.
Como chegar – saindo Buenos Aires (sem pacote turístico). 
O trajeto fluvial pode ser feito em três opções: BuquebusSeacat e Colônia Express.
As empresas Seacat e Express possuem tarifas mais baratas, são mais lentos (demoram 3h.), com menos horários. A melhor é o Buquebus, nesta opção os barcos são mais rápidos e confortáveis.
BUQUEBUS – www.buquebus.com .
É a mais tradicional e maior empresa que opera este trecho. Os barcos lentos levam 3h.15 e os rápidos 1h.15. Se você for fazer a travessia e levar carro está é a única opção. Esta empresa oferece dois tipos de transporte: totalmente fluvial até Colonia em 2h.15 no barco Francisco e para quem quiser continuar oferecem um ônibus que faz de Colonia até Montevidéu em 4h.30.
Classe Turista Programada – mais barata sem remarcação e sem devolução.
Classe Turística Flexível – com taxa de remarcação sem devolução.
Tarifa full – com remarcação e sem devolução.
Tarifa plus – com remarcação e com 63,6% de devolução.
Dica – a compra no site argentino é em pesos argentinos e no site uruguaio em pesos uruguaios, verifique antes a cotação de ambas.
Bodega – o preenchimento de compra no site exige preencher o campo “bodega” (garagem), se for atravessar sem carro basta selecionar o campo “sin vehículo”.
Compramos nossos bilhetes via internet no site da Buquebus, como deixamos para comprar na última hora não encontramos passagem para classe executiva e fomos de 1ª. classe e voltamos pela executiva. A vantagem da 1ª. classe é que a espera é feita em sala vip com direito a um café e uma media luna, o embarque é prioritário e a recepção é feita com torradinhas e espumante (servido moderadamente). A partir do divisor de água do país, o free shop começa a funcionar, os passageiros da 1ª. classe podem passar para a executiva e fazer compras, em ambas as classes há lanchonetes.
Local de embarque – terminal do Buquebus, canto norte de Puerto Madero, término da Avenida Córdoba, o local tem câmbio no Banco República (a confirmar: aberto de segunda a sexta das 7h às 19h, sábados e domingos das 7h às 11h30). A Buquebus e a Seacat ficam próximas à Puente Mujer no Puerto Madero, mas a Colonia Express fica um pouco distante.
Como chegar ao embarque caminhando – Para quem está hospedado no centro dá para ir caminhando até o embarque do Buque bus. Tome como referência a Galeria Pacífico (local mais conhecido), ela fica no cruzamento da Av. Córdoba com Calle Florida. Tomar a Av. Córdoba e descer até o final sentido docas cruzando calles San Martin, Reconquista, 25 de Mayo, Av. Leandro de Alem, Av. Eduardo Madero. Neste ponto é só atravessar a avenida que a entrada do terminal vai estar a sua frente.
Check-in – recomendado chegar em Puerto Madero com 1h. de antecedência, os tramites são iguais aos de um aeroporto é preciso passar pela imigração e carimbar o passaporte, uma vez que a travessia é internacional. Portanto: fila, apresentação de documento, despachar bagagem (se houver), passar pelo raios-X, um fiscal supervisiona a saída da Argentina e outro a entrada no Uruguai.  Ao embarcar não espere muito, as poltronas não são marcadas. No desembarque em Colônia será preciso passar novamente pelos raios-X.
Reembolso do IVA – guichê de atendimento no saguão.
Dica: uma forma econômica de chegar a Montevidéu é ir até Colonia Del Sacramento e seguir em ônibus até a capital. Para quem vier de Montevidéu para Colônia o trajeto tem 180km. e também pode ser feito de ônibus que transita pela Ruta 1.
Não é possível comprar o conjunto Buenos Aires x Colônia x Montevidéu. Se pretender passar apenas um dia em Colônia, logo ao desembarcar compre a passagem de ônibus para Montevidéu na rodoviária que fica ao lado do terminal hidroviário. Você pode deixar seus pertences no guarda volumes do terminal de ônibus de Colônia.
SECAT – www.seacatcolonia.com.
Pratica valores mais baratos do que o Buquebus, na verdade é um low cost da Buquebus que utiliza barcos menores e com menos conforto. Verifique informações no site.
COLONIA EXPRESS – www.coloniaexpress.com
Competidor do Buquebus opera com melhores preços, são barcos menores e não tão modernos, faz a travessia em 1h15 e tem a vantagem de operar em conjunto com o ônibus até Montevidéu. Atrasos e cancelamentos são mais comuns do que nos barcos do grupo Buquebus.
Chegando a Colonia Del Sacramento.
Alguns ônibus já esperam para levar ao centro d633a cidade, resolvemos ir a pé porque a cidade é muito pequena. Perguntei em uma banca de jornais se o centro histórico ainda estava longe porque queríamos almoçar, a senhora orientou para almoçar por ali, a rua estava repleta de restaurante e segundo ela dentro do centro histórico iríamos pagar o dobro. Optamos por um prato típico do local, o chivito.
Como se locomover.
O centro histórico deve ser feito a pé e para os arredores o melhor é a alugar bicicleta, moto ou carrinho de golfe e passear pelos 5km. da Avenida Beira-Mar, há várias praias, a mais distante está a 5km. em Real de San Carlos. Se preferir ir para o outro lado, em apenas 2 km chega-se a Praia de Ferrando, uma praia de rio.656
O que fazer em Colônia do Sacramento.
Centro Histórico
O centro histórico é charmoso, acolhedor, com restaurantes instalados em casarões antigos e cafés com mesas nas calçadas, carros antigos, e a vista para o Rio de La Plata. Por ter sido submetida durante o século XVII a alteração de dirigentes espanhóis e portugueses Colonia Del Sacramento adquiriu uma mescla de estilos arquitetônicos, mas mantém suas ruas estreitas forradas de pedras com antigos lampiões, casas de pedras com telhados de barro decorados com azulejos lusitanos. A visita é uma viagem ao tempo. Uma curiosidade são as portas e janelas fechadas permanentemente, como se ali não morasse ninguém.image001

Portón de Campo – 1968 / 1971.
Localização calle Manuel Lobo.
Ao passara por esse “túnel do tempo” que ainda conserva restos da antiga muralha e ponte levadiça começa a caminhada por 300 anos de história. Ali tem início o “Casco Antigo” ou Bairro Histórico. Observe que o Portão se encontra ladeado por duas muralhas que quando completas serviam de proteção para a cidade.
Dica – Junto ao portão há um centro de informações turísticas, aproveite para pegar um mapa turístico do local, que apresenta a localização e explicações breves de cada atração.image001-009

635Plaza Mayor ou Plaza de Armas.
Construída aos moldes espanhóis alberga os principais museus da cidade e mesmo para quem não tem tempo de entrar em todos os museus a simples visita arquitetônica em seu exterior já é bastante interessante.

Museo Portugués – 1977.
Localização – Henriquez de la Peña.
Embora abimage001-006erto recentemente, a construção é do século XVIII, teto de quatro águas, muros de pedra e adobe, paredes internas com suporte de madeira preenchido com pedras. Nos anexos construções espanholas sobre muros portugueses.
Em seu interior estão réplicas de móveis e uniformes utilizados pelos portugueses, escudo original do Portón de Campo, reproduções de cartografia do século XVI e XVII.

Museo Español – 1976.
Localização – Calle de San Jose y España.
Conjunto de casas portuguesas da primeira metade do século XVIII conserva as paredes externas, portas encimadas em molduras de granito. Uma casa anexa do século XIX de origem italiana foi utilizada como residência e comércio, um dos donos foi o comerciante espanhol Juan Del Águilla. Internamente estão expostos materiais representativos das primeiras famílias espanholas que chegaram em 1977.643

Museo Municipal – 1951image001-007
Localização – Calle Del Comercio, 77.
Arquitetura portuguesa da primeira metade do séc.XVIII, o teto foi substituído por um com estilo neoclássico no período espanhol.
Primeiramente era a Casa de Los Secretarios e posteriormente foi usada como residência. Contém um acervo de objetos originais, artefatos e documentos de diferentes períodos da colônia descoberto e doados pela própria comunidade.

Museo del Azulejo – 1988
Localização – Calle Misiones de Los Tapes, 104 – Paseo de San Gabriel.
Fica em uma construção com característica portuguesa, erguida em 1740 e que ainda conserva as paredes e parte do piso original. Museu bastante interessante guarda mostra de diferentes tipos de azulejos de países como Portugal, Espanha e França desde 1849, além dos primeiros utilizados no Uruguai.
Horário – fechado às terças-feiras.image001-005

image001-008Museo Naval – 2009
Localização – Calle Henrique de La Peña, esquina com San Francisco.
Guarda a história dos conflitos marítimos que fizeram parte da história da cidade.
Horário – fechado de segunda a quarta-feira.

Arquivo Histórico Regional – 1971
Localização – Calle Misiones de Los Tapes, 115, e Calles Del Comercio e Real (frente à Plazoleta Manuel Lobo)
Construção portuguesa da primeira metade do século XVIII conserva paredes, trechos do teto e telhas, parte do piso original. Era conhecida como Casa de Palacios. Museu interessante para quem gosta de história vá com tempo para observar documentos originais. Fechado aos sábados e domingos.

Museo Casa de Nacarello – 1994
Localização – Calle Del Comércio, 67.
Residência portuguesa construída na primeira metade do século XVIII com teto em duas águas, ainda conserva paredes de pedra e parte do piso. Em seu interior a habitação mostra objetos de uso diário como: mobiliário, cerâmica e utensílios de cozinha.
Horário – fechado às quintas-feiras.
Dica – É interessante também comprar o ticket que dá direito à entrada em todos os museus. Você pode escolher o Português e o Indígena, ambos com peças e histórias do período colonial, ou ainda o Museu Municipal ou o do Azulejo. Há ainda o Museu Espanhol. Fique atento aos dias de funcionamento de todos, pois há dias da semana em que um ou outro está fechado.image001-002
Calle de Los Suspiros
Rua mais antiga de Colônia Del Sacramento, com traçado tipicamente português ainda conserva as ruas com pedras originais e lampiões, ali estão as casas mais antigas da cidade que foram construídas ainda no período colonial. A rua é fechada para carros.
Segundo a lenda esta rua era percorrida pelos escravos antes de serem executados.image001

El Faro – 1857652
Localização – Rua de San Francisco, arredores da Plaza Mayor, junto às ruínas do Convento de San Francisco Javier. Monumento Histórico Nacional desde 1976. Construído na Punta de San Pedro entre 1845/1857, está a 34m. a.n.m., e sua luminosidade pode ser vista a 6,4 milhas de distância. O acesso é feito subindo vários lances de escada e lá no alto é possível observar todo o centro histórico e a movimentação dos barcos no Rio de La Plata. A idéia da construção se deu devido a vários naufrágios ocorridos na região levando a pique barcos carregados de ouro e prata. Durante o ataque da frota de Garibaldi na Guerra Grande a construção foi interrompida sendo levada a término em 1857.
Horário – durante a semana a visita pode ser feita após as 13h. e nos finais de semana a partir das 11h.
Preço – 15 pesos uruguaios.

Convento d651e São Francisco Javier (ruínas)
Localização – esquina da Calle Enriquez de La Peña com Calle Del Comercio.
Uma das mais antigas construções do Uruguai era uma imponente construção com data provável entre 1683/1704 do ano de 1694, o que faz dela uma das mais antigas do Uruguai. Resta apenas marcação de alicerce e parte dos muros do que foi o hospício e Convento de San Francisco Javier.
Ouvi algumas senhoras que guardam carro reclamando dos brasileiros que não dão gorjetas apenas dizem: muito obrigado!
Saímos dali e fomos andar mais um pouco, vimos muitos carros antigos já desativados e que são utilizados como decoração de rua, com vasos na porta malas e assentos.
Comprei algumas lembranças, a senhora que vendeu perguntou se estávamos sendo bem tratadas pelos argentinos porque era visível que eles não gostavam dos brasileiros.

662Basílica Del Santisimo Sacramento – 1680
LocalizaçãoRua Vasconcellos ao lado da Plaza de Armas.
A Basílica Del Santísimo Sacramento é a mais antiga do país, foi reconstruída duas vezes, sendo a última em 1810, conserva alguns elementos originais e as linhas retas e simples da arquitetura portuguesa. Porta apenas uma nave e é ladeada por muros portugueses de pedra.

Casa Del Gobernador ou Casa Del Virrey
Localização – ao lado do Museo Municipal
Foi destruída pelos espanhóis em 1.777 e conserva apenas as bases do que era a casa do político português que administrava a cidade, esta dedução foi feita pelos objetos encontrados no local durante uma escavação.image001-003

Casa do Almirante Guillermo Brown
Espaço que guarda moedas, armas documentos e alguns móveis de época, além da coleção de flora e fauna local.
image001-001Bastióimage001-004n Del Carmen – 1880
Localização – área do píer.
Antiga fábrica de sabão, lavanderia e armazém atualmente é o Centro Cultural Bastión Del Carmen, local que também mostra uma vista privilegiada do estuário do Rio de La Plata. Na margem oposta, o “Puerto de Yates” oferece uma excelente visão dos barcos e da península.

Onde ficar em Colônia Del Sacramento
Não falta opção de hospedagem em Colônia, a seguir estão alguns estabelecimentos bem recomendados, começando pelo mais barato.
Hostel & Suites Del Río
Localização – Calle Rivadavia, 288
Estilo mochileiro, localizado no centro histórico, dormitórios masculinos, femininos com beliche, gavetas, cofre e quartos para casal, wifi gratuito e café da manhã.
Don Antonio Posada
Localização – Calle Itruizango, 232
Bem localizada, logo no início do Centro Histórico é muito bem cotada, quartos com vista para a piscina, wi fi grátis, café da manhã excelente e serviço elogiado. Apesar de levar o nome de Posada, pode ser incluído em categoria de um bom hotel da cidade.
Posada Del Virrey
Localização – Calle de España, 217, entre a Plaza Mayor e marina.
É como se hospedar em uma casa colonial e não um hotel. Praticamente dentro do Centro Histórico. Café da manhã excelente.
Radison Colonia Del Sacramento Hotel & Casino
Localização – Washington Barbot, 283
Tendo como diferencial um cassino está instalado próximo às margens do Rio da Prata, possui piscina, academia de ginástica, café da manhã incluído e wifi grátis. Quartos grandes, confortáveis e alguns com vista para o rio. No restaurante Del Carmen a cozinha internacional funciona para café da manhã (desayuno), almoço, jantar e lanches.

Onde Comer em Colônia Del Sacramento
Para comer barato evite o centro histórico, este foi o conselho que ouvimos de uma moradora de Colônia. O prato típico é o Chivito, prepare-se, ele é enorme, se não estiver com muita fome um Chivito dá tranquilamente para duas pessoas. Alternamos restaurantes dentro e fora do circuito turístico, até porque os restaurantes da área antiga estão instalados em antigos casarões da época colonial e muito bem decorados. A comida na Av. General Flores fora do circuito turístico tem opções simples e mais baratas.
Restaurante Club Colônia
Localização – Av. Gral. Flores 382.
Chivito – alface, tomate, ervilha, azeitona, pimentão vermelho, maionese, bife de chorizo, bacon, presunto, batata frita, 2 ovos fritos. Brinde 1 coca cola de 2 litros. Não é nenhuma maravilha, o preço é bom e a porção farta.

Ganache Café & Pasteleria
Localização – Calle Real, 178665
Os proprietários são baristas e o café é fantástico. Sentamos em uma mesa externa, foi apenas café, água e um doce, as mesas sobre a rua de pedra são boas para um lanche e curtir o ambiente do Centro Histórico, para quem vai comer algo a parte interna é bastante aconchegante, decoração de bom gosto, ambiente despojado, cardápio vip, muito tranquilo. Banheiro limpo. Atendimento bom, excelentes cafés, boa cozinha. Ideal para qualquer hora do dia.
Tudo encanta em Colônia e com o Ganache não foi diferente. Adorei essa doceria/cafeteria, paramos para uma sobremesa e deu vontade de ficar por ali bastante tempo. A decoração é uma graça, os doces são ótimos, os donos são bacanas, só o preço que não é dos mais baratos, mas valeu a pena conhecer.
Mesón de La Plaza.
Localização – Vasconcellos 153
Bons preços em ambiente aconchegante, ideal para jantar com tranqüilidade e apreciar algumas jóias do cardápio: sopa de tomate servida no pão, cordeiro ao vinho tinto e se quiser algo mais barato peça um lomo a la plancha.
El Buen Suspiro
Localização – Calle de Los Suspiros.
Local com entrada discreta pode até passar despercebido, não é um restaurante, mas ideal para degustar um vinho e experimentar queijos e embutidos.
El Drugstore
Localização – Calle de Portugal, 174
Bastante procurado pelo ambiente alegre com música ao vivo, decoração com referência espanhola. Comida razoável vale a visita mais pelo ambiente. Pagamentos em dinheiro, talvez ainda não estejam recebendo pagamento com cartão.
Heladeria Freddo
Localização – Henriquez de La Peña, 178
Com ótima localização é o lugar ideal para uma parada de descanso e tomar um café ou um sorvete de dulce de leche (doce de leite puro, com amêndoas ou com amêndoas banhadas em chocolate). Outras opções de sorvetes: cremes, frutas, light.
La Florida
Localização – Odriozolla,415
Lugar com decoração eclética que passeia de antiquário a museu, uma desarrumação calculada. Fica perto da entrada do centro histórico, aconchegante, poucas mesas, boa comida a preço justo, não deixem de ir e pedir um linguado com camarão.
Horário Almoço das 12h.30 às 15h;30 e jantar apenas aos sábados às 20h.30 com reserva: restoranlaflorida@hotmail.com / Tel:094 293036.

Atrativos fora do centro histórico
Espacio Cultural y Museo Del Ferrocarril de Colonia
Localização – Bairro Real de San Carlos, em frente a Plaza de Toros.
O museu está instalado em 4vagões de trens antigos que foram restaurados e declarados “Monumento Histórico Del Patrimonio Ferroviario de Uruguay”. Adquiridos em 2004 foram restaurados com partes de outras composições, mantendo a originalidade.
Apesar de estar focado nos vagões, ocupa o espaço do “Complejo Mihanovich”, construído no começo do século XX pelo milionário empresário da Argentina, Nicolás Mihanovich Filho que idealizou um projeto que seria composto pela Plaza de Toros de estilo morisco, um Hotel Cassino e um “Frontón de Pelota Vasca”.
Vagão 151 – recebe o nome de Museo de San Carlos, estão objetos antigos de ferro carris e lembranças que pertenceram ao complexo turístico de Mihanovich.
Vagão 560 – mantém uma Bi
blioteca-liv
raria, com revistas, fotografias, livros que datam do século XX, referentes ao tema do ferro carril no Uruguai.
Vagão 1900 – cafeteria.
Salão de Arte – eventualmente se oferecem exposições, concertos e obras de teatro.
Estación Del Real de San Carlos – construção recente, mas obedecendo aos modelos originais, aqui os visitantes podem vestir-se com roupaimage001 da época e tirar fotos com os vagões, simulando um postal de começos de século XX. O local conta também com uma loja de presentes e souvenires.
Horário – de quinta-feira a domingo das 10h. às 18h.
Preço – U$3 (inclui visita guiada), bilheteria na Estación Del Real de San Carlos.

Plaza de Toros
Localização – final da Rambla
Remonta ao começo do século XX, com capacidade para 10.000 espectadores que se acomodavam para assistir corrida de toros, prática proibida pelo governo em 1912. Atualmente é visitada com cautela pelos turistas, seu estado de conservação não é bom. Necessário um táxi para chegar.
Igreja de San Benito com a imagem do santo negro em Real de San Carlos. Foi um antigo enclave militar espanhol de 1910.image001
Ramblaimage001
Contemplação com vista para o Rio de La Plata, local de passeio ao final da tarde.
Os moradores e turistas vão até a Rambla para exercícios físicos ou simplesmente para observar o por do sol e para quem assistir a mais um espetáculo é só ficar por ali e observar a cidade de Buenos Aires toda iluminada no horizonte.
Está dividida em duas partes: uma delas está no extremo sul do Bairro Histórico, a outra parte chamada de Rambla Costanera começa perto do estádio e futebol e continua até onde se encontra o campo de golfe do Hotel Sheraton. Algumas pessoas alugam carrinhos de golfe para percorrer todo o percurso.

Adegas turísticas
Bodega Bimage001ernardi – 1892
A adega foi fundada Don David Bernardi, sendo hoje uma grande empresa familiar onde se produz vinhos finos que são vendidos no local. As visitas são guiadas e os turistas podem fazer degustação.
Localização – Laguna de Los Patos, rodovia um, a poucos kms. da cidade, sentido aeroporto.
Entrada – gratuita.
Contato – fone 598 452 24752.

image001Bodega Irurtia – 1913
As visitas são sempre guiadas, podendo ser: passeio pelos vinhedos e adega com pequena degustação na cava e a segunda opção começa também com uma caminhada pelos vinhedos e pela cava de barricas. Para os apreciadores de vinhos pode ser feita uma degustação na adega acompanhada com tábua de queijos regionais e pães artesanais. A bodega está rodeada por 320 hectares de vinhedos. Venda de vinhos no local.
Localização – 70km. de Colônia, Rodovia 21.
Visitas – segunda à sexta às 11h. e 15h., finais de semana somente com reserva prévia.
Contatofone 598 454 22323.

Los Cerros de San Juan
O prédio foi declarado em 2004 “Monumento Histórico”. A degustação dos vinhos vem acompanhada de queijos presuntos.
Localização – 7km. oeste do Km 213 da Rodovia 21.
Visitas – de segunda a sábado, mas com reserva marcada.
Contato – fone (+598) 248 17200.

Parques em Colonia del Sacramento
Parque Florestal Ferrando
Localização – Tomar a Rodovia 1 ou a Rua Dr. Luís Cassanello (continuação de Rivadavia), já que ambos os caminhos são os que delimitam o parque.
Trata-se de um parque de grandes dimensões ocupado por uma grande quantidade de árvores, e há uma zona que conta com jogos destinados para crianças, visitada por famílias.image001
Parque Nacional Aaron de Anchorena.
Localização – 30km. da cidade, tomando a Rodovia 21, sentido norte.
Um dos parques mais famosos do Uimage001ruguai doado em 1963 pelo milionário Aaron de Anchorena. Fica à margem dos rios San Juan e De La
Plata e possui mais de uma centena de animais que circulam livremente. Recebe e média 1.300 pessoas/mês, ali também está instalada a casa presidencial usada pelos presidentes para descanso.
Visitas – Visitas guiadas devem ser previamente agendadas e são feitas quintas e sextas às 9h.30 e 14h.30 e aos sábados e domingos às 10h. e 14h.30. Também é possível fazer sem guia.

Museus rurais em Colonia
Granja Arenasimage001
Localização – está a 15km. de Colônia, ao leste da cidade, sobre a Rodovia 1 no km. 167.
Além de espaço amplo ao ar livre conta também com Museu de Coleções, Fábrica de Doces com degustação e venda, Sala de Artesanatos e uma pequena reserva de animais autóctones do Uruguai, além de cafeteria e salão de eventos.
Contato – Para coordenar as visitas fone 598 452 02025.

Museo Tourn
Localização – saída pela Rua 18 de Julho, a 4 km da Rodovia 21.
Contato – fone 598 452 02129.
Visitas – as visitas são feitas sempre guiadas, primeiramente deve-se entrar em contato com a administração para marcar horário e local onde o transporte deverá passar para apanhar o turista. As visitas duram 90’ e acontecem às 9h.30 e 15h.30.
Área 1Aparelhos e utensílios de casa de família de antepassados colonienses.
Área 2Ferramentas de campo de trabalho manual.
Área 3Ferramentas de mecânica antiga.
Área 4Máquinas e ferramentas fabricadas na zona.
Área 5Sala de planos e arquivos.

MONTEVIDÉU

206.JPGRoteiro de 1 dia em Montevidéu
Fizemos este passeio também com o Buquebus (mesmo esquema de Colônia Del Sacramento). O Buquebus faz duas saídas por dia, às 7h.30 e 16h., para quem vai fazer passeio de um dia o melhor mesmo é tomar o primeiro buque que chega a Montevidéu às 10h.45 no horário local (lembrando que há 1h. de diferença entre Buenos Aires e Montevidéu). Para voltar também são duas opções: 12h. e 20h.30.image001
O passeio rápido pelos pontos principais pode ser feito em 1 dia por meio de ônibus de turismo.
1. Ir por conta própria com buquebus de Benos Aires x Montevideo e lá tomar o Buque Bus Turístico (mesma empresa que faz a travessia), que sai do Mercado Del Puerto, o passeio é mais curto, usa apenas 1h.45 percorrendo todo o centro, orla e Carrasco, parando no Casino. São 3 horários de saída: 11h., 13h, 15., sendo que o último ônibus passa pelo Casino ás 16h., o custo é de U$12.
2. Já saindo de Buenos Aires com pacote fechado através de empresa de turismo que providencia buquebus x ônibus x almoço.
3. Ir de táxi até Rambla 25 de Agosto com Yacare e tomar o ônibus turístico.
ÔNIBUS TURÍSTICO.
Saídas na parada “0” – no verão sai das 9h. até às 17h. e  no inverno das 9h.30 até 15h.30., saindo da parada 0 (zero) a cada 60’.
Duração – 2h.15’, com circuito de 9 paradas. A parada é rápida apenas para subida e descida dos passageiros, caso queira conhecer melhor algum local, tome o próximo ônibus.
Sistema de áudio – 9 idiomas, incluindo português.
Tickets – podem ser adquiridos  no próprio ônibus com cartão de crédito, nas paradas “0” e “1” (Rambla 25 de Agosto com Yacare), Oficinas Centrales (Rio Branco, 1389 esq. Colonia).
Tarifas – 572$ pesos uruguaios (24h.) ou 880$ pesos uruguaios (48h.).
Circuito – circuito-bus-turisticos-montevideo
image001Se estiver com tempo entre no Oro Del Rhin na Rambla, esquina Boulevard España para um café com torta e não se preocupe se perder o último bus, você vai estar muito perto e pode tomar um táxi até o Porto.
No Uruguai os pagamentos feitos com cartão de crédito internacional há um reembolso no IVA, inclusive o Bus Turístico.
O passeio contrário Montevidéu / Buenos Aires não é aconselhável, o Buque chega às 13h. em Buenos Aires e o retorno é às 16h. para Montevidéu.

Para quem pretende ficar alguns dias em Montevidéu alguns lugares interessantes:
Jardín Botánico
Parque Rodó
Tristán Narvaja
Feira somente aos domingos, com hortaliças, antiguidades, animais.
Plaza Independência
Palacio Salvo, o mais fotografado da cidade.
Teatro Solis
Visitasquarta, sexta, sábado ou domingo, visita aberta a partir das 11h.(confirme horário.
Museu Torres Garcia
Um dos mais importantes artistas uruguaios
Localização – Calle Sarandí, 683, sair pela viela Bacacay que dá acesso a Sarandí, principal calçadão do centro velho.
Museu Andes 1972
Localização – Calle Rincón 619 entre as calles Mitre e Gómez.
Conta a história do famoso desastre aéreo ocorrido na Cordilheira dos Andes
Café Brasileiro
Localização –  Ituzaingó, quase esquina com 25 de Mayo.
Plaza Zabala
A praça mais bonita de cidade e também com muita história, pode encerrar aqui o passeio virando à direita no calçadão Pérez Castellano e volte ao Mercado Del Puerto para tomar o Buque Bus
Museo Del Carnaval
Veja se tiver tempo
Localização – entrada pela Rambla ao lado do Mercado.

Onde comer na Ciudad Vieja.
image001El Palenque.
Para almoçar prefira voltar o Mercado Del Puerto para comer um típico chorizo, se conseguir uma mesa perto da grelha inclinada poderá observar o “asador” preparando as carnes.

WaSa
comida fusion com bom custo/benefício.
Localização – Zabala, entre Sarandí e Buenos Aires.
Es Mercat
Especialidade: peixes
Localização – Piedras com esquina Colón, perto do Mercado.
Sinestesia
Cafeteria com bons lanches
Localização – Yacaré, em frente ao Mercado.
Baar Fun Fun
Para ouvir tangos na sexta ou sábado à noite e quando entra a madrugada começa a salsa uruguaia, chamada de candombe.

image004

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s